Porto Velho (RO) segunda-feira, 22 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

ACRM

ASSOCIAÇÃO CULTURAL SE REÚNE COM GENERAL DA 17ª BRIGADA PARA FALAR DE PROJETOS CULTURAIS DO EXÉRCITO EM RO


ASSOCIAÇÃO CULTURAL SE REÚNE COM GENERAL DA 17ª BRIGADA PARA FALAR DE PROJETOS CULTURAIS DO EXÉRCITO EM RO - Gente de Opinião
Presidente da ACRM, Francisco Lima e o general Novaes Miranda em reunião na 17ª Brigada

Hoje, 26 de março, a Associação Cultural Rio Madeira, representada por seu presidente e pelo Assessor Especial da Presidência, Francisco Lima, esteve reunida com o general  André Luís Novaes Miranda, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, para conversar sobre dois projetos culturais que estão sendo concebidos pelo exército no Estado: o Projeto de Revitalização do Real Forte Príncipe da Beira, em Costa Marques, e o Projeto Memorial Rondon, em Porto Velho.  Participaram também da reunião o major Novaes e o major Alberto Ramos.  

A Associação Cultural falou claramente ao general Novaes Miranda que deseja participar de ambos os projetos na qualidade de entidade da sociedade civil rondoniense parceira dos militares nesse âmbito cultural. A ACRM se propõe a divulgação os projetos junto à comunidade cultural e também a criar espaço de troca de ideias sobre os projetos, e ainda a documentar em imagem e som a execução do Memorial Rondon.  O associados Francisco Lima, por seu turno, falou da sua experiência de trabalho no Forte e, citando outros profissionais da engenharia e arquitetura que integram a ACRM, se colocou à disposição para contribuir profissionalmente com a execução do projeto. Chico também presenteou o general Novaes com um exemplar do livro de memória compilado pelo professor William Haverly.  O presidente da ACRM entregou em mãos ao major Novaes ofício propondo a parceria cultural com o exército brasileiro.

O projeto Memorial Rondon – o Marechal da Paz - será construído pelos militares no espaço cultural localizado no entorno da Igreja de Santo Antônio, na macrorregião da usina hidrelétrica, cuja concepção foi inspirada no Espaço Cultural Sérgio Vieira de Melo, que faz parte do Centro de Operações de Paz do Brasil, na Vila Militar do Rio de Janeiro, dedicado à memória de Cândido Mariano da Silva Rondon.

Quanto ao Forte Príncipe da Beira, a maior relíquia colonial de Rondônia, a ACRM se propõe a integrar o Comitê de Concepção e Apoio ao projeto de restauração daquele bem cultural, podendo opinar sobre o projeto junto a outras entidades ou fórum cultural e junto ao próprio exército, se encarregando também de divulgar o passo-a-passo rumo à tão almejada obra de restauração e revitalização daquele sítio histórico. O forte foi construído em 1776, sob o comando de Luiz de Albuquerque de Mello Pereira e Cárcere, presidente da Capitania de Mato Grosso, e foi redescoberto pelo Marechal Rondon em 1906, em ruínas.  Hoje, ele é uma relíquia histórica que precisa de cuidados e, com a revitalização, poderá ser visitado por rondonienses, rondonianos,  turistas nacionais e estrangeiros. 

           A DIRETORIA

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre ACRM

NÃO PERGUNTES POR QUEM OS SINOS DOBRAM - NECROLÓGIO DO ACADÊMICO HERCULANO MARTINS NACIF

NÃO PERGUNTES POR QUEM OS SINOS DOBRAM - NECROLÓGIO DO ACADÊMICO HERCULANO MARTINS NACIF

  Por William Haverly Martins Só os poetas são donos do privilégio inominável de ser ele mesmo e o outro ao mesmo tempo, só eles conseguem ingressar o

MANIFESTO 'VIVA MADEIRA-MAMORÉ'

MANIFESTO 'VIVA MADEIRA-MAMORÉ'

  A Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM) esteve conectada à extração da borracha desde o ano de 1903, a partir do Tratado de Petrópolis entre Brasil

Integrantes da ACRM visitam obra de restauração da antiga Câmara Municipal

Integrantes da ACRM visitam obra de restauração da antiga Câmara Municipal

Ontem, dia 31 de janeiro de 2014, por volta das 09h30 da manhã, vários integrantes da Associação Cultural Rio Madeira, ciceroneados pelo presidente Wi

NÃO SE MEXE EM TIME QUE ESTÁ GANHANDO

NÃO SE MEXE EM TIME QUE ESTÁ GANHANDO

William Haverly Martins  Em tempos de Copa das Confederações e véspera de Copa do Mundo, usar a máxima do futebol para iniciar este texto serve de ale