Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Entregar cinco mil títulos da terra + Exportações crescem + Cadê nosso nióbio?


Entregar cinco mil títulos da terra  + Exportações crescem + Cadê nosso nióbio? - Gente de Opinião

META OUSADA: ENTREGAR CINCO MIL TÍTULOS DA TERRA ATÉ FIM DE MAIO. GOVERNO, ALE, BANCADA FEDERAL E INCRA SE UNEM

Uma reunião no gabinete do governador Marcos Rocha, ocorrida na manhã desta quinta, pode significar o passo inicial para um grande programa de regularização fundiária no Estado, que teria como meta, a curto prazo,  conceder até cinco mil títulos definitivos de áreas rurais, ainda durante a realização da maior feira agropecuária da região norte, a Rondônia Rural Show, que acontecerá em Ji-Paraná, em maio próximo. No encontro, o deputado federal Lúcio Mosquini, coordenador da bancada federal e relator da PEC que trata da Regularização, no Congresso, anunciou que vai conseguir a liberação de 10 milhões de reais, a curtíssimo prazo, para a contratação de servidores emergenciais do Incra, que ficariam responsáveis por acelerar os processos. O presidente da Assembleia, Laerte Gomes,  entrou de corpo e alma no projeto, anunciando, no mesmo encontro, que o Parlamento investirá 5 milhões de reais para que a regularização fundiária dê esse salto, em Rondônia. O Incra foi representado por seu  superintendente regional, Ederson Littig Bruske e pelos  chefes de divisões do órgão, Ubiratan Pereira e José Cunha. Participaram ainda da importante e decisiva reunião, o chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves e o  diretor da Superintendência de Patrimônio e Regularização Fundiária (Sepat), Jorge Luiz Mello da Costa. 

A criação de uma força tarefa do Incra, com servidores emergenciais, com vencimentos e estrutura necessária bancadas pelo dinheiro a ser liberado de emendas de Lúcio Mosquini e de parte da verba de 50 milhões economizada na Assembleia, na administração de Laerte Gomes, depende agora apenas de questões burocráticas e da mudança numa lei que impedia a contratação de emergenciais. Esses detalhes serão corrigidos após o carnaval, ficou definido. A pressa vai beneficiar a milhares de famílias rondonienses, caso seja mesmo efetivada. Mas será também um grande evento político. É que o presidente Jair Bolsonaro prometeu estar na Rondônia Rural Show deste ano. A nova edição da feira acontecerá de 26 a 30 de maio. Viria acompanhado da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Imagine-se só a grandeza do evento: Bolsonaro, ministra, autoridades rondonienses de todos os Poderes e, ainda, a entrega de milhares de títulos definitivos da terra: não seria um daqueles eventos para entrar definitivamente na nossa História? Claro que há gente que acha difícil conseguir atingir esse objetivo em tão pouco tempo. Mas é sempre bom lembrar como os rondonienses são obstinados. Torçamos para que tudo isso realmente ocorra, dentro do previsto. 

 

EM JANEIRO: EXPORTAÇÕES CRESCEM 41 POR CENTO

Você sabe onde fica o Gabão? É um pequeno país localizado a oeste no continente africano, com pouco mais de 2 milhões de habitantes. E é uma das 57 nações que hoje compram produtos de Rondônia. Nossas exportações de carne para lá ainda são incipientes, mas o exemplo serve claramente para mostrar até onde chega nossa carne, considerada uma das de melhor qualidade do mundo. Os números das exportações rondonienses têm atingido percentuais superlativos, com a carne liderando bem à frente, seguida pelas vendas ao exterior de soja e madeira, nessa ordem. Numa comparação com janeiro do ano passado, quando nossas exportações atingiram 69 milhões 124 mil dólares, houve um aumento, para este janeiro de 2020, na ordem de 41 por cento. Os valores faturados com vendas ao exterior, superam os 89 milhões de dólares. Desse valor, quase 73 por cento foram de vendas de carnes desossadas para quase seis dezenas de países. A China foi nosso maior comprador.  E a entrada da nossa carne na Comunidade Europeia é só questão de tempo. Imagine-se onde mais, nesse mundo inteiro, poderemos chegar?

 

CADÊ NOSSO NIÓBIO?

Alguns territórios e países que compram nossos produtos e, que não se ouve falar comumente, como parceiros comerciais brasileiros e onde nossas vendas estão em expansão:  Argélia, Vietnã, Malásia, Cingapura, Líbia, Ilhas Seicheles, Costa do Marfim, Ilhas Maurício, República do Congo, Cuba, Guiana, Equador e Congo. Afora esses, há os mercados mais tradicionais, com quem temos ampliados nossos negócios, como Chile, Egito, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Espanha, Israel, (também vendemos para a Palestina), Itália, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Austrália, México e Canadá. Só a carne (desossada, frescas e congelados), atingiu em janeiro um total de 65 milhões de dólares. ou mais de 73 por cento do total vendido.  A exportação de soja chegou a 4 milhões e 950 mil dólares. A madeira, que já foi nosso maior produto para o exterior, hoje está na nono lugar na pauta das exportações. A única ausência importante na lista de produtos nossos que vão para o exterior é a do nióbio. Esse produto raro na natureza, que custa muito caro e que é abundante em algumas áreas de Rondônia, sai daqui com outro nome, menos nióbio. Não nos deixa nada, mas enriquece muita gente mundo afora....

 

DESTAQUE NACIONAL PARA PORTO VELHO

Porto Velho é a quinta Capital brasileira entre as que estão com a chamada saúde financeira mais ajustada, ou seja, são administradas com equilíbrio e não fazem parte da grande maioria das grandes, médias e pequenas cidades, que estão no grupo que está muito perto da quebradeira generalizada. Uma pesquisa da Consultoria Tendências, coloca Rio Branco como a Capital com maior equilíbrio fiscal; depois vem Palmas, Boa Vista e Curitiba, seguida pela Capital rondoniense. Também estão no mesmo pacote de resultados equilibrados as cidades de Vitória, Aracaju e Manaus. O prefeito Hildon Chaves comemorou a boa nova. Atribuiu a boa performance financeira da Prefeitura no estudo nacional a vários fatores. Entre eles, que resultaram numa vitoriosa austeridade fiscal: combate à corrupção; fim do desperdício de recursos públicos e “o enfrentamento de monopólios encastelados há muito tempo na cidade, a exemplo da máfia escolar”.

 

JUSTIÇA ANULOU INQUÉRITO POLICIAL

O caso envolvendo denúncia de Fake News, tramada  contra o secretário da Casa Civil, Júnior Gonçalves, teve novo capítulo nessa quinta-feira. Depois de encerrado o inquérito policial que apontou três advogados – um deles, o ex adjunto da própria Casa Civil, Luiz Felipe Andrade – um pedido de habeas corpus impetrado pelo escritório em que Andrade atua, foi acatado pela Justiça. Ao mesmo tempo, o juiz Paulo Silas Carvalho, da 1ª Vara Criminal, determinou a nulidade de todo o procedimento realizado pela Polícia Civil, com alegações que ele estava com várias incorreções. O caso já vem desde agosto do ano passado, quando publicações nas redes sociais, mostravam Gonçalves  ofendendo  deputados. Ele negou totalmente a autoria e pouco depois foi aberto inquérito policial para investigar quem seria o responsável pela falsa publicação. O assunto ainda vai longe, porque como o procedimento da polícia civil, comandado pelo delegado  Marcelo Cozac Bonfim, foi considerado nulo no Judiciário, imagina-se que outras medidas e novas investigações serão feitas. Um dos sócios de Luiz Henrique Andrade – é o ainda presidente da Rongas no governo Marcos Rocha, o advogado Richard Campanari. Ele havia renunciado ao cargo no ano passado, mas a pedido do Governador,  permaneceu mais algum tempo. Dia 1º de março próximo deixa em definitivo o posto e disse que jamais pretende se envolver em política novamente.

 

EXPOPORTO NO ESPAÇO ALTERNATIVO?

A segunda edição da ExpoPorto será completamente diferente da primeira, incluindo o local de realização. A primeira grande novidade será o tempo para preparar o evento. Para a volta da exposição agropecuária de Porto Velho, promovida pelo Governo do Estado, o secretário da Sejucel, Jobson Bandeira não terá apenas os 45 dias que teve em 2019. Agora, serão mais de seis meses, já que a festa está programada para agosto próximo. E ela não será mais no Parque dos Tanques, porque o local está tomado por obras. Entre elas, a do futuro Centro de Convenções do Estado. As opções começam a ser analisadas. A primeira, por enquanto, é a área do futuro estacionamento do Espaço Alternativo, projetado para mais de dois mil carros, mas que até agora está longe de ficar pronto. Poderão surgir outras possibilidades. A data definitiva também ainda não está certa, embora a edição número 2 da ExpoPorto deva ser mesmo em agosto. A primeira reunião preparatória já foi realizada. Vem muita novidade por aí...

 

NA TERRA DOS CORONÉIS, O POVO É QUEM SOFRE

A baderna que toma conta do Ceará, um dos mais importantes Estados brasileiros, principalmente pelas suas imensas belezas sem fim e pelo mar caribenho, tem piorado muito, graças a algumas das suas tresloucadas lideranças e à insegurança que domina sua população. E, obviamente, os milhares e milhares de turistas que recebe. O motim da Polícia Militar, que exige melhorias salariais e pressiona o governador petista Camilo Santana e  chegou ao ápice com o gesto maluco e sem sentido do “coronel” Cid Gomes, que tentou invadir o quartel da PM com uma retroescavadeira e foi baleado duas vezes, embora até agora não corra risco de morte. Grupos mascarados e fortemente armados obrigam comerciantes a fecharem suas portas. O Ceará é o Estado brasileiro onde o PCC, por exemplo, mais cresce em todo o país. A segurança pública é uma tragédia. A guerra nos presídios, entre facções rivais, chega perto do incontrolável.  O presidente Bolsonaro autorizou o envio das Forças Armadas e há quem diga que pode haver confronto, porque os PMs amotinados, cuja greve foi considerado totalmente ilegal, não aceitam qualquer diálogo. Pobre cearense, povo pobre e sofrido, que ainda tem que aguentar tudo isso e ainda líderes políticos como os irmãos Gomes, já que Ciro também é um doido ainda não internado. Um horror!

 

UM CARNAVA SEM EFEITOS COLATERAIS!

O carnaval bate às portas. Aliás, é sempre bom lembrar que nesse sábado, a partir do meio da tarde, a Banda do Vai Quem Quer sai pelo quadragésimo ano consecutivo, levando consigo uma multidão nunca menor do que 100 mil pessoas, incluindo muita gente que vem do interior  do Estado mas também do Acre, apenas para participar da maior festa popular do Carnaval da região norte. Inúmeros blocos menores já saíram às ruas e ainda sairão, até o fim da festa, na quarta-feira de cinzas. A festa anual, que ainda mexe com o brasileiro, sempre traz consigo o efeito colateral da violência, das brigas, das mortes e do trânsito, que já é doido, mas que fica muito pior, com os bêbados invadindo ruas, avenidas, estadas e rodovias, colocando em risco a vida de todos os que vêm pela frente. Polícia nas ruas; Polícia Rodoviária nas estradas e rodovias; sistema de segurança em alerta: tudo isso tem que funcionar,  porque nesses tempos de violência e desrespeito aos direitos alheios, sempre tem os que vão à festa para infernizar a festa dos outros. Espera-se festa, alegria, paz. Nada mais.... 

 

PERGUNTINHA

O que você, que tanto precisa acorrer aos serviços bancários, acha da decisão dos bancos de fecharem durante cinco dias seguidos,  durante todo o Carnaval?

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Manter o isolamento total ou abrir para que as empresas + Ariquemes abre suas portas + Perigo! Tem gente furando a quarentena

Manter o isolamento total ou abrir para que as empresas + Ariquemes abre suas portas + Perigo! Tem gente furando a quarentena

MANTER O ISOLAMENTO TOTAL OU ABRIR PARA QUE AS EMPRESAS E OS MILHÕES DE EMPREGOS SOBREVIVAM?De um lado, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Trib

Corona vírus tira um nome forte da briga pela prefeitura da capital + Dar não, mas tirar é a especialidade + Câmaras aumentam salários ilegalmente?

Corona vírus tira um nome forte da briga pela prefeitura da capital + Dar não, mas tirar é a especialidade + Câmaras aumentam salários ilegalmente?

GUERRA AO CORONA VÍRUS TIRA DA BRIGA PELA PREFEITURA DA CAPITAL  O NOME PREFERIDO DO GOVERNO  Ele é um dos principais nomes do governo Marcos Rocha.

O brasileiro virará as costas a quem o enganou + Rocha: “o medo nos deixa cegos”! + Nove casos, dois curados e uma morte

O brasileiro virará as costas a quem o enganou + Rocha: “o medo nos deixa cegos”! + Nove casos, dois curados e uma morte

MAIS DIA, MENOS DIA, O BRASILEIRO VIRARÁ AS COSTAS A QUEM O ENGANOU, MENTIU E LUDIBRIOU DURANTE TANTOS ANOSDependendo da fonte da notícia, você entra

Médico francês diz que descobriu cura para o corona + Mosquini diz que bolsonaro tem que liderar + Ariquemes: disputa duríssima

Médico francês diz que descobriu cura para o corona + Mosquini diz que bolsonaro tem que liderar + Ariquemes: disputa duríssima

HÁ 13 ANOS, MÉDICO FRANCÊS DIZ QUE DESCOBRIU CURA PARA O CORONA, INCLUINDO O QUE TRANSMITE A COVID 19Ele parece um daqueles cientistas malucos de fil