Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Nota de Pesar pelo falecimento do jornalista Maurício Calixto


Servidor da Assembleia Legislativa de Rondônia, Maurício Calixto também era apresentador do programa A Hora do Povo, da Rádio Rondônia FM.

Formado em direito pela Faculdade de Mogi das Cruzes (SP) em 1978, transferiu-se para Rondônia. No começo do mandato do então governador Jerônimo Santana, ele comandou a Secretaria de Estado da Administração e em 1989 assumiu como deputado estadual pelo PFL, exercendo o mandato até janeiro de 1991.

Nas eleições de outubro de 1990 candidatou-se a uma vaga na Câmara dos Deputados, na legenda do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Eleito, assumiu o mandato em fevereiro de 1991, participando dos trabalhos legislativos como titular da Comissão de Minas e Energia e suplente da Comissão de Finanças e Tributação.

No pleito de outubro de 1994 disputou uma vaga no Senado na legenda do PFL, mas não foi eleito. Maurício Calixto também foi corregedor da Câmara de Vereadores de Porto Velho e sócio-proprietário do jornal O Estadão do Norte e da Rádio Eldorado, de Porto Velho.

O jornalista era casado com Joyce Calixto e pai de seis filhos, Yuri, Maurício Júnior, Marjorie, Mauro, Magno e a caçula Maria Eduarda.

O corpo de Maurício Calixto será velado a partir das 20 horas desta segunda-feira na Igreja Metodista Wesleyana Central de Porto Velho, na Rua Paulo Leal, 474, centro da cidade.

Que Deus o receba em sua morada eterna e conforte toda a família, nesse momento de pesar e de consternação. Nossos sinceros sentimentos à família e amigos.

 

Maurão de Carvalho (MDB)
Presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia

Mais Sobre Política

CAERD realiza campanha para recuperação de crédito junto aos seus consumidores

CAERD realiza campanha para recuperação de crédito junto aos seus consumidores

Descontos para pagamentos a vista de até 100% nos juros e multas ou parcelamentos especiais para clientes que possuem débitos

A lei permite “fatiar” a empresa para encaixá-la no SUPER SIMPLES?

A lei permite “fatiar” a empresa para encaixá-la no SUPER SIMPLES?

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece que a jornada de trabalho é de 8 horas diárias ou 44 horas semanais.