Porto Velho (RO) domingo, 21 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

Diretrizes para o Orçamento 2020 tramita na Casa de Leis


Diretrizes para o Orçamento 2020 tramita na Casa de Leis - Gente de Opinião

Faz parte do ritual previsto na lei orçamentária para o desempenho da gestão pública que no último ano do planejamento plurianual (PPA) o Executivo faça o envio no mês de maio para as assembleias legislativas de uma mensagem apontando os rumos para a execução dos valores previstos no orçamento - chama-se LDO.

Pois bem, a mensagem de RO aportou agora em fins de maio na Casa de Leis e já inicia o rito de análise pelos parlamentares.

A sociedade pode participar, exatamente por intermédio de seus representantes, pois na LDO e no PPA (2020-2023) constará o indicativo dos gastos e investimentos públicos em saúde, educação, segurança, transporte, comunicações, reformas, construções, logística, reposição salarial, previdência social e complementar, investimentos em novos projetos para os diversos setores sociais e da economia, como é o caso do setor rural, do comércio, dos serviços e das indústrias.

Após o recesso parlamentar do mês de julho, o ritual orçamentário continua.

Será o momento em agosto ou setembro de o governo enviar ao poder legislativo o plano para as expectativas de receitas e despesas para os 48 meses que iniciam em janeiro de 2020.

Esse é que é o mais importante, pois ano a ano o que está descrito ali, será lei orçamentária; será a baliza dos investimentos e do desenvolvimento ou não de Rondônia para iniciar a próxima década.

Um bom plano seleciona boas escolhas e essas boas escolhas carecem de diálogo, negociação, participação e cobrança.

Os anexos da proposta indicam a possibilidade de arrecadação de R$ 8,2 bilhões sendo que desse montante o Poder Executivo fará a gestão de exatamente 74,86%, ou seja R$ 6.208.000.000,00 para as políticas públicas prioritárias e as complementares.

A transparência e a participação popular na elaboração deste plano PPA está prevista no Projeto de Lei da LDO 2020 nos artigos 58 e 59 que asseguram a transparência na gestão fiscal e assegura a participação por meio de audiências públicas e de meios eletrônicos para a inscrição de projetos de inciativa da sociedade civil.

Vamos ao plano, então

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Eleições no bairro Cohab Floresta

Eleições no bairro Cohab Floresta

Caros amigos leitores da nossa coluna no gente de opinião; hoje dia 30 de junho aconteceu no bairro Cohab eleições para a diretoria executiva e consel

Final do primeiro semestre está à porta!

Final do primeiro semestre está à porta!

Nosso último artigo escrito e publicado foi dia 10 de junho e para não perder esse vínculo maravilhoso com os leitores eu resolvi mandar essas pouca

Conselho Regional de Economia de Rondônia realizou com sucesso a V Gincana Estadual de Economia

Conselho Regional de Economia de Rondônia realizou com sucesso a V Gincana Estadual de Economia

O Conselho Regional de Economia de Rondônia, com o apoio do COFECON e Universidade Federal de Rondônia - UNIR realizou nos dias 05 e 06 de junho do

Um fundo privado para o agronegócio de Rondônia

Um fundo privado para o agronegócio de Rondônia

Muitas são as saídas para os diversos problemas relacionados com uma boa gestão de empreendimentos públicos ou privados; mas a sintonia entre os div