Porto Velho (RO) terça-feira, 24 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Incentivo ao pré-natal para reduzir doenças graves


Lúcio Albuquerque

Um programa de incentivo à realização de exame pré-natal, visando evitar que crianças possam nascer com doenças gravez que as limitem para o resto de suas vidas, ou até concorram para a morte prematura, já está sendo desenvolvido em 51 municípios do Estado - apenas Porto Velho está fora em razão de não ter sido fechado o convênio para tal.

O programa é aplicado numa parceria do IPED, APAE, Secretaria de Estado da Saúde, Secretarias Municipais de Saúde, com apoio do programa SUS. Ele se direciona a que gestantes façam o pré-natal e através da coleta de material, que pode ser feito num posto de saúde, se identifiquem doenças diversas, como hepatite, fenilcetonúria, chagas, HIV e mais 12 delas.

Segundo a bioquímica Jaqueline Silva, esse programa oferece todas as condições para que a gestante, no momento do parto, possa ter um atendimento diferenciado, caso seja identificada durante o pré-natal alguma doença dentro do quadro previsto pelo teste.

"O programa facilita o diagnóstico dessas doenças, reduzindo os riscos do bebê e da gestante", explicou a bioquímica, lembrando que ele vai permitir também ampliar as possibilidades de identificação de doenças através do Teste do Pezinho que é coordenado na região pela Nativida.

"A diferença favorável é que o programa de incentivo ao pré-natal permite que o médico tenha conhecimento antecipado de doenças que uma gestante tenha absorvido e, também, que pode até realizar o tratamento, o que vai reduzir casos de crianças nascendo com males que, depois, irão prejudicá-la pelo resto da vida", disse o bioquímico José Mourão, do Nativida.

Mais Sobre Saúde

Justiça defere liminar suspendendo paralisação dos servidores da saúde

Justiça defere liminar suspendendo paralisação dos servidores da saúde

Em razão da pandemia da Covid-19, o Governo, por intermédio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), propositou ação, junto ao Tribunal de Justiça de Ro

Campanhas de vacinação entram na reta final com baixa adesão da população de Porto Velho

Campanhas de vacinação entram na reta final com baixa adesão da população de Porto Velho

As campanhas de multivacinação, sarampo e poliomielite chegam na reta final com baixa procura da população de Porto Velho. Crianças e adolescentes m

1° Simpósio Rondoniense de Emergências Psiquiátricas é adiado para 27/11

1° Simpósio Rondoniense de Emergências Psiquiátricas é adiado para 27/11

Obedecendo a determinação do Decreto Estadual de N° 24.871, de 16 de março de 2020, assinado pelo Governador do Estado de Rondônia, o qual define medi