Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Semtran esclarece dúvidas sobre tarifa



 

O secretário municipal de Transportes e Trânsito de Porto Velho (Semtran), Itamar Ferreira, participou como convidado, de uma reunião com vários representantes de Sindicatos da capital. A pauta foi o recente aumento da tarifa de ônibus coletivo de R$ 2,30 para R$ 2,60. A reunião aconteceu na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), na tarde desta terça-feira, 11.

O presidente da CUT, Edirseu Jonas de Almeida, conduziu a pauta que foi aberta aos presentes para expor seus posicionamentos sobre o assunto. Itamar ouviu atentamente os sindicalistas que trouxeram opiniões contra e a favor do assunto. Um ponto importante destacado por Edirseu foi que “o Itamar não está aqui mais como presidente da CUT, agora ele é governo e mesmo pertencendo ao Sindicato vamos cobrar o que tiver que ser cobrado e apoiar no que for necessário. Quem está aqui conosco não é mais o Itamar e sim o secretário municipal da Semtram, isto tem que ficar bem claro”, destacou.

Itamar apresentou detalhes sobre o assunto, que foram muito além do fato da nova tarifa. Ele explicou sobre o tema, tendo como base o raciocínio da avaliação entre pontualidade e qualidade dos serviços prestados em Porto Velho, e a forma como isto interfere nos valores das tarifas. O secretário também fez comparações sobre o transporte coletivo de Porto Velho com os das capitais de Manaus, Rio Branco, São Paulo e Curitiba. “Para a maioria dos usuários desses serviços o valor não é a principal preocupação e sim a pontualidade, a qualidade e depois o valor da tarifa. Isso se explica porque dentre outros, dois fatores são principais: o primeiro, que uma parte expressiva dos usuários utiliza o vale-transporte, cujo valor é pago pelos patrões em sua totalidade ou em sua maior parte; o segundo é que 32% dos usuários têm gratuidade, os estudantes são 21% dos passageiros e pagam meia passagem, os idosos correspondem a 6% e 5% dos portadores de necessidades especiais têm passe livre”, apontou.

Sobre a qualidade dos serviços prestados, “eu sempre achei e o prefeito Roberto Sobrinho também, que os serviços prestados para os usuários na capital não é boa e precisa melhorar. Mas este é o principal problema de toda grande cidade brasileira. Mas estamos buscando meios para mudar esta realidade”, disse.

Contrapartidas

O secretário destacou duas contrapartidas importantes no campo da tecnologia para melhorar o sistema, uma é a bilhetagem eletrônica e a outra é o GPS em 100% da frota. A bilhetagem, cujas informações passarão a ser repassadas diretamente das catracas/validadores dos ônibus para a Semtran, permitirá análise como horário de inicio do “balão”; quantidade e tipo do vale-transporte, estudante, etc, de passageiros por ônibus e linha; horários de embarque; dados sobre a integração, entre outras informações. A previsão de implantação é de 60 dias para estar em funcionamento.

A instalação do sistema GPS, que é o mesmo utilizado para localizar veículos roubados, estará concluída até o próximo mês de maio e contará com uma central de controle dentro da Semtran. Através desta tecnologia será possível saber em tempo real e a qualquer hora do dia ou da noite sobre a localização exata de cada ônibus da frota. Serão identificados se estão na garagem, no ponto final, fazendo o percurso da linha, se não parou em uma parada, se houve desvio de rota ou se não completou o “balão”.

Malha Viária

De acordo com os dados apresentados por Itamar, a malha viária atende hoje mais de 90% das linhas. E sobre as contrapartidas está previsto o aumento de 10% da frota até o final de 2011, todos os ônibus novos com acessibilidade para cadeirantes; trinta e três novos abrigos e a construção do Terminal Central na Rua Euclides da Cunha, que começará a construção assim que a prefeitura liberar o terreno. A prefeitura investirá este ano, em mais de cinqüenta novos abrigos e também a construção do Terminal do Hospital de Base. Ainda dentro das contrapartidas, o trânsito da Rua José Amador dos Reis, será transformado em mão-única, ampliação dos corredores exclusivos para ônibus e outras intervenções de engenharia de tráfego.

Desoneração

Itamar apresentou como é possível reduzir o valor da tarifa. “É preciso que haja parceria do governo do Estado, através de incentivos de impostos e custeio da gratuidade estudantil. No caso do Governo Federal, atualmente está em debate no Congresso Nacional, um Projeto de Lei sobre a desoneração do transporte coletivo, através de incentivos como a redução de imposto (IPI)”. Ele ainda apontou, como “o que define o valor de uma tarifa são duas questões principais: os custos de manutenção do sistema e quem paga estes custos. Em São Paulo, por exemplo, para manter a tarifa em “apenas” R$ 3,00 haverá em 2011, um subsidio de R$ 743 milhões; em Manaus o Estado isenta o ICMS do diesel e o IPVA para ônibus, aqui não temos nenhuma ajuda do governo de Rondônia para o transporte público municipal”, destacou.

Participaram da reunião os representantes dos sindicatos dos taxistas, trabalhadores rodoviários, vigilantes, bancários, motoristas e cobradores, dos estudantes, das telefônicas, terceirização entre outros e membros da CUT.

Fonte:  Fabrícius Bariani
 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom