Sexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Mulheres no Parlamento: a participação feminina na construção de Rondônia

Representantes femininas fazem parte da história do Legislativo.


Mulheres no Parlamento: a participação feminina na construção de Rondônia - Gente de Opinião

Milhares de homens e mulheres contribuíram para a construção de Rondônia. Na política, após a promulgação da Constituição Estadual, representantes femininas também colaboraram para o desenvolvimento do estado, implementação de políticas públicas e melhorias na vida da população. 

Apesar de representarem mais de 51% da população e 53% do eleitorado brasileiro, as mulheres ainda são minoria na política. No entanto, na Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero), a representação feminina evoluiu nessa 11ª legislatura.

Ieda Chaves, Cláudia de Jesus, Dra. Taíssa, Rosângela Donadon e Gislaine Lebrinha (Foto: Antônio Lucas I Secom ALE/RO) - Gente de Opinião
Ieda Chaves, Cláudia de Jesus, Dra. Taíssa, Rosângela Donadon e Gislaine Lebrinha (Foto: Antônio Lucas I Secom ALE/RO)

Atualmente, cinco mulheres compõem o parlamento rondoniense: Cláudia de Jesus (PT), Dra. Taíssa (PSC), Gislaine Lebrinha (União Brasil), Ieda Chaves (União Brasil) e Rosângela Donadon (União Brasil).

Nesses 40 anos, é a terceira vez que esse número de mulheres toma posse como titulares de mandatos no Poder Legislativo do estado. Na 4ª legislatura (1995-1999), assumiram o mandato: Ivone Abrão (PL), Lúcia Tereza (PDS), Mileni Mota (PL), Rosária Helena (PT) e Sueli Aragão (PMDB).

Na 3ª legislatura (1991-1995), assumiram como parlamentares: Elizabeth Badocha (PMDB), Ini Fidelis (PTB), Lúcia Tereza (PDS), Marlene Gorayeb (PDS) e Odaísa Fernandes (PSDB).  Além de elaborar e aprovar leis que impactam na vida das pessoas, os deputados fiscalizam as ações do Executivo e destinam milhões em emendas para vários setores da sociedade.

Ao lado do presidente Silvernani Santos, as deputadas da 3ª legislatura; Lúcia Tereza, Marlene Gorayeb, Odaísa Fernandes, Ini Fidelis e Elizabeth Badocha (Arquivo/Reprodução) - Gente de Opinião
Ao lado do presidente Silvernani Santos, as deputadas da 3ª legislatura; Lúcia Tereza, Marlene Gorayeb, Odaísa Fernandes, Ini Fidelis e Elizabeth Badocha (Arquivo/Reprodução)

A ex-deputada Odaísa Fernandes, parlamentar da 2ª e 3ª legislatura, ressalta a importância dos trabalhos desenvolvidos pela Assembleia Legislativa para o desenvolvimento do estado e bem-estar da população.

Odaísa foi a única mulher, na história da Alero, a assumir a presidência da Casa. Na 2ª legislatura, no primeiro biênio, foi eleita como primeira vice-presidente. Mas assumiu a presidência em caráter definitivo, em razão da renúncia do deputado Sidney Guerra, eleito prefeito de Jaru.

Odaísa Fernandes foi deputada em duas legislaturas na Alero (Foto: Rafael Oliveira I Secom ALE/RO) - Gente de Opinião
Odaísa Fernandes foi deputada em duas legislaturas na Alero (Foto: Rafael Oliveira I Secom ALE/RO)

“Construímos muitas ações relevantes para Rondônia. É muito importante a participação das mulheres na política. Não só na política, mas em todas as áreas da sociedade. A capacidade de cada um não está no sexo. Está na luta de cada um. É preciso ter coragem e determinação”, enfatizou. 

Saiba quem são as parlamentares que atuaram nas legislaturas da Alero. 

1ª legislatura (1983-1987):

- Não houve parlamentares mulheres 

2ª legislatura (1987-1991):

- Joselita Araújo (PDS)

- Odaísa Fernandes (PMDB) 

3ª legislatura (1991-1995):

- Elizabeth Badocha (PMDB)

- Ini Fidelis (PTB)

- Lúcia Tereza (PDS)

- Marlene Gorayeb (PDS)

- Odaísa Fernandes (PSDB)

- Suplente Ivone Abrão (PL) tomou posse no lugar do deputado William Cury 

4ª legislatura (1995-1999):

- Ivone Abrão (PL)

- Lúcia Tereza (PDS)

- Mileni Mota (PL)

- Rosária Helena (PT)

- Sueli Aragão (PMDB)

- Suplente Nilce Casara (PDS) tomou posse no lugar de Ivone Abrão

- Suplente Ini Fidelis (PTB) tomou posse no lugar de Elizeu da Silva 

5ª legislatura (1999-2003):

- Mileni Mota (PL)

- Sueli Aragão (PMDB)

- Suplente Lúcia Tereza tomou posse no lugar de Mileni Mota 

6ª legislatura (2003-2007):

- Ellen Ruth (PSDB) 

7ª legislatura (2007-2011):

- Daniela Amorim (PTB) 

8ª legislatura (2011-2015):

- Ana da 8 (PT do B)

- Epifânia Barbosa (PT)

- Glaucione (PSDC)

- Suplente Mari Stela (PR) tomou posse no lugar da Ana da 8 

9ª legislatura (2015-2019):

- Glaucione (PSDC)

- Lúcia Tereza (PTB)

- Rosângela Donadon (PDT) 

10ª legislatura (2019-2023):

- Cássia Muleta (Podemos)

- Rosângela Donadon (PDT) 

11ª legislatura (2023-2027):

- Cláudia de Jesus (PT)

- Dra. Taíssa (PSC)

- Gislaine Lebrinha (União Brasil)

- Ieda Chaves (União Brasil)

- Rosângela Donadon (União Brasil) 

Os suplentes tomam posse por períodos em que os titulares se afastam do mandato. Pode ser temporário ou definitivo.

Gente de OpiniãoSexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deputada Rosana Valle propõe que condenados por crimes hediondos passem mais tempo na prisão

Deputada Rosana Valle propõe que condenados por crimes hediondos passem mais tempo na prisão

A deputada federal Rosana Valle (PL-SP) protocolou, nas últimas horas, um projeto de lei que aumenta o tempo em regime fechado para criminosos, mesmo

Deputada Cristiane Lopes impulsiona esporte nos distritos de São Carlos e Rio Pardo com entrega de materiais e investimentos

Deputada Cristiane Lopes impulsiona esporte nos distritos de São Carlos e Rio Pardo com entrega de materiais e investimentos

No intuito de promover o desenvolvimento do futebol amador e fortalecer as comunidades locais, a deputada federal Cristiane Lopes, representante do

Deputado Alex Redano indica realização urgente de cirurgias artroplastia total do quadril

Deputado Alex Redano indica realização urgente de cirurgias artroplastia total do quadril

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) indicou ao Poder Executivo, extenso à Casa Civil e à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a necessi

Alero aprova reajuste salarial de 3,62% para técnicos e analistas educacionais do Estado

Alero aprova reajuste salarial de 3,62% para técnicos e analistas educacionais do Estado

O Projeto de Lei Complementar 67/2024, que reajusta o vencimento básico dos técnicos e analistas educacionais do estado em 3,62%, foi aprovado pelos

Gente de Opinião Sexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)