Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

O amor de uma mãe é mesmo insuperável


O amor de uma mãe é mesmo insuperável - Gente de Opinião

Caros amigos e amigas, foi no dia 29 de junho deste ano, a última vez que conversei com minha mãe, a Dona Erani Vasconcelos de Oliveira, na UTI do hospital Samaritano aqui em Porto Velho. 

Naquele dia, um sábado, eu fui à visita da manhã e também da tarde; domingo foram outras pessoas e uma amiga ministra da eucaristia para a entrega da hóstia Santa, infelizmente ela não conseguiu receber.

Nas minhas duas últimas arolvisitas, eu e minha rainha conversamos conversas curtas, poucos minutos e muito mais silencioso; a fala foi mais com o olhar do amor incondicional e da ternura divina que as mães têm.

Abraço cheio de ternura e lágrimas (minhas) escondidas e dela, sempre firme, veio o sorriso maravilhoso.

Deu-me conselhos e também a sua bênção, a última em vida de carne.

Minha gente beije mais e abrace mais os seus pais; visite-os e fique mais tempo com eles – são suas raízes, pois o tempo passa para todos e um belo dia já não vão mais estar por aqui.

O dia 29 de junho é no calendário católico o Dia de São Pedro e São Paulo é celebrado em 29 de junho.

Estas são festividades típicas da Igreja Católica, em honra ao martírio dos apóstolos São Pedro e São Paulo.
A festa de São Pedro é uma das mais comemoradas entre as chamadas “festas juninas”. Normalmente, nestas celebrações são feitas muitas quermesses, arraias e grandes fogueiras, assim como acontece no Dia de São João.

 

Dona Erani, maranhense de Buriti, amava as festas de junho e julho; hoje ela está mesmo com São Pedro e São Paulo, com Santa Ana e São Joaquim, com José e Maria e com Jesus Cristo.

 

Eu creio e sinto isso bem aqui em meu coração.

 

Essa mensagem deste artigo de hoje não trata de pesquisas econômicas, de números do agro, de pensamentos e opiniões políticas ou do racional do mundo, mas do culto a divindade das mães, essas pessoas maravilhosas que o Criador coloca para irradiar a maior de todas as forças e o maior de todos os assuntos: o amor.

 

Julho começou para mim e para a minha família com o final do martírio pessoal de Dona Erani que convalesceu doente por mais de 120 dias, mas que certamente encontrou a paz e a luz do amor universal. Resta-nos o consolo mútuo e alegria de tê-la em muitas memórias agradáveis e alegres.

 

Dona Erani Vasconcelos, eu declaro aqui que te amo muito, sou grato por tudo e digo e registro que você continua sim aqui, bem perto de mim, minha animadora, conselheira, amiga e anjo que o Senhor me confiou por mãe e eu a você por filho.

 

Deus seja contigo.

 

Graça e Paz.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Propostas para o desenvolvimento da Amazônia - 04

Propostas para o desenvolvimento da Amazônia - 04

Neste artigo vou economizar na introdução visto que os leitores que aqui chegaram devem ter lido em outros momentos quais os objetivos e como se com

Propostas para o Desenvolvimento - 03

Propostas para o Desenvolvimento - 03

Começo este terceiro artigo provocando a sua opinião a respeito das inúmeras possibilidades de transformação para a próxima década aqui, na nossa Amaz

Propostas para o desenvolvimento da Amazônia brasileira-02

Propostas para o desenvolvimento da Amazônia brasileira-02

Estamos aqui, juntos, pela Graça de Deus, no primeiro mês do ano de 2020, preparando os rumos da próxima década do maravilhoso século XXI.De minha par

Programa PRAHNA 2020

Programa PRAHNA 2020

Neste tema tão abrangente e deveras reticente