Porto Velho (RO) domingo, 19 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

Curso de Hotelaria S.Lucas debate perspectivas mercado


Numa iniciativa do Curso de Hotelaria da Faculdade São Lucas, profissionais e acadêmicos dos setores hoteleiro e turístico da Capital estiveram reunidos em Mesa Redonda, realizada no auditório do Hotel Vila Rica, em Porto Velho, para debater cenários e perspectivas do mercado. Um público formado por acadêmicos e egressos dos cursos de Hotelaria e Turismo da Faculdade São Lucas teve a oportunidade de acompanhar explanações feitas por um grupo formado por profissionais e empresários, destacando os investimentos, o crescimento e as oportunidades de empregos. Na ocasião, o Coordenador Municipal de Turismo, Jun Yamamoto, destacou a iniciativa do curso de Hotelaria da Faculdade São Lucas, salientando a importância do encontro de lideranças dos setores hoteleiro e turístico para os avanços e os novos projetos. “Encontros dessa natureza são importantes para analisar o mercado, trocar idéias e contribuir para a formação dos acadêmicos”, disse Jun Yamamoto, acrescentando que a união dos segmentos público e privado tem sido fundamental para o crescimento dos setores hoteleiro e turístico no estado. A professora Camila Canova Lagares, coordenadora do curso de Hotelaria da Faculdade São Lucas, destacou a participação das lideranças empresariais que contribui para fundamentar novos conhecimentos para os acadêmicos, futuros profissionais do ramo da hotelaria no estado e na região.

O presidente da ABIH/RO (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira), Alberto Horny, salientou que o setor hoteleiro em Rondônia continua recebendo investimentos. Segundo ele, muitos novos hotéis estão sendo inaugurados, enquanto outros investem na reestruturação física. “Esse impulso é resultados dos investimentos feitos pelo Governo federal, através do PAC, que também pegou Porto Velho de surpresa, tendo em vista a escassez de mão de obra qualificada. Na verdade, o setor vivencia uma realidade totalmente diferente e um mercado de trabalho cada vez mais exigente em termos de qualidade profissional”, analisou Horny, enfatizando que as mudanças são muito positivas para a economia do estado. Para Ananias Frota, presidente do Sindhotel/RO (Sindicato dos Hotéis de Rondônia), a construção das usinas hidrelétricas no rio Madeira levou a uma medida de grande emergência para a qualificação profissional. “Com carência de mão de obra qualificada, as usinas também contribuíram para encarecer os custos na construção civil na cidade”, mencionou. Quanto ao setor hoteleiro, Frota destaca que o turismo de negócios ainda predomina na capital e que o trabalho integrado, envolvendo o poder público e a iniciativa privada, deve ser decisivo para mudar a situação.

Com os novos empreendimentos no setor hoteleiro haverá mudanças no comportamento empresarial, principalmente diante da expectativa quanto aos novos benefícios para o segmento. Pelo menos essa é a avaliação feita por Silvandro Motta, gerente do Hotel Vila Rica em Porto Velho. Segundo ele, os novos empreendimentos tem obrigado os hotéis que já atuam no mercado local a investirem mais em projetos inovadores. “A demanda não deve acompanhar a oferta, mas tudo deve se adequar, principalmente quanto aos novos nichos do mercado, notadamente com a busca da excelência”, ponderou. Na capital, o potencial gastronômico também é muito forte e tem sido um grande diferencial em termos turísticos. “Porto Velho recebe muitos turistas que vem de cidades do interior e de estados vizinhos, sendo a gastronomia uma forte aliada na captação de dividendos no segmento”, destacou Enock Cabral, da Coordenadoria Municipal de Turismo. O Governo tem projetos específicos para impulsionar o setor turístico que, segundo o superintendente estadual de Turismo, Leandro Basílio, precisa de investimentos bem mais consistentes diante do grande potencial existente no estado. “Há municípios com grande potencial turístico, principalmente nas áreas de cultura e lazer, que dependem de maiores incentivos. “Um dos desafios da Setur é aliar o turismo cultural e de lazer ao turismo de negócios. Na verdade, precisamos fazer com que o Brasil conheça nossas belezas naturais e culturais”, complementou o executivo.

Fonte: Chagas Pereira
 

Mais Sobre Turismo

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Sedam discute propostas para fomentar turismo de pesca esportiva em Rondônia

Em benefício do desenvolvimento pesqueiro do Estado, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) se r

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

Governo de Rondônia promulga Lei de Política de Turismo e define estratégias de implementação do Plano Estadual de Turismo

A Lei n° 5.093 que institui a política estadual de turismo em Rondônia, já está em vigor. O texto foi aprovado pelo Poder Legislativo no dia 17 de a

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

Setur abre 3ª edição do “Famtour” para exploração turística do Polo Vale do Jamari

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), anuncia a 3ª edição do “Famtour”, um projeto de familiarização turíst

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

Turismo em Rondônia é destaque na televisão

O turismo de Rondônia ganha destaque mais uma vez na SIC TV, uma das afiliadas mais antigas da RECORD TV no Brasil. “Rolê Especial Verão” estreia se