Porto Velho (RO) segunda-feira, 3 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

Artigo de final de ano, sem retrospectivas



Isso mesmo, sem retrospectivas. Não que 2014 seja para ser esquecido, mas porque o tempo não para e não param as necessidades de avançar. O mundo muda constantemente, o Brasil e Rondônia, como fazem parte do mundo não pode ser diferente.

Há ideias novas, programas e projetos fluindo o tempo todo. Campanhas, eleições, futebol, copa, carnaval, acidentes, revoluções, criações novas de homens velhos, renovações de pensar em homens novos. Quando digo homens é a humanidade, as mulheres estão contidas na expressão. Em razão disso tudo, devemos memorar nossas vidas para adiante.

O ano novo é mesmo para continuar. A vida impõe isso. O trabalho, a saúde, a família, os amigos, a Igreja, a saudade, a harmonia, os projetos e as soluções são para executar e vamos caminhando. Sem pisar duro, melhor com serenidade, mas com olho no futuro e nas boas coisas que fazem da vida o brilho do milagre de estar presente.

Desejo com sinceridade a todos que acreditam no trabalho, no progresso e na justiça com fraternidade e respeito às diferenças que realmente 2015 seja próspero e repleto de maior positividade e progresso. Aos que não acreditam, também; pois afinal de contas o sol nasce para todos e a chuva cai em todos os lugares, desde sempre.

Bem vindo o ano novo de nossas novas vidas; repensadas, repaginadas e produtivas, com boas emoções e solidariedade.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Porque não um imposto único de verdade no Brasil?

Porque não um imposto único de verdade no Brasil?

Estamos chegando ao final do mês maravilhoso de julho de 2020, e, de novo, e de novo, vemos propostas de reformas sendo discutidas em Brasília DF e

A grande saída para o trabalhador pode ser as cooperativas

A grande saída para o trabalhador pode ser as cooperativas

Esse final de semana saiu no BBC News que na Europa e também aqui nas nossas grandes capitais do sudeste o fato dos rendimentos caírem em média 30% e

O alto preço da prosperidade a qualquer custo

O alto preço da prosperidade a qualquer custo

Muitos homens e mulheres, muitas tribos, cidades, nações e governos têm entrado para a história da humanidade. Existem inúmeros registros ao longo d

Falando aqui sobre o Projeto AMACRO

Falando aqui sobre o Projeto AMACRO

Ano passado eu escrevi dois artigos sobre a importância de uma coalisão entre os estados do Amazonas, Acre e Rondônia, especialmente na região geogr