Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Turismo

Brasileiros de menor renda estão viajando mais pelo país


  
Um levantamento feito pelo Instituto Vox Populi, encomendado pelo Ministério do Turismo, com 2.322 pessoas em 12 capitais, revela que o número de brasileiros que fizeram viagens nos últimos dois anos aumentou 83%, em relação ao total registrado entre 2005 e 2007. Segundo o ministro do Turismo, Luiz Paulo Barreto, esse crescimento ocorreu pela maior participação no consumo de pessoas das classes C e D, de menor renda.

O percentual de pessoas que viajaram subiu dos 32% em 2007 para o atuais 58,8%. “Hoje temos uma nova classe média, que estava fora do mercado consumidor. Hoje não é mais só a classe A e B, a chamada classe média. Temos pessoas que aumentaram a renda e agora viajam”, afirmou Barreto.
O aumento de renda é reflexo do crescimento da economia brasileira nos últimos anos, sobretudo em 2007, e das melhorias no mercado de trabalho.

Segundo a pesquisa, 35,5% das pessoas que viajaram nos últimos dois anos ganham até cinco salários mínimos e 61,1%, até dez salários mínimos. Os entrevistados com ganho acima de dez salários mínimos representaram 38,9% do total. O meio de transporte mais usado são os carros (41,8%), seguidos pelos aviões (33,5%) e ônibus (23,8%).

Entre os destinos preferidos, 64,9% escolhem as cidades de praia, principalmente as da Região Nordeste. A Bahia é o destino escolhido por 11,6% dos entrevistados. Os estados do Sudeste são a opção de 30,3% de quem viaja, sendo São Paulo o mais procurado (10,9%).

Outro dado importante é que 63,2% pagam à vista os custos das viagens, enquanto 36,8% preferem pagar a prazo. A pesquisa também informa que a maioria (78,3%) disse que faz a viagem por conta própria.
A pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 17 de junho e 7 de julho deste ano, em 11 capitais do país: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC); Salvador (BA); Recife (PE); Fortaleza (CE); Brasília (DF) e Goiânia (GO).

Os entrevistados foram divididos em três grupos: clientes atuais (que fizeram algum tipo de viagem nos últimos dois anos); clientes potenciais (que não viajaram nos últimos dois anos, mas pretendem fazê-lo nos próximos dois); e não clientes (que não viajaram e não pretendem viajar nos próximos dois anos). 

Fonte: Secretaria de Comunicação da Presidência da República

Mais Sobre Turismo

Setur se reúne com municípios que integram os pólos turísticos para desenvolver a pesca esportiva em Rondônia

Setur se reúne com municípios que integram os pólos turísticos para desenvolver a pesca esportiva em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), vem realizando reuniões em vários municípios do Estado com o objetivo

Sebrae reúne entidades e comunidade para debater portal turístico em Jaci Paraná

Sebrae reúne entidades e comunidade para debater portal turístico em Jaci Paraná

Jaci Paraná é um distrito distante cerca de 90 quilômetros da sede, a capital Porto Velho, possui cerca de 18 mil habitantes e foi muito impactado c

Setor de turismo é capacitado para a formatação de roteiros em Porto Velho

Setor de turismo é capacitado para a formatação de roteiros em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho realizou mais uma capacitação on-line tendo como foco o fortalecimento da economia no período pós-pandemia. O tema tratado

Setur assina Carta do Turismo na Amazônia durante Simpósio de Pesca Esportiva

Setur assina Carta do Turismo na Amazônia durante Simpósio de Pesca Esportiva

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), assinou a Carta do Turismo na Amazônia durante o primeiro Simpósio de