Porto Velho (RO) sábado, 22 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

Nova diretoria para o Conselho de Leigos e Leigas de Porto Velho


Nova diretoria para o Conselho de Leigos e Leigas de Porto Velho - Gente de Opinião

No último final de semana, dias 14 E 15 de setembro, leigos e leigas da arquidiocese de Porto Velho e sua área de abrangência, o  reuniram-se na sede dCentro Arquidiocesano de Pastoral (CAP) em Porto Velho para o Encontro do Laicato. Estiveram presentes 71 representantes do conselho do laicato de todas as paróquias que congregam a arquidiocese de Porto Velho.

O tema do encontro, uma Assembléia Eletiva Arquidiocesana do Conselho de Leigos e Leigas, foi o texto base do Conselho Nacional do Laicato Brasileiro – CNLB: “Um novo olhar, um novo agir”, com o lema: "Eu vi, ouvi e desci." (Ex.: 3-7/8) conduzido pelo professor Carlos Oliveira e pelo professor Doutor José Dettoni; também foi abordado a temática do Sínodo Pan-Amazônia que será no mês próximo de outubro.

O padre coordenador arquidiocesano de pastoral, professor Doutor Valdecir Cordeiro proferiu palestra sobre a Igreja, suas estruturas e formato eclesial e também sobre o papel fundamental dos cristão leigos e leigas em sua missão de sal da terra e luz do mundo, como forma de elevar a condição de construtores positivos da sociedade ideal pelo ativismo e pelo protagonismo responsável.

Vários presbíteros, religiosos e religiosas de várias denominações do mundo católico estiveram presentes e professores da Universidade UNIR também, como o professor Fernando Novoa que fez palestra sobre os condicionantes atuais do posicionamento individual no meio coletivo e nas organizações instituídas. 

O arcebispo de Porto VelhoDom Roque Paloschi, um dos articuladores na Amazônia e organizadores do Sínodo que acontecerá em Roma, fez o encerramento e uma celebração muito concorrida na capela do Centro (CAP).

Na ocasião, houve a eleição dos novos membros do Conselho Arquidiocesano de Leigos e Leigas Cristãos que estarão à frente do organismo de 2019 a 2022.

Professor Carlos Oliveira, economista Francisco Aroldo Vasconcelos, AlexsanderIsrael, professora Giscélia Vieira e o senhor Everaldo Luzia.

Ainda no mês de outubro, os novos membros eleitos devem apresentar o planejamento de atividades para 2020 envolvendo atividades com as pastorais em todas as paroquias e comunidades católicas da sua área de atuação que inclui a capital e o vale do jamari.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Qual o valor do agronegócio para o Brasil?

Qual o valor do agronegócio para o Brasil?

O agronegócio segue confirmando o quanto é importante para a economia brasileira. No final da década passada (2020) vários artigos de vários jornais

Cuide bem do seu tesouro; cuide bem de você e de sua família

Cuide bem do seu tesouro; cuide bem de você e de sua família

Pessoal, caros amigos e amigas, irmãos e irmãos, colegas e caminhantes; gostaria de sua atenção por seis ou sete minutos, é o tempo de ler essa mens

Por um projeto real de desenvolvimento para o sul da Amazônia

Por um projeto real de desenvolvimento para o sul da Amazônia

Outra vez estamos retomando a questão de planejamento do desenvolvimento regional da região geográfica do sul da Amazônia Brasileira, cujos desafios

Execução Orçamentária e a Arrecadação em Rondônia

Execução Orçamentária e a Arrecadação em Rondônia

A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPOG), órgão da estrutura do Poder Executivo responsável pelo planejamento, acompanhame