Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

Turismo: Brasília tem opções para todos os gostos


 
 

Danilo Macedo
Agência Brasil

Inaugurada em 21 de abril de 1960 pelo então presidente Juscelino Kubitschek, que procurava integrar o país em torno do Planalto Central, Brasília atraiu pessoas de todos as regiões, o que pode ser constatado até hoje pela diversidade de sotaques entre os moradores da capital.

A cidade foi reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, por seu conjunto arquitetônico e urbanístico, projetado por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.

Brasília tem a maior área tombada do mundo, com 112,5 quilômetros quadrados, e o maior parque urbano da América Latina, o Parque da Cidade. Com 4 milhões de árvores plantadas, a cidade detém a média de 120 metros quadrados de área verde por habitante, quatro vezes mais do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Também conhecida como a capital do rock, por ser berço de bandas como Paralamas do Sucesso e Legião Urbana, Brasília oferece inúmeras opções de lazer. Por ser sede dos principais edifícios dos Três Poderes, o turismo cívico é destaque, mas cada vez mais o Lago Paranoá, na região central da cidade, é frequentado por praticantes de esportes aquáticos e pessoas em busca de diversão em sua orla. Próximo a Brasília, em um raio de 250 km, também há cidades históricas de Goiás e parques com cachoeiras que atraem quem quer contato com a natureza.

Entre as cidades-sede da Copa, Brasília é uma das quais o turista contará com mais centros de Atendimento ao Turista (CATs) à disposição. Ao todo, são sete permanentes, localizados nos setores hoteleiros Norte e Sul, no aeroporto, na Rodoviária Interestadual, na Torre de TV Digital e na Praça dos Três Poderes. Além disso, 13 quiosques serão implantados para a Copa do Mundo em shoppings, ao redor do Estádio Mané Garrincha e no Parque da Cidade, entre outros locais. Dois CATs móveis também atenderão nos locais com maior fluxo de pessoas. De acordo com o governo do Distrito Federal, os atendentes passaram por cursos de capacitação de 120 horas e poderão atender em até cinco idiomas (português, inglês, espanhol, francês e japonês).

Os turistas também poderão usar o aplicativo para smartphones Turismo Brasília (versão para iOS e para Android) , disponível em português, inglês e espanhol, com guia para o visitante aproveitar a capital do país, além de telefones e frases úteis aos turistas e informações sobre as linhas de ônibus e metrô. Ao todo, mais de 1,2 mil placas foram instaladas na cidade, divididas em duas categorias: indicativas, de localização e explicativas, com informações históricas e técnicas sobre os principais monumentos da cidade.

O Ministério do Turismo estima que a cidade vá receber 491 mil turistas durante a Copa, incluindo 80 mil estrangeiros, que devem gastar R$ 887 milhões.

Gente de Opinião

Mais Sobre Turismo

Setur se reúne com municípios que integram os pólos turísticos para desenvolver a pesca esportiva em Rondônia

Setur se reúne com municípios que integram os pólos turísticos para desenvolver a pesca esportiva em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), vem realizando reuniões em vários municípios do Estado com o objetivo

Sebrae reúne entidades e comunidade para debater portal turístico em Jaci Paraná

Sebrae reúne entidades e comunidade para debater portal turístico em Jaci Paraná

Jaci Paraná é um distrito distante cerca de 90 quilômetros da sede, a capital Porto Velho, possui cerca de 18 mil habitantes e foi muito impactado c

Setor de turismo é capacitado para a formatação de roteiros em Porto Velho

Setor de turismo é capacitado para a formatação de roteiros em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho realizou mais uma capacitação on-line tendo como foco o fortalecimento da economia no período pós-pandemia. O tema tratado

Setur assina Carta do Turismo na Amazônia durante Simpósio de Pesca Esportiva

Setur assina Carta do Turismo na Amazônia durante Simpósio de Pesca Esportiva

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), assinou a Carta do Turismo na Amazônia durante o primeiro Simpósio de