Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Em visita a Rondônia, diretoria do CFM aponta alternativas para melhorar saúde



O Conselho Federal de Medicina (CFM) apontou nesta terça-feira, durante visita de sua diretoria a Porto Velho, capital de Rondônia, duas alternativas para melhorar o sistema de saúde no Brasil. A primeira é criar a carreira de estado para os médicos brasileiros e a segunda é a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 29 – paralisada nos escaninhos do Congresso Nacional – garantindo maior aporte de recursos para o Governo financiar o setor.

De acordo com o presidente do CFM, Roberto Luiz d’Avila, com essas medidas se resolveria a questão da falta de médicos em pequenos municípios e a tão alegada falta de recursos financeiros para ampliar o atendimento à população. Em visita a Rondônia com toda sua diretoria para cumprir mais uma etapa do programa de gestão itinerante implantado na atual gestão, a diretoria do CFM se reuniu com diretoria e conselheiros do CRM e visitou o maior hospital do Estado – um dos maiores da Amazônia, o hospital de Base Ary Pinheiro.

Mas essas medidas, aponta o presidente do CFM, terão de se acompanhadas de várias outras políticas públicas para tirar o setor de saúde do eterno déficit que se verifica em todas as regiões do país. Algumas delas, segundo Roberto d’Ávila, são bem conhecidas como ampliar a atenção à saúde básica e melhorar a capacitação dos gestores públicos e dos funcionários da saúde como um todo.

Acrescentando que o objetivo da visita a Rondônia – assim como nos outros estados – é aprofundar o conhecimento da realidade da saúde brasileira, a diretoria do CFM se reuniu com o secretário estadual de Saúde, Milton Moreira e debateu com os conselheiros do Cremero questões relacionadas à qualidade do ensino médico, problema de local para estágios dos acadêmicos de medicina e as condições de trabalho oferecidas aos médicos.

A comitiva do Conselho Federal de Medicina que chega a Rondônia na próxima terça-feira é composta pelos seguintes diretores: Roberto Luiz D'Ávila – presidente; Carlos Vital – vice-presidente; José Hiran da Silva Gallo – tesoureiro; Frederico Henrique de Melo – 2º tesoureiro; José Fernando Maia Vinagre – corregedor; José Albertino Souza - vice-corregedor; Henrique batista e Silva – secretário-geral; Desire Carlos Callegari – 1º secretário; Aloísio Miranda – 2º vice-presidente.

Carlos Araújo – MTb 162-RO
 

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr