Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Semusa realiza programação especial na semana do Alimento



De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), milhões de pessoas ficam doentes e centenas morrem todos os dias por causa de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA). Com o objetivo de reduzir estes índices, a OMS quer enfatizar e divulgar as medidas simples de higiene e cuidados na manipulação de alimentos. Para colocar em prática o apelo da Organização Mundial de Saúde, a prefeitura de Porto Velho vai realizar a Semana do Alimento Saudável, com uma programação especial que será desenvolvida pela secretaria municipal de Saúde através do Departamento de Vigilância Sanitária - Divisão de Vigilância de Alimentos. De acordo com a programação, as atividades vão ser desenvolvidas de 13 a 16 de outubro de 2009 com abertura oficial na terça feira, 16, às 08:30hs na creche Irmãs Marcelinas, no bairro Embratel. 

As atividades como palestras, distribuição de folders, camisetas e exibição de filmes produzidos pela Fiocruz, serão realizadas em escolas para estudantes do ensino fundamental e médio e em alguns estabelecimentos comerciais, para donas de casa, consumidores em geral e manipuladores de alimentos. Segundo dados do Ministério da Saúde, os surtos mais freqüentes de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) acontecem em residências, restaurantes, instituições de ensino, refeitórios, festas, unidades de saúde e pequenos comércios ambulantes entre outros. Somente nas escolas inseridas na programação, os coordenadores têm a meta de atingir mais de 2.200 alunos da rede municipal de ensino. 

Considerando que a alimentação saudável é fator determinante para a saúde do indivíduo, que reflete diretamente na qualidade de vida e nos indicadores de saúde, mas que grande parte da população desconhece a importância da segurança alimentar como meio de evitar doenças, a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA quer marcar o dia 16 de Outubro como o DIA DO ALIMENTO e para isso determinou que as Vigilâncias Sanitárias Estaduais e Municipais desenvolvam ações simultaneamente em todo o país, voltadas especificamente para a segurança alimentar. 

“Nós precisamos despertar na comunidade em geral a consciência sanitária e a importância do alimento saudável para a saúde, ao mesmo tempo em que divulgamos amplamente os princípios básicos de segurança alimentar e assim, vamos minimizar os riscos de ocorrência de doenças transmitidas por alimentos, as DTAs pouco conhecidas pela população em geral”, alertou o diretor de Vigilância Municipal , Ronald Gabriel.

Fonte: Nara Vargas

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr