Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Reajuste de tarifa na capital segue a tendência nacional


 
O aumento da tarifa do ônibus coletivo de Porto Velho está dentro do que ocorreu em outras dez cidades brasileiras, segundo matéria do jornal eletrônico Correio do Brasil, veiculada dia 06 deste mês, com o título “Dez cidades têm aumento de ônibus”, veja link: http://correiodobrasil.com.br/dez-cidades-tem-aumento-de onibus/202021/.

O valor da nova tarifa de R$ 2,30 para R$ 2,60, também está dentro da média praticada nos municípios paulistas de São Caetano, Diadema, Guarulhos, Santo André e nas capitais de São Paulo, Rio deReajuste de tarifa na capital segue a tendência nacional - Gente de Opinião Janeiro, Salvador, João Pessoa, Belo Horizonte e Joinville. Além destes aumentos também estão previstos o aumento em Aracaju (SE), Curitiba (PR), Manaus (AM) e Natal (RN), de acordo com o Correio Brasiliense.

Conforme a matéria os preços praticados nestas localidades estão em: Salvador de R$ 2,30 para R$ 2,50; Belo Horizonte (tarifa predominante) de R$ 2,30 para R$ 2,45; João Pessoa de R$ 1,90 para R$ 2,10; Rio de Janeiro de R$ 2,35 para R$ 2,50; Joinville de R$ 2,30 para R$ 2,55 (compra antecipada) e de R$ 2,70 para R$ 2,90(compra embarcada); São Paulo de R$ 2,70 para R$ 3,00; Guarulhos de R$ 2,65 para R$ 2,90; Santo André de R$ 2,65 para R$ 2,90; São Caetano de R$ 2,30 para R$ 2,75 e Diadema de R$ 2,50 para R$ 2,80.

Em Porto Velho, segundo Itamar Ferreira, secretário municipal de Transportes e Trânsito (Semtran), “o valor da passagem poderia ser menor se houvesse por parte do Governo Estadual, incentivos que desonerassem os custos com impostos e combustível. Como exemplo de que isto é possível e é o caminho, no caso o óleo diesel, que representa 25% dos custos do transporte coletivo em qualquer cidade. Em Manaus há a isenção do ICMS de 17% do combustível e também o IPVA dos ônibus, se o mesmo fosse oferecido aqui, teria um impacto significativo no valor final da passagem”, detalhou Itamar.

Ainda dentro das possibilidades de desoneração da tarifa, o secretário levanta as informações do Censo Escolar 2010, que mostra que 78% dos estudantes com idade para utilizar ônibus são da rede estadual e 10% da rede privada; “entretanto, o governo do Estado e em todos os governos passados, investiu zero no transporte coletivo de Porto Velho”, disse. No mesmo raciocínio, chama a atenção o secretário, “outra questão que influencia fortemente o valor da tarifa são as gratuidades de estudantes, idosos, etc., as quais defendo que devem ser mantidas e até ampliadas, porém, representaram 32% dos passageiros em 2010. Quem cobre essas gratuidades são os demais passageiros pagantes. Não tem como falar em redução de tarifa sem enfrentar estas questões”, definiu.

Modernização e Controle

A prefeitura concedeu o aumento, que inclusive adotou um valor bem abaixo do proposto pelos empresários do setor, priorizando quando teve que repor as perdas inflacionárias do sistema, as contrapartidas das empresas que permitissem enfrentar o crônico problema da pontualidade versus qualidade. Na análise do titular da Semtran, “a única forma eficaz e sustentável de controle e gestão deste problema é o uso intensivo de ferramentas tecnológicas e investimentos em infraestrutura. E para isto, estamos adotando duas contrapartidas importantes no campo da tecnologia do transporte coletivo, uma é a bilhetagem eletrônica, cujas informações passarão a ser repassadas diretamente das catracas/validadoras dos ônibus para a Semtran. Isto permitirá análises como: horário de inicio do balão; quantidade e tipo, vales-transporte, estudantes, etc., de passageiros por ônibus e linha; horários de embarque; dados sobre a integração, entre outras informações. A outra é a instalação do sistema GPS em 100% da frota, que é o mesmo sistema utilizado para localizar veículos roubados, contará com uma central de controle e acompanhamento dentro da secretaria. Através desta tecnologia será possível saber em tempo real e a qualquer hora do dia ou da noite, onde está localizado cada um dos 174 atuais ônibus da frota. Se estão na garagem, no ponto final, fazendo o percurso da linha, se não parou em um ponto, se houve desvio de rota ou se não completou o percurso”, enfatizou Itamar. A implantação da bilhetagem é de 60 dias para estar em pleno funcionamento e a do GPS é até o mês de maio.

Mais Investimentos

Por determinação do prefeito Roberto Sobrinho o asfaltamento da malha viária utilizada pelas linhas de coletivos foi aumentada e hoje mais de 90% dessas vias estão pavimentadas. Mas, conforme divulgou Itamar Ferreira, “teremos o aumento de 10% da frota até o final de 2011, todos os ônibus novos com acessibilidade para cadeirantes; trinta e três novos abrigos e a construção do Terminal Central na Rua Euclides da Cunha, atrás do Ferroviário”, disse.

A prefeitura investirá este ano em mais cinqüenta novos abrigos, além de parcerias que a Semtran está buscando para ampliar esta quantidade e a construção do Terminal do Hospital de Base. Outras medidas serão utilizadas para as ruas de trânsito difícil, como a José Amador dos Reis, que será transformada em mão-única e a ampliação dos corredores exclusivos para ônibus, como o implantado recentemente na Avenida Sete de Setembro, além de outras intervenções de engenharia de tráfego.

Fonte: Fabricius Bariani
 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom