Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Região da 429 retoma seu lugar na era Cassol


O Vale do Guaporé e as cinco cidades existentes ao longo da BR-429 têm sido, historicamente, vítimas de profundo esquecimento por parte dos governantes. Por causa da distância geográfica, do isolamento natural, do relevo acidentado e de haver apenas uma rodovia a ligar a região ao resto do Estado, Alvorada do Oeste, São Miguel do Guaporé, Seringueiras, São Francisco do Guaporé e Costa Marques ficaram sempre em terceiro ou quarto plano na hora da repartição dos recursos estatais.

Os cinco municípios ocupam área de 30.757 km2, ou 13% do território rondoniense. Entretanto, seus habitantes, somados, não chegam a 95 000 pessoas, menos de 6% da população do Estado. Com apenas 49.970 eleitores, as cidades da BR-429 sempre estiveram em posição inferior na disputa por recursos com a Zona da Mata ou o Cone Sul - que são mais próximos, ricos e povoados.

Esta história tem mudado paulatinamente desde 2003, com a mudança no comando do Poder Executivo estadual. Durante a campanha, o então candidato ao Governo do Estado pela primeira vez, Ivo Cassol, dizia: “Vou trabalhar por todos os municípios, independente de cor partidária, vendo o benefício que cada um precisa”.

Eleito, foi preciso esperar algum tempo para avaliar a extensão da verdade de suas palavras. Passados 30 meses, e hoje novamente na disputa pelo cargo, o retrospecto 2003-2006 mostra que Ivo fez daquela região o alvo de ações incisivas e articuladas, capazes de lançar a base de um novo ciclo de desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida para 100 000 rondonienses.

A começar pela BR-429, que é, de fato, ali, a artéria vital. A soma dos investimentos feitos na conservação e manutenção da BR-429 durante a gestão Cassol chega a exatos R$ 9.402.694,79. Apenas a construção da ponte em concreto de 120 metros sobre o rio Muqui custou R$ 1,669.797,53.

Os constantes alagamentos na época das chuvas, que sempre interrompiam o tráfego, foram drasticamente reduzidos, com a construção de bueiros celulares duplos e triplos em concreto armado, as chamadas galerias pluviais. Eles substituíram as velhas tubulações, enterradas há décadas, em 24 pontos diferentes da rodovia federal, consumindo recursos no valor de R$ 1.848.084,96.

O cascalhamento e o patrolamento dos 49,8 quilômetros entre São Miguel e Nova Brasilândia consumiram R$ 424.097,78 em 2004, R$ 623.023,32 em 2005 mas, a partir deste ano, o trabalho não será mais necessário: o trecho está sendo asfaltado, num investimento de R$ 18.592.972,49.

Na área da Educação, da Saúde e da Segurança Pública, os números alcançam R$ 3.512.115,19, assim distribuídos: a Escola Oswaldo Piana, em Seringueiras, ganhou quadra coberta (R$ 179.112,57); em Costa Marques e Alvorada foram reformadas as escolas Santa Ana (R$ 116.219,84), General Sampaio (R$ 215.864,07) e Gomes Carneiro (R$ 295.846,01). A mesma Costa Marques ganhou novos equipamentos para o Posto de Saúde do distrito de São Domingos, teve sua ambulância 100% reformada, recebeu um aparelho de ultrassom e passou a contar com uma unidade de transfusão de sangue em seu hospital municipal, assim como Alvorada do Oeste e Seringueiras tiveram ampliadas suas Unidades Mistas, para as quais foram enviados móveis e equipamentos. Também foram retomadas as obras do mini-hospital de São Francisco, abandonadas desde 1998. As delegacias de Polícia Civil de Alvorada e Costa Marques foram reformadas, receberam viaturas, armas, munições e equipamentos de defesa pessoal.

“Nesta caminhada que estamos começando a partir de agora, quero reafirmar o que disse no início do meu governo: vou trabalhar vendo o que cada município necessita, e não se o prefeito é ou não do nosso grupo”, disse Cassol. Com o asfalto entre Nova Brasilândia e São Miguel, a região da 429 vai ganhar uma segunda ligação com a BR-364, vai conectar-se à Zona da Mata e, “com toda certeza, entrar numa nova era de crescimento econômico”, finalizou Ivo.

Mais Sobre Política

Técnicos poderão ser aproveitados no futuro governo do coronel Marcos Rocha

Técnicos poderão ser aproveitados no futuro governo do coronel Marcos Rocha

Essa possibilidade não foi descartada pelo governador eleito

Eleita nova Diretoria do Sindafisco para o biênio de 2019/2020

Eleita nova Diretoria do Sindafisco para o biênio de 2019/2020

Pela primeira vez o processo foi realizado on-line, garantindo assim total segurança e agilidade, tanto no processo eleitoral.

Mariana Carvalho recebe demandas de Porto Velho

Mariana Carvalho recebe demandas de Porto Velho

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB – RO) recebeu em seu gabinete os vereadores de Porto Velho Márcio Miranda e Márcio Pacele, além do deputad

Comissão aprova redefinição dos limites de duas reservas extrativistas em Rondônia

Comissão aprova redefinição dos limites de duas reservas extrativistas em Rondônia

Projeto reduz limites de uma reserva extrativista e amplia a área de outraA Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia a