Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Porto Velho: Mais de 400 famílias recebem suas unidade habitacional no Residencial Orgulho do Madeira


Muitas famílias aguardavam com expectativa para conhecerem o novo endereço e seus futuros vizinhos no maior residencial do Estado - Gente de Opinião
Muitas famílias aguardavam com expectativa para conhecerem o novo endereço e seus futuros vizinhos no maior residencial do Estado

“Nunca me casei. Quem sabe agora com uma casa eu não arranje um casamento?”. A frase em forma de questionamento foi dita em tom de empolgação pelo pensionista João Francisco de Souza, 72 anos, ao participar na manhã desta terça-feira (30) do sorteio de endereços da quinta e última etapa das unidades habitacionais do Residencial Orgulho do Madeira, em Porto Velho. O evento realizado na quadra da Escola Estadual Flora Calheiros Cotrin, contou com a presença da secretária estadual de Assistência e do Desenvolvimento Social e primeira-dama Luana Rocha, que falou da felicidade de estar encerrando esta etapa, dando mais tranquilidade a centenas de famílias que sonham em ter sua casa própria, uma conquista que só está sendo possível a partir da parceria dos governos federal e estadual por meio dos programas Minha Casa Minha Vida (federa) e Morada Nova (estadual).

João Francisco afirmou que apesar das mais de sete décadas vividas, além de nunca ter se casado, também não tem filhos e hoje mora de favor, pois nunca conseguiu ter sua casa própria, pois quando jovem trabalhava como pequeno comerciante.

Já a vendedora Raoni Souza e Silva, remanescente de uma ocupação, comemorava o fato de não ter mais que pagar aluguel de R$ 450 pelo imóvel onde vive com a filha e o esposo. Enquanto a técnica de enfermagem Juliane Nathalia Reinolds, que trabalha atualmente como autônoma, destacou a felicidade de ter conseguido atender aos critérios do Minha Casa Minha Vida, estando agora a poucos passos para receber seu apartamento, onde irá morar com o esposo, três filhos (uma menina de 4 anos e o gêmeos de um mês), além de uma sobrinha. “Atualmente moramos de favor, nos fundos da casa da minha sogra”, revelou.

Durante o sorteio de endereços, a secretária Luana, que estava acompanhada da adjunta Liana Silva de Almeida Lima, falou da intenção do governador Coronel Marcos Rocha de contemplar mais famílias com um imóvel promovendo alterações nos critérios, considerando que ainda é grande o déficit habitacional em Rondônia, e muitos não conseguem adquirir um imóvel porque têm renda mensal apenas um pouco acima dos R$ 1.800 estabelecidos pelo programa.

Após o sorteio de endereços, os contemplados irão fazer a vistoria do imóvel no período de 8 a 10 de maio, conforme indicação em um bilhete entregue com data e horário. A secretária aproveitou para alertar os contemplados que não compareceram que eles têm a partir de 2 a 10 de maio para irem ao Tudo Aqui pegar os bilhetes com o endereço e agendamento da vistoria. Quem não comparecer será substituído a partir do dia 11 de maio por outro que está no cadastro como suplente. “Vale lembrar que a vistoria tem que ser feita pela pessoa que fez o cadastro. Se for um representante, automaticamente a beneficiária também será substituída”, observou Luana Rocha, ressaltando que se trata de um critério para evitar negociações com imóveis que foram construídos para beneficiar quem realmente precisa.

Após a vistoria, os contemplados serão convocados para assinar o contrato com a instituição financeira para posterior entrega dos imóveis pela Seas.

Com quatro mil unidades habitacionais e a estimativa de abrigar cerca de 16 mil moradores, o Orgulho do Madeira foi construído em uma área de 37 hectares e é equipado com uma infraestrutura que inclui estação de tratamento de água, rede de esgoto, iluminação pública, ruas pavimentadas, calçadas com acessibilidade, gramado estacionamento, área de lazer e playground infantil. Os apartamentos têm 42 metros quadrados e são compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

O maior residencial de Rondônia foi construído numa parceria dos governos federal e estadual através do programas Minha Casa Minha Vida e Morada Nova, respectivamente.

O governo estadual ainda falta entregar na Capital, por meio da Seas, pelo menos 816 imóveis do residencial Morar Melhor, 544 do Porto Bello, 304 do Porto Fino e 592 do Porto Madero.

No interior, são 219 no Residencial Primavera, em Jaru; e 1.456 no Morar Melhor II, em Ji-Paraná. Todos já têm seus respectivos contemplados em sorteios, faltando apenas a instituição financeira concluir a análise da documentação para emitir o atestado de apto para o sorteio de endereço, assinatura de contrato e entrega.

Mais Sobre Política

Polícia Federal deflagrou a Operação Grand Bazaar, que  investiga fraude em fundos de pensão

Polícia Federal deflagrou a Operação Grand Bazaar, que investiga fraude em fundos de pensão

Por determinação do Supremo Tribunal Federal, a Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (21) a Operação Grand Bazaar, visando desarticular um “esquema cri

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di