Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

Nova diretoria para o Conselho de Leigos e Leigas de Porto Velho


Nova diretoria para o Conselho de Leigos e Leigas de Porto Velho - Gente de Opinião

No último final de semana, dias 14 E 15 de setembro, leigos e leigas da arquidiocese de Porto Velho e sua área de abrangência, o  reuniram-se na sede dCentro Arquidiocesano de Pastoral (CAP) em Porto Velho para o Encontro do Laicato. Estiveram presentes 71 representantes do conselho do laicato de todas as paróquias que congregam a arquidiocese de Porto Velho.

O tema do encontro, uma Assembléia Eletiva Arquidiocesana do Conselho de Leigos e Leigas, foi o texto base do Conselho Nacional do Laicato Brasileiro – CNLB: “Um novo olhar, um novo agir”, com o lema: "Eu vi, ouvi e desci." (Ex.: 3-7/8) conduzido pelo professor Carlos Oliveira e pelo professor Doutor José Dettoni; também foi abordado a temática do Sínodo Pan-Amazônia que será no mês próximo de outubro.

O padre coordenador arquidiocesano de pastoral, professor Doutor Valdecir Cordeiro proferiu palestra sobre a Igreja, suas estruturas e formato eclesial e também sobre o papel fundamental dos cristão leigos e leigas em sua missão de sal da terra e luz do mundo, como forma de elevar a condição de construtores positivos da sociedade ideal pelo ativismo e pelo protagonismo responsável.

Vários presbíteros, religiosos e religiosas de várias denominações do mundo católico estiveram presentes e professores da Universidade UNIR também, como o professor Fernando Novoa que fez palestra sobre os condicionantes atuais do posicionamento individual no meio coletivo e nas organizações instituídas. 

O arcebispo de Porto VelhoDom Roque Paloschi, um dos articuladores na Amazônia e organizadores do Sínodo que acontecerá em Roma, fez o encerramento e uma celebração muito concorrida na capela do Centro (CAP).

Na ocasião, houve a eleição dos novos membros do Conselho Arquidiocesano de Leigos e Leigas Cristãos que estarão à frente do organismo de 2019 a 2022.

Professor Carlos Oliveira, economista Francisco Aroldo Vasconcelos, AlexsanderIsrael, professora Giscélia Vieira e o senhor Everaldo Luzia.

Ainda no mês de outubro, os novos membros eleitos devem apresentar o planejamento de atividades para 2020 envolvendo atividades com as pastorais em todas as paroquias e comunidades católicas da sua área de atuação que inclui a capital e o vale do jamari.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

O Plano Plurianual do governo já está na ALE-RO

O Plano Plurianual do governo já está na ALE-RO

Chegamos a outubro e tramita nas comissões parlamentares da Assembléia Legislativa de Rondônia a mensagem de Nº 177 de 29 de agosto do corrente, sen

Presença do Estado em setores de serviços não essenciais

Presença do Estado em setores de serviços não essenciais

Eu vejo essa discussão da presença desnecessária do Estado brasileiro em diversos setores que não coadunam com o seu objetivo constitucional desde m

O amor de uma mãe é mesmo insuperável

O amor de uma mãe é mesmo insuperável

Caros amigos e amigas, foi no dia 29 de junho deste ano, a última vez que conversei com minha mãe, a Dona Erani Vasconcelos de Oliveira, na UTI do h

Não temas a morte.

Não temas a morte.

É chegada a hora de compreender a morte para não perdemos a fé na vida