Porto Velho (RO) terça-feira, 28 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

ACRM

NOTA PARA UM ESCLARECIMENTO


NOTA PARA UM ESCLARECIMENTO - Gente de Opinião

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS

 

NOTA PARA UM ESCLARECIMENTO

 

Como dissera aquele filósofo, a Humanidade somente propõe problemas quando tem capacidade de resolvê-los. A corrupção no Brasil persistirá enquanto a sociedade civil organizada, para além de partidos políticos, NÃO construa formas de combatê-la. Muitas manifestações recentes dão conta de haver conflito institucional, envolvendo este tema, quando na realidade trata-se de enfrentar problemas pontuais gestados por algumas pessoas e por  muita desinformação.

 

Nos passados dias 21 e 22 de outubro, em manifestação pacífica no pátio externo da sua sede de trabalho, no prédio da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), no centro da cidade de Porto Velho, o professor do nosso Núcleo, Dr. Valdir Aparecido de Souza, que acabara de defender uma tese doutoral sobre a Identidade de Rondônia, foi detido, preso na sede da Polícia Federal e depois enviado a um presídio, após doze horas de violência, perdendo assim a sua Liberdade, sem muitas apreciações sobre o conceito de Justiça.

 

Declaramos acreditar não haver no incidente qualquer enfrentamento institucional entre a Polícia Federal e a Universidade Federal. Faz-se importante verificar onde houve erros e como poderemos colaborar, mutuamente, para evitar que a Polícia Federal transmita à nossa sociedade mensagens diferentes de ideais que recentemente passou a difundir.

 

Para descrever as 24h entre a imberbe atitude de agentes policiais e a libertação do presídio pela frenética atividade positiva de entidades sociais, advogados, procuradores, agentes penitenciários, juiz federal, oficiais de justiça, professores, uma pesquisadora, dezenas de Pessoas, sobram palavras. Resumo:

 

Dr. Valdir, Educador. Ambiente festivo de combate à rapinagem na UNIR. Bonomia. Pirulito na boca. Singelo, convidativo, conversador. Quieto. Preso. Deputado Federal agredido. Telefones sem crédito. Inquérito. Limpeza d’alma. “Papagaio é uma ave”. Solidariedades. Advogados pro bono. Daiane, pibicat. Agentes penitenciários. Bateção. Maçonaria. Hélio Vieira, OAB & Valter Araújo, ALE. Indignação. Onde encontrar a Poesia? Maturidade. Pirulitaço. Dignidade!

 

Certos agentes da Polícia Federal em Rondônia invadiram a sede da UNIR. Acusação improvável. Apreensão irregular. Provocação temerária. Despreparo. Arbitrariedade. Imputação forçada. Arma de fogo na mão. Prisão de professor chupando pirulito. Sede da PF como bunker. Despreparo. Culpabilização hipertrofiada. Ampliação intimorata. Ameaças. “Interpretação segue lógica matemática”: Bruncutu. Utilização vã de recursos públicos. Imagem de Estado Policial. Despreparo!

 

Gente de Opinião

 

Palavras sobram, foto nossa, na saída do presídio: Em torno dele, Comissão da OAB. Ao fundo, Dra. Patrícia Carneiro, Dr. Mauro Nazif. Ao lado, Dra. Cintia, esposa Sonia. Valdir, sempre professor: “De chorar, fiquei desidratado!”

 

Como dissera aquele mesmo filósofo, não é a consciência das pessoas que determina a situação em que vivem, mas é o seu ser social que determina a sua consciência. O despreparo supera-se, o esclarecimento é gerado na tranquilidade, o conhecimento na humildade.

 

Diante da situação, oferecemos sincera e publicamente aquilo que temos: ensino, pesquisa, extensão. Imediatamente, uma palestra sobre Psicologia Social, outra sobre Interpretação e Argumentação Jurídica. Propomos conveniamento para cursos recíprocos: Abordagem policial: como agir? Normas de interpretação e interpretação de normas. Retórica e Semiótica. Separados, porque com métodos próprios, combateremos conjuntamente, interinstitucional, a corrupção.

 

 

Em Porto Velho, 01 de novembro de 2011.

 

 

 

 

Dr. Júlio César Barreto Rocha

Diretor do Núcleo de Ciências Humanas

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre ACRM

NÃO PERGUNTES POR QUEM OS SINOS DOBRAM - NECROLÓGIO DO ACADÊMICO HERCULANO MARTINS NACIF

NÃO PERGUNTES POR QUEM OS SINOS DOBRAM - NECROLÓGIO DO ACADÊMICO HERCULANO MARTINS NACIF

  Por William Haverly Martins Só os poetas são donos do privilégio inominável de ser ele mesmo e o outro ao mesmo tempo, só eles conseguem ingressar o

ASSOCIAÇÃO CULTURAL SE REÚNE COM GENERAL DA 17ª BRIGADA PARA FALAR DE PROJETOS CULTURAIS DO EXÉRCITO EM RO

ASSOCIAÇÃO CULTURAL SE REÚNE COM GENERAL DA 17ª BRIGADA PARA FALAR DE PROJETOS CULTURAIS DO EXÉRCITO EM RO

Presidente da ACRM, Francisco Lima e o general Novaes Miranda em reunião na 17ª Brigada Hoje, 26 de março, a Associação Cultural Rio Madeira, represen

MANIFESTO 'VIVA MADEIRA-MAMORÉ'

MANIFESTO 'VIVA MADEIRA-MAMORÉ'

  A Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM) esteve conectada à extração da borracha desde o ano de 1903, a partir do Tratado de Petrópolis entre Brasil

Integrantes da ACRM visitam obra de restauração da antiga Câmara Municipal

Integrantes da ACRM visitam obra de restauração da antiga Câmara Municipal

Ontem, dia 31 de janeiro de 2014, por volta das 09h30 da manhã, vários integrantes da Associação Cultural Rio Madeira, ciceroneados pelo presidente Wi