Porto Velho (RO) quinta-feira, 13 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Saúde

Doenças raras: teste do pezinho ampliado é fundamental para o diagnóstico precoce


Mariana Carvalho foi favorável ao PL aprovado na Câmara que amplia o número de doenças detectadas pelo teste no SUS - Gente de Opinião
Mariana Carvalho foi favorável ao PL aprovado na Câmara que amplia o número de doenças detectadas pelo teste no SUS

A Deputada Federal Mariana Carvalho foi uma das defensoras, na Câmara, da ampliação do teste do pezinho. Um Projeto de Lei aprovado pelos Deputados, com o voto favorável da parlamentar de Rondônia, pretende garantir, pelo SUS, o teste ampliado, que poderá detectar mais de 70 doenças em recém-nascidos. O exame atual oferecido pela rede pública pesquisa apenas 6 delas. 

 teste do pezinho é obrigatório e gratuito em todo o território nacional e tem como objetivo a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças. Mas, o teste ampliado é realizado apenas na rede particular. Se o PL 5043/20 for aprovado pelos senadores e sancionado pelo Presidente da República, o SUS deverá ofertá-lo. 

Atualmente, o teste oferecido pelo sistema público busca identificar as seguintes doenças: Fenilcetonúria; Hipotireoidismo Congênito;Doença Falciforme e Hemoglobinopatias; Fibrose Cística; Hiperplasia Adrenal Congênita; Deficiência de Biotinidase.

Pelo projeto, que prevê a inclusão escalonada de doenças a serem pesquisadas, o teste do pezinho também identificará em uma primeira fase: a toxoplasmose congênita e outras hiperfenilalaninemias, além das já previstas atualmente; em uma segunda etapa será a vez das galactosemias, aminoacidopatias, distúrbios do ciclo da uréia, distúrbios da beta oxidação dos ácidos graxos; na terceira etapa: doenças lisossômicas; na quarta etapa: imunodeficiências primárias; e na quinta etapa: atrofia muscular espinhal (AME).

Uma das principais vozes dos pacientes raros no Congresso Nacional, Mariana Carvalho afirma que a detecção precoce das doenças raras é fundamental para que as famílias possam buscar conhecimento sobre tratamentos e ofertar uma boa qualidade de vida aos pacientes. “Sua implantação vai, inclusive, evitar os altos custos de internações e de outras consequências do diagnóstico tardio”, explica. 

O Projeto de Lei apoiado pela Deputada é de autoria do Deputado Dagoberto Nogueira (PDT-MS) e foi relatado por Marina Santos (SD-PI).  A proposta especifica os grupos de doenças que precisam ser testados e estabelece ainda a necessidade de revisão periódica e a obrigação de informar às gestantes sobre o programa de triagem neonatal.

O texto prevê que a ampliação do número de enfermidades testadas será feita de forma gradual por não considerar “possível ou viável” a expansão imediata, diante da dificuldade de alguns estados para atender o sistema atual. 

VACINAÇÃO

Mariana Carvalho lembra que, com a pandemia, a vida dos pacientes raros ficou ainda mais difícil. Segundo ela, há mais de um ano, boa parte dos pacientes se viu forçada a abandonar acompanhamentos e exames devido ao medo e risco de contágio da Covid-19. 

Diante desse cenário, a parlamentar solicitou ao Ministério da Saúde que os pacientes com doenças raras estejam incluídos nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19. “Essa é uma necessidade urgente para os pacientes”.

Mais Sobre Saúde

Terceira fase do Plano Nacional de Imunização segue novas orientações do Ministério da Saúde

Terceira fase do Plano Nacional de Imunização segue novas orientações do Ministério da Saúde

A Prefeitura de Porto Velho, seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI), segue com a vacinação de pessoas com comorbidades. O atendimento cumpre or

Vacinação contra a covid-19 em grávidas sem comorbidades é suspensa em Rondônia

Vacinação contra a covid-19 em grávidas sem comorbidades é suspensa em Rondônia

Seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde (MS), o Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), orientou às

Profissionais de Porto Velho destacam a importância do enfermeiro durante a pandemia

Profissionais de Porto Velho destacam a importância do enfermeiro durante a pandemia

O Dia Internacional da Enfermagem, celebrado neste 12 de maio, deixa evidente o trabalho dos profissionais que têm papel relevante na saúde da populaç

No Dia da Enfermagem, profissionais falam sobre suas experiências na linha de frente contra a covid-19

No Dia da Enfermagem, profissionais falam sobre suas experiências na linha de frente contra a covid-19

Neste dia 12 de maio é celebrado o Dia Internacional da Enfermagem, também conhecido como Dia Mundial do Enfermeiro, data escolhida para homenagear a