Porto Velho (RO) terça-feira, 16 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

Exportações em Rondônia: crescimento de mais de 15%

Carne bovina quem domina a balança comercial.


Exportações em Rondônia: crescimento de mais de 15%  - Gente de Opinião
O desempenho do setor do agronegócio em Rondônia no ano de 2018 trouxe novamente o registro de um resultado muito positivo.
Da cesta de produtos aqui produzidos e vendidos para o mundo novamente é a  carne bovina congelada fresca ou refrigerada quem domina a balança comercial.
Esses itens correspondem a 44 % do valor total das exportações.
A soja ficou no patamar dos 33 por cento.
A miudeza de animais comestíveis responde por 3% e a produção do milho em grãos também ficou na casa dos 3%.
No setor mineral Rondônia conseguiu registrar exatos quatro porcento do total das suas exportações - vendendo o estanho bruto.
Pois bem, ao longo de 2018 o total exportado pelo estado foi de US$ 1.248.850 bilhões; deixando um superávit de US$ 358,89 milhões e muita gente por aqui segue rindo da tão propalada crise.
É fato que estamos encerrando esta década deixando o Estado numa posição de crescimento médio anual na casa dos 4% e isso traduzido em riqueza que pode ser verificada de Vilhena a Porto Velho, inclusive pelos resultados propagados pelo sistema de cooperativas de crédito, onde os produtores rurais movimentam suas contas correntes e seus investimentos.
Apenas como exemplo o sistema sicoob credisul tem 21 mil cooperados e movimentou uma carteira de credito de R$ 950 milhões em 2018 e vai distribuir sobras de quase R$ 75 milhões - um crescimento de 51% em relação a 2017.
Isso é natural pois toda a produção agropecuária de Rondônia e suas exportações são mantidas pela pequena propriedade rural e por uma classe média rural extremamente produtiva que conta com os incentivos do governo do estado através de políticas públicas adequadas e também pelo grau de organização que o setor alcançou desde 2010 com uma crescente profissionalização.
Para manter esse cenário na próxima década é muito importante que o poder executivo possa garantir os investimentos no setor rural.
Este ano é preciso elaborar um bom planejamento (PPA) que assegure a manutenção desses investimentos os quais poderão trazer também para a próxima década crescimento e desenvolvimento.
Em comparação com outros estados do país Rondônia é o décimo sexto no ranking das exportações e devemos assegurar que esse desempenho melhore.
É estratégico investir no setor produtivo rural e criar as boas condições para que novas plantas industriais de carne e leite possam trabalhar e que as agroindústrias e o comercio possam prosperar.
A todos nós um excelente mês de fevereiro.
Graça e paz, no campo e nas cidades.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Eleições no bairro Cohab Floresta

Eleições no bairro Cohab Floresta

Caros amigos leitores da nossa coluna no gente de opinião; hoje dia 30 de junho aconteceu no bairro Cohab eleições para a diretoria executiva e consel

Final do primeiro semestre está à porta!

Final do primeiro semestre está à porta!

Nosso último artigo escrito e publicado foi dia 10 de junho e para não perder esse vínculo maravilhoso com os leitores eu resolvi mandar essas pouca

Conselho Regional de Economia de Rondônia realizou com sucesso a V Gincana Estadual de Economia

Conselho Regional de Economia de Rondônia realizou com sucesso a V Gincana Estadual de Economia

O Conselho Regional de Economia de Rondônia, com o apoio do COFECON e Universidade Federal de Rondônia - UNIR realizou nos dias 05 e 06 de junho do

Um fundo privado para o agronegócio de Rondônia

Um fundo privado para o agronegócio de Rondônia

Muitas são as saídas para os diversos problemas relacionados com uma boa gestão de empreendimentos públicos ou privados; mas a sintonia entre os div