Porto Velho (RO) domingo, 26 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

VILA FERROVIÁRIA, DE CARTÃO POSTAL AO RETRATO DO ABANDONO


VILA FERROVIÁRIA, DE CARTÃO POSTAL AO RETRATO DO ABANDONO - Gente de Opinião

Sacolas plásticas trazidas pelo vento rolam pela calçada à fora,cestos de lixos suspensos sem fundo amontoam-se, cães brigando pelos restos do que foi um peixe chamam a atenção, pontas de cigarros jogadas espalham-se pelo chão, embalagens de preservativos usados, calçadas sujas de mato e bancos de assentos destruídos,  vão revelando um cenário de abandono total.

Dessa forma,encontra-se a histórica Vila Ferroviária na cidade de Porto Velho.Orgulho da cidade, de seus moradores, como memória tombada e ainda viva da famosa e emblemática Estrada de Ferro Madeira Mamoré.

O cenário que se tornou esse lugar é muito distante e diferente do que já foi um dia. Roubos e assaltos à luz do dia, vendas de drogas e quiosques destruídos por vândalos ,  servem agora como abrigo de bandidos, deixando a situação ainda mais caótica.

VILA FERROVIÁRIA, DE CARTÃO POSTAL AO RETRATO DO ABANDONO - Gente de Opinião

Durante os últimos  meses, vários ex-ferroviários vêem se reunindo com diversas autoridades, inclusive com o Iphan e o Ministério Publico Federal e a funcultural . Entre as reivindicações está, o problema diário da passagem de veículos pesados ( carretas), que além da destruir as vias públicas, trazem o perigo à segurança dos moradores.

Outro exemplo é o alargamento da própria Vila Ferroviária, somado a destruição da antiga arquitetura do espaço tombado, que aconteceu com a extração de todas as árvores,trabalho do antigo prefeito, que fez um desserviço à natureza e à população.

Os efeitos e reflexos do transito pesado, que persiste em ficar, vem aumentando em consonância com a falta de vontade política do atual prefeito, que ainda, não demonstrou sinais que pretende resolver o problema.

Os péssimos trabalhos desenvolvidos pela última gestão do município podem ser vistos também, pelas grandes fendas e rachaduras que cortam as paredes de várias casas da vila, criadas pelo maquinário pesado e o alargamento realizado no lugar.

Os moradores da Vila Ferroviária pedem socorro, e reivindicam que a portaria do Iphan  nacional (231/07) e o decreto Lei (25/37), sejam cumpridos e que a memória, história e o patrimônio tombado possam ser salvos.

Fonte: Sindsbor

Mais Sobre Turismo

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Em benefício do desenvolvimento pesqueiro do Estado, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) se r

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

A Lei n° 5.093 que institui a política estadual de turismo em Rondônia, já está em vigor. O texto foi aprovado pelo Poder Legislativo no dia 17 de a

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), anuncia a 3ª edição do “Famtour”, um projeto de familiarização turíst

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

O turismo de Rondônia ganha destaque mais uma vez na SIC TV, uma das afiliadas mais antigas da RECORD TV no Brasil. “Rolê Especial Verão” estreia se