Porto Velho (RO) terça-feira, 15 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Ônibus coloca em risco vida dos passageiros


ÔNIBUS DA RIO MADEIRA COLOCA EM RISCO A VIDA DOS PASSAGEIROS EM  PORTO VELHO
“Motoristas das empresas de ônibus que percorrem linhas dos bairros da zona leste estão desviando os itinerários e colocando em risco a vida dos passageiros. Humilham idosos, estudantes, trabalhadores, violam artigos do Código de Trânsito Brasileiro-CBT. Existem suspeitas de que os donos dessas empresas querem sabotar o governo do prefeito Roberto Sobrinho”. Estas e outras denúncias dos moradores dos bairros Socialista, São Francisco, Mariana, Marcos Freire e Ulisses Guimarães foram constatadas pela reportagem, a partir das 22 horas da noite de terça-feira (24/07).
Um dos prejudicados com mudança do itinerário da linha S. Francisco-JK-Lagoinha foi o jornalista e sociólogo Abelardo Jorge. Ele declarou o seguinte: “Por volta das 22 horas entrei no ônibus da linha S.Francisco via Lagoinha, de placas LNA 2921, Nº 300083, de propriedade da empresa Rio Madeira. O ônibus demorou mais de 60 minutos entre o bairro, centro, Hospital de Base e o bairro Lagoinha. Desde que aumentaram a passagem para R$ 2,00, esse ônibus seguia pelas avenidas Plácido de Castro e União, antes de ir para o terminal do bairro Ulisses Guimarães. Na noite de terça-feira o itinerário foi modificado. O motorista saiu da Avenida Mamoré, entrou na rua São Luís e, depois da Secretaria Municipal de Obras-Semob, pegou um atalho. Seguiu na escuridão para o bairro Mariana e foi até em frente ao Box da PM, no bairro Ulisses Guimarães. Lá, depois de apresentar identificação, questionei o motorista, o cobrador e o fiscal da empresa sobre os motivos do ônibus não passar no bairro Socialista. Todos foram grosseiros. Disseram que não devem explicações a nenhum setor da prefeitura, nem à Semtran. “Nós estamos cumprindo ordens do dono da empresa”, disseram. O fiscal, o motorista e o cobrador disseram ainda que “detestam jornalistas” (talvez porque jornalistas não costumam se associar a formadores de quadrilhas ou bandidos). Disseram que não havia mais ônibus nas linhas (eram 23hs30min) e os que estavam distante mais de um quilômetro do terminal do Ulisses Guimarães voltariam à garagem, na Avenida Rio de Janeiro, percorrendo um trecho da BR 364. Às 23hs30 minutos, pedi ajuda ao comissário Santos, no 6º Distrito. Expliquei que havia tomado duas Benzetacil DE 1.200.000 u.i e tinha caminhado mais de seis quilômetros no Espaço Alternativo (entre 20 e 21hs30min, em companhia de um piloto), mas pretendia sair caminhando do isolado Ulisses Guimarães. O policial pediu para aguardar. Explicou que é perigoso caminhar à noite no bairro Ulisses Guimarães “Aqui os assaltos e assassinatos se repetem quase diariamente”, disse.
Continuando, Abelardo acrescentou: “O comissário Santos, que também é acadêmico de Direito da Faro, conseguiu uma carona. Era meia-noite quando desci em frente a um cemitério, localizado no cruzamento da BR 364 com a Avenida Mamoré, nas proximidades da Queóps. De lá caminhei durante mais de uma hora até chegar ao bairro Socialista. Eu poderia considerar bandidos, criminosos, ladrões da consciência do povo, quadrilheiros e violadores da lei municipal o motorista, o cobrador e o fiscal da empresa Rio Madeira. Aliás, não quero chegar a esse limite. Estou a requerer, de forma pública, providências saneadora e imediatas na área de competência da Semtran, Ministério Público e Companhia de Trânsito da Polícia Militar. Isto porque motoristas dirigem ônibus superlotados e sujos; a maioria não usa o cinto-de-segurança; alguns ônibus transitam sem extintores de incêndio; sem estepes ou pneus de reserva; com freios e motores de partida danificados; sem triângulos, com sinaleiras queimadas ou danificadas, faróis regulados para deixar sem visão os motoristas que transitam em direção e sentido contrários aos ônibus e outras irregularidades que, somadas aos indícios de sonegação tributária, contribuem para aumentar as estatísticas de acidentes e vítimas fatais no trânsito, sempre denunciadas por numerosas fontes”, disse.
Fonte: Abelardo Jorge

Ônibus coloca em risco vida dos passageiros - Gente de Opinião

Empresas de ônibus de Porto Velho descumprem código de trânsito

Mais Sobre Política

Adelino Follador participa de audiência pública que discutiu a instalação do IFRO em Buritis

Adelino Follador participa de audiência pública que discutiu a instalação do IFRO em Buritis

O deputado Adelino Follador (DEM) participou de audiência pública, na manhã da última sexta-feira (11), na Escola Estadual Buriti, em Buritis, onde fo

Deputado Ismael Crispin propõe debate sobre pesquisa cientifica e seu impacto

Deputado Ismael Crispin propõe debate sobre pesquisa cientifica e seu impacto

O deputado estadual Ismael Crispin (PSB) apresentou indicação à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, e teve aprovada a realização de audiência p

Comissão de Saúde distribui projetos e convoca titular da Sesau para prestar esclarecimentos sobre inúmeros problemas

Comissão de Saúde distribui projetos e convoca titular da Sesau para prestar esclarecimentos sobre inúmeros problemas

Na manhã desta terça-feira (8), a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Adailton Fu

CPI da Energisa define convocações e convites para ouvir denúncias contra empresa

CPI da Energisa define convocações e convites para ouvir denúncias contra empresa

Em reunião extraordinária nesta quinta-feira (3), a CPI criada pela Assembleia Legislativa de Rondônia para investigar abusos praticados pela Empres