Porto Velho (RO) domingo, 5 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

Sem comunicação Turismo Rural não se viabiliza



CAMPO GRANDE/MS – A comunicação é fator fundamental para o sucesso dos empreendimentos. No âmbito do turismo não adianta ter um excelente destino e não dar visibilidade a ele. Durante a 5ª Feira Nacional do Turismo Rural (Feiratur/2008), realizada em Campo Grande no último final de semana, a importância da assessoria de imprensa no desenvolvimento de um projeto de turismo rural foi abordada pelo jornalista Ariosto Mesquita e pelo diretor presidente da Cybermind, Allan Dubner.

Para Dubner o que mais viabiliza um roteiro turístico é a boa impressão que o visitante tem, pois a maioria das pessoas viaja a partir de uma indicação de um parente ou amigo. "A Web 2.0 é um conjunto de novas atitudes que está mudando a forma de trabalhar e "vender", destinos turísticos; a Internet é, sem dúvida, a maior ferramenta de divulgação e onde as pessoas gostam de compartilhar boas experiências", afirma. Segundo ele, muitos fotografam os passeios e disponibilizam na Internet. Essa forma de divulgação espontânea acaba convencendo o cidadão a conhecer este destino", completa Allan.

Na Web 2.0, que funciona como mídia social, os "spams" não são recomendados. Segundo Allan, um destino pode não ser bem visto se não houver uma atenção diferenciada. "O interessante é fazer uma lista e atender os contatos de forma bem particular, enviando apenas o que é de interesse para cada pessoa", alerta Dubner.

 Aliada ao "boca-a-boca" está a assessoria de imprensa que é a ponte entre a organização (empresa) e a mídia, ela leva a informação promovendo a imagem do destino turístico. "A assessoria de imprensa tem que buscar nos empreendimentos fatores com potencial de virar notícia. Hoje quem não leva informação de forma concisa e precisa perde espaço no mundo dos negócios", frisa o jornalista Ariosto Mesquita.

Como existem particularidades em cada área do turismo, o profissional da imprensa dever ter habilidade para trabalhar cada caso de forma diferenciada. "Se, por exemplo, o grande atrativo da propriedade rural é a comida, então a divulgação deve ser trabalhada no âmbito da gastronomia, com um material ilustrativo que provoque reações de desejo no público a ser atingido", afirma Mesquita.

Para ambos profissionais um bom projeto de mídia transforma um passeio de turismo rural num grande empreendimento. Para isso são necessárias estratégias e bons profissionais que reconheça o potencial do empreendimento e tenha criatividade para produzir materiais atrativos e convincentes.

Fonte: Marinete Pinheiro/DRT/MS 182

Mais Sobre Turismo

Integração turística da Amazônia será debatida na próxima terça-feira

Integração turística da Amazônia será debatida na próxima terça-feira

Na próxima terça-feira (16) será realizado o 1º Meeting Internacional de Turismo da Amazônia, uma iniciativa do Sebrae em Rondônia para mobilizar o

Com menos restrições, turismo volta a aquecer e deve gerar 81,7 mil vagas na alta temporada

Com menos restrições, turismo volta a aquecer e deve gerar 81,7 mil vagas na alta temporada

A flexibilização das medidas de isolamento social, resultante do avanço da vacinação contra a covid-19, tem reaquecido o ritmo de atividade dos serv

Prefeitura de Porto Velho realiza estudo para implantação de turismo de base comunitária no Lago do Cuniã

Prefeitura de Porto Velho realiza estudo para implantação de turismo de base comunitária no Lago do Cuniã

Uma das mais belas unidades de conservação de Porto Velho, a Reserva Extrativista (Resex) Lago Cuniã tem grande potencial para se converter em um polo

Como ocorrerá a retomada de viagens corporativas?

Como ocorrerá a retomada de viagens corporativas?

Com a reabertura total de alguns lugares, a expectativa para a retomada das viagens corporativas é grande. Com praticamente toda a população adu