Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Turismo

IBGE: capitais concentram 75% da capacidade hoteleira


Nielmar de Oliveira
Agência Brasil

Rio de Janeiro - Quase 75% da capacidade total de hóspedes, em 2011, estavam concentradas nos municípios das capitais. O mesmo ocorreu com mais de 67% dos estabelecimentos e 76% das unidades habitacionais.

A constatação faz parte da Pesquisa de Serviços de Hospedagem 2011, divulgada hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com os dados relativos à capacidade de oferta de hospedagem do país, que abrigará, nos próximos anos, grandes eventos como a Copa das Confederações (em 2013), a Copa do Mundo de Futebol (2014) e os Jogos Olímpicos (2016).

A Pesquisa de Serviços de Hospedagem 2011 investigou 7.479 estabelecimentos nos municípios das capitais, regiões metropolitanas e integradas de desenvolvimento (Rides). Os dados registram, ainda, um total de 327.678 unidades habitacionais (suítes, apartamentos, quartos e chalés) e capacidade total de 741.303 hóspedes.

O principal exemplo da concentração de hóspedes é Fortaleza (CE), que detinha 76,5% dos estabelecimentos (280), 85,2% das unidades habitacionais (12.188) e 82,4% da capacidade total de hóspedes (28.987) em 2011.

No outro extremo, o IBGE destaca a cidade de Recife (PE), que concentra 43,3% dos estabelecimentos (161), 48,4% das unidades habitacionais (7.216) e 45,6% da capacidade total de hóspedes (15.244).

Depois de Fortaleza, aparece São Paulo, com 73,5% dos estabelecimentos (972), 78,5% das unidades habitacionais (54.065) e 78% da capacidade de hóspedes (114.212), e o Rio de Janeiro, em terceiro, com 70,4% dos estabelecimentos (429), 81,9% das unidades habitacionais (31.594) e 81,2% da capacidade total de hóspedes (67.536).

Entre as capitais com menor concentração destacam-se, além de Recife, Belo Horizonte (MG), com 49,4% dos estabelecimentos (291), 61,2% das unidades habitacionais (13.353) e 57,5% da capacidade total de hóspedes (27.842); e Porto Alegre (RS), com 52,5% dos estabelecimentos (190), 68,8% das unidades habitacionais (10.284) e 67,6% da capacidade total de hóspedes (21.570).
 

Mais Sobre Turismo

Sistema Fecomércio/Sesc/Senac apoia Investe Turismo

Sistema Fecomércio/Sesc/Senac apoia Investe Turismo

O Ministério do Turismo, Embratur, Governo de Rondônia e Sebrae realizam na próxima segunda-feira, 21 de outubro, o Seminário Investe Turismo. O Siste

Programa Investe Turismo chega em Rondônia

Programa Investe Turismo chega em Rondônia

O Turismo é uma grande mola propulsora dentro da economia de um país. Em Rondônia, seus potenciais estão latentes, necessitando de apoio para seu

Ecoturismo é a preferência de visitantes estrangeiros na região Norte

Ecoturismo é a preferência de visitantes estrangeiros na região Norte

Natureza, ecoturismo e aventura. Essas são as principais motivações dos turistas estrangeiros que visitaram o Norte do Brasil em 2018, de acordo com o

Rondônia tem novo Mapa Turístico aprovado pelo Ministério do Turismo

Rondônia tem novo Mapa Turístico aprovado pelo Ministério do Turismo

O Ministério do Turismo divulgou, na segunda-feira, 26, no Diário Oficial da União, o novo Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021. Ao todo, 2.694 ci