Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Saúde

Governo de RO reforça parceria com Inca para melhorar qualidade das informações sobre tratamentos de câncer


O objetivo é melhorar a qualidade das informações relativas aos casos de cânceres diagnosticados e tratados em Rondônia - Gente de Opinião
O objetivo é melhorar a qualidade das informações relativas aos casos de cânceres diagnosticados e tratados em Rondônia

Com o objetivo de  melhorar a qualidade das informações relativas aos casos de cânceres diagnosticados e tratados em Rondônia, a  pesquisadora e epidemiologista da Divisão de Vigilância e Análise de Situação, Coordenação de Prevenção e Vigilância, do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Marianna de Camargo Cancela, se reuniu na segunda-feira (27), no auditório da Agência Estadual de Vigilância em saúde de Rondônia (Agevisa), com dirigentes e gestores de hospitais públicos e privados que atuam no tratamento dos vários tipos de cânceres para conhecer suas rotinas e falar sobre a importância de melhorar a qualidade das informações que chegam ao Ministério da Saúde e à Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc), com foco no uso das informações na pesquisa científica e implementação de políticas eficazes de prevenção do câncer.

O diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima destacou a importância da parceria com o Instituto Nacional do Câncer. “Quem trabalha com esse tipo de agravo trabalha com a esperança das pessoas. Daí a necessidade de fortalecermos os serviços de acolhimento num momento tão delicado  da vida”, evidenciou.

Representantes da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), e a presidente da Associação de Assistência em Saúde São Daniel Comboni (Assdaco), Vera Lúcia Bianchini de Cacoal, também estiveram presentes na reunião.

VISITAÇÕES

Na terça-feira (28), a epidemiologista, Marianna de Camargo visitou o setor de oncologia do Hospital de Base, e de hospitais particulares. Na quarta-feira (29), a pesquisadora e equipe da Agevisa estiveram no Hospital do Amor, em Porto Velho.

Conforme as análises apresentadas pela representante : são duas as formas de informações sobre os casos de cânceres. O Registro de Câncer de Base Populacional (RCBP) de Rondônia fornece dados sobre o câncer em todo o estado, e os Registros Hospitalares de Câncer (RHC) que fornecem informações sobre casos de câncer diagnosticados e tratados em hospitais habilitados, tendo finalidades administrativa e de avaliação da assistência oncológica, além de fornecer referências ao RCBP.

De acordo com o coordenador do RCBP da Agevisa, Maurício Marinho, esses registros constituem importantes ferramentas da vigilância de câncer e caracterizam-se como centros de coleta, armazenamento, processamento e análise das informações de pacientes com diagnóstico confirmado de câncer.

Em Rondônia existem dois tipos de referência, em tratamento do câncer: o Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) e a Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon). O objetivo desses centros é oferecer assistência integral, geral e especializada, ao paciente. E atuam no diagnóstico e tratamento do paciente, independentemente de ser um estabelecimento de saúde pública ou privada.

NOTIFICAÇÃO

A técnica do Inca se reuniu, na terça-feira, com o secretário-adjunto de estado da saúde, Élcio Baroni, oportunidade na qual sugeriu a edição de uma portaria para estabelecer um fluxo para que os serviços de saúde notifiquem às autoridades sanitárias, os casos de laudos que confirmem o diagnóstico de câncer. “Existe uma lei já aprovada pelo Congresso Nacional, nesse sentido, porém, ainda não foi regulamentada pelo governo. É vital para se entender o impacto da doença, os riscos que aumentam sua incidência e o alinhamento com a Política Nacional de Atenção Oncológica”, pontuou.

Gente de OpiniãoDomingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Rio baixo e barranco alto tornam ainda mais desafiador o trabalho dos profissionais a bordo da embarcação

Rio baixo e barranco alto tornam ainda mais desafiador o trabalho dos profissionais a bordo da embarcação

A jornada do Barco Saúde Dr. Floriano Riva Filho, uma iniciativa da Prefeitura de Porto Velho, completou seu 4º dia de atendimentos no baixo Madeira.

Embarcação chega ao distrito de Nazaré para dois dias de atendimentos especializados

Embarcação chega ao distrito de Nazaré para dois dias de atendimentos especializados

O Barco Saúde Dr. Floriano Riva Filho, da prefeitura de Porto Velho, chegou ao distrito de Nazaré nesta quarta-feira (19) para dois dias de atendiment

Gente de Opinião Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)