Porto Velho (RO) segunda-feira, 3 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

A PRIMEIRA SEMANA DO PRÓXIMO CENTENÁRIO



Alguns leitores meus podem dizer, mas como um artigo no dia 06 de outubro para memorar o centenário de Porto Velho; mas quero aproveitar essa primeira semana do próximo centenário para fazer um caminho inverso ao que fizemos na semana passada quando inúmeros nascidos, adotados e acolhidos nesta cidade maravilhosa recordaram com nostalgia esse primeiro século. Quero dizer que eu mesmo fiz isso no facebook e nas minhas fan page; aliás por favor acessem minha fan page criada em 30 de janeiro desse ano para homenagear nossa cidade: felizcidadecentenária, ali fiz nesses oito meses a inscrição e a publicação de fatos e fotos, textos, recortes do tempo, dados estatísticos, registros normais e morais sobre o histórico de Porto Velho, sempre com humor, saúde, vivacidade, ternura e a compelida paixão dos enamorados. Afinal sou um desses adotados, fato que vim do Ceará para cá há exatos 22 anos. Pois bem. nessa primeira semana do próximo século da cidade estratégica e feliz Porto Velho quero registrar que precisamos mesmo de novas lideranças empresariais, políticas e culturais para preparar e embalar esses anos vindouros e prósperos. Muitas obras estruturantes hão de se implantar no estado de Rondônia e mui especialmente todas elas vão desaguar - desculpe o trocadilho, aqui pelas margens do Madeira, posto que somos desde criancinha uma cidade portuária. Com o avançar da próxima década essa vocação de ligar o Brasil ao mercado andino e em seguida ao mercado asiático vai se consolidar. Estudem inglês e espanhol e até o mandarim hoje para colher os frutos em 2024. Não tenhamos nenhum de nós essa dúvida. Nossa Porto Velho entrará na terceira década desse milênio com aproximadamente 1,1 milhão de almas e certamente que a produção do estado e da porção norte que nos inclui será dedicada a saciar as necessidades básicas daqui e de mais 120 milhões de cidadãos latino-americanos. Se você alcança esse meu pensamento, certamente que vislumbra novas empresas, novos planos educacionais, novos investimentos em saude, saneamento, segurança, cultura, esporte, lazer e o bom e velho turismo. Para as comemorações do próximo centenário, quem se habilita hoje? Um grande abraço a todos os que fazem a hora. Viva a cidade de Porto Velho e suas imensas possibilidades e oportunidades.

Francisco Aroldo Vasconcelos de Oliveira
Gerente de Fomento ao Terceiro Setor
Secretaria de Estado de Assuntos Estratégicos
E C O N O M I S T A
Registro CORECON/RO nº 462

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Porque não um imposto único de verdade no Brasil?

Porque não um imposto único de verdade no Brasil?

Estamos chegando ao final do mês maravilhoso de julho de 2020, e, de novo, e de novo, vemos propostas de reformas sendo discutidas em Brasília DF e

A grande saída para o trabalhador pode ser as cooperativas

A grande saída para o trabalhador pode ser as cooperativas

Esse final de semana saiu no BBC News que na Europa e também aqui nas nossas grandes capitais do sudeste o fato dos rendimentos caírem em média 30% e

O alto preço da prosperidade a qualquer custo

O alto preço da prosperidade a qualquer custo

Muitos homens e mulheres, muitas tribos, cidades, nações e governos têm entrado para a história da humanidade. Existem inúmeros registros ao longo d

Falando aqui sobre o Projeto AMACRO

Falando aqui sobre o Projeto AMACRO

Ano passado eu escrevi dois artigos sobre a importância de uma coalisão entre os estados do Amazonas, Acre e Rondônia, especialmente na região geogr