Porto Velho (RO) sábado, 28 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

SindSaúde: Gov é condenado à multa de 100 mil por dia


 Atendendo ao requerimento feito pelo SINDSAÚDE nos autos do processo nº 0003836-75.2012.8.22.0000, o Desembargador Walter Waltemberg, do Tribunal de Justiça de Rondônia, proferiu despacho na última segunda-feira (25) reconhecendo que o Governo do Estado não encaminhou o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração da categoria da saúde à Assembleia Legislativa para votação.

No mesmo despacho o Desembargador também reconheceu, conforme o SINDSAÚDE vinha afirmando desde o início deste ano por meio de várias petições nos autos, que essa omissão configura desobediência ao acordo judicial firmado em 22.05.2012, data em que foi amigavelmente encerrada a greve da categoria da saúde. Para que os servidores voltassem ao trabalho o Governo se comprometeu a encaminhar o texto do PCCR à Assembleia Legislativa até o dia 25.10.2012, mas não cumpriu o compromisso.

Em razão da desobediência o Desembargador atendeu ao pedido do SINDSAÚDE e fixou o prazo improrrogável de 30 dias para encaminhamento do PCCR à Casa de Leis, sob pena de multa diária de R$ 100.000,00 (cem mil reais), determinando ainda que o valor da multa deve ser revertido em favor dos filiados do SINDSAÚDE, dividido em partes iguais para cada um.

O presidente Caio Marin comemorou a decisão, e desabafou: “infelizmente o Governo demonstra não ter interesse em cumprir os acordos firmados, o que nos obriga a buscar na Justiça os direitos dos filiados, acarretando demora e prejuízos aos trabalhadores. De agora em diante, todos os nossos acordos com o Estado terão uma cláusula estabelecendo multa em caso de descumprimento. O Tribunal de Justiça do Estado está de parabéns pela corajosa decisão, e agora, com a multa diária estabelecida, temos certeza de que o Plano de Carreira da saúde se tornará uma realidade”, concluiu.

Veja a íntegra da decisão:

DESPACHO DO RELATOR

Número do Processo :
Processo de Origem : 0003836-75.2012.8.22.0000

Vistos.

O Estado de Rondônia ajuizou medida cautelar em face do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde - Sindsaúde e outros, na qual pretendeu fosse reconhecida a ilegalidade do movimento grevista deflagrado pela categoria.

Houve realização de audiência de justificação prévia e tentativa de conciliação, na qual o Estado de Rondônia se obrigou a cumprir:

- implementação de aumento salarial de 2,5% em agosto e 2,5% em outubro de 2012, e um aumento de 2,5% em março de 2013;
- encaminhamento do PCCS à Assembleia Legislativa com a participação dos sindicados na elaboração do projeto;
- curso de aperfeiçoamento;

Contudo, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde - Sindsaúde veio aos autos informar o não cumprimento do acordo quanto ao envio do PCCS à Assembleia Legislativa, o que foi ratificado pelo Presidente da Casa de Leis.

Instado a manifestar-se quanto à omissão alegada, o Estado de Rondônia deixou transcorrer in albis o prazo, conforme certidão de fls. 936.

Nesse contexto, em face da reiterada omissão no cumprimento do acordo homologado judicialmente, reabro o prazo de 30 dias para o Estado de Rondônia comprovar o envio do PCCS à Assembleia Legislativa de Rondônia.

O artigo 461, § 5º, do CPC, autoriza a fixação de multa como meio a efetivar o cumprimento da decisão, razão por que imponho, desde já, multa diária no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) a ser creditada, de forma proporcional, em favor dos servidores filiados ao Sindicato da Saúde, que será devida a partir do fim do prazo fixado para a implementação voluntária.

Nesse sentido, é a jurisprudência:

IMPUGNAÇÃO AO CUMPRIMENTO DE SENTENÇA. DESCUMPRIMENTO DE ACORDO HOMOLOGADO JUDICIALMENTE E DE ORDEM JUDICIAL. ASTREINTES. REDUÇÃO. Os §§ 4º e 5º do art. 461 do CPC possibilitam ao magistrado a emissão de comando judicial a ser cumprido sob pena coercitiva de multa. Se a parte a quem se dirige a ordem pretende não vê-la incidir, basta atender a determinação no prazo assinado. (...)
(TJ-RS - AC: 70045238839 RS , Relator: Paulo Sérgio Scarparo, Data de Julgamento: 27/10/2011, Décima Sexta Câmara Cível, Data de Publicação: Diário da Justiça do dia 01/11/2011)
ACORDO HOMOLOGADO EM JUÍZO – DESCUMPRIMENTO – MULTA“Há de ser mantida a condenação em multa pelo descumprimento de acordo homologado em juízo, sobretudo quanto à aplicação do art. 413 do Código Civil demonstrado o cumprimento parcial da obrigação – Sentença mantida – Recurso Improvido”. (Turma Recursal / Passos – Rec. 0479.06.119..430-0 – Rel. Juarez Raniero. J. 26/03/2007). Boletim nº 97

EXECUÇÃO Descumprimento de acordo homologado judicialmente. Transação pactuada de forma objetiva. Pagamento de valor menor que o pactuado Descabimento - Impossibilidade de desconstituição, em sede recursal, de acordo homologado judicialmente - RECURSO N O PROVIDO. (Apelação Cível nº 0365662-86.2010.8.26.0000, Relator: Renato Rangel Desinano, Data de Julgamento: 28/04/2011, 11ª Câmara de Direito Privado, Data de Publicação: 03/05/2011)

Juntadas informações nos autos ou decorrido o prazo acima estipulado, retornem os autos conclusos para as providências necessárias.

Publique-se.
Intime-se.
Cumpra-se.

Porto Velho, 25 de novembro de 2013.

Desembargador Walter Waltenberg Silva Junior
Relator


 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes articula reunião com representantes da agroindústria de Rondônia, Idaron e Sefin

Presidente Laerte Gomes articula reunião com representantes da agroindústria de Rondônia, Idaron e Sefin

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), junto com os deputados Ismael Crispin (PSB), Cássia Muleta (Pode) e Chiquinho da Emater a

Deputados votam a LDO para 2021, com quatro emendas

Deputados votam a LDO para 2021, com quatro emendas

Os deputados estaduais aprovaram, em sessão extraordinária nesta terça-feira (24), o PL 557/20, que dispõe sobre as Diretrizes para a elaboração da Le

Sargento Eyder Brasil defende local digno de trabalho aos policiais do 5º BPM  e cobra desburocratização

Sargento Eyder Brasil defende local digno de trabalho aos policiais do 5º BPM e cobra desburocratização

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (24), o deputado estadual Sargento Eyder Brasil (PSL) defendeu um local digno de trabalho aos policia

Vereadora Cristiane Lopes cobra melhorias para bairros da Capital

Vereadora Cristiane Lopes cobra melhorias para bairros da Capital

A vereadora Cristiane Lopes (progressistas), mesmo em campanha do segundo turno rumo à prefeitura de Porto velho, não parou com os seus trabalhos le