Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Movimento contra aumento de passagens realiza reunião



O Movimento Unificado em Defesa do Transporte Público de Qualidade – MUDETRANSPUQ que engloba várias entidades da sociedade civil estará reunido nessa segunda-feira (10) a partir das 9h no auditório do Centro de Pastoral da Arquidiocese de Porto Velho para discutir e planejar as ações do movimento junto à população contra o aumento da tarifa do ônibus no município de Porto Velho.

Na sexta-feira (07/1), o MUDETRANSPUQ realizou uma manifestação na avenida sete de setembro onde inúmeras lideranças de movimentos da sociedade civil se fizeram presente e recebeu o apoio da população.

As principais reivindicações são: Revogação do Decreto que institui a tarifa de R$ 2,60; Seja revista a composição do Conselho Municipal de Transporte de Porto Velho; Cumprimento da Lei Orgânica do Município de Porto Velho; Aumento da frota com ônibus novos e dotados com ar condicionado funcionando no percurso, e adaptados às pessoas com necessidades especiais (com circulação que não exceda 5 anos); Passe livre para estudantes e pessoas idosas; Regularização nas linhas consideradas deficitárias; Regularização de linhas aos domingos e feriados; Criação do ônibus corujão; Construção de terminais de integração.

Nesse final de semana foram realizadas distribuições da carta aberta à população nos principais centros comerciais e feiras-livres de Porto Velho. A carta distribuída é assinada pelas seguintes entidades: CJP/CIMI/CUT-RO/DCE-UNIR/ADUNIR/CTB/CMP/Ass.dos Feirantes de PVH/CPLDS/UEMP/CACS-UNIR/PAMA/CMPV. Nela faz uma análise dos preços das tarifas praticadas nas principais capitais do país e destaca, “A atitude adotada pelo prefeito de Porto Velho Roberto S obrinho (PT) em conceder um aumento na tarifa de ônibus em 16,13% elevando o valor de R$ 2,30 para R$ 2,60 é um golpe traiçoeiro na população, ao mesmo tempo em que dar uma demonstração de que está do lado dos donos das empresas do setor de transporte coletivo. Ressalta que a inflação acumulada em 2010, segundo cálculos da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) deve ficar em torno de 5,9%”.

Destaca afirmando que “Cidades como Recife (1.530.722 habitantes) e Belém (1.458.621 habitantes) a tarifa custa R$ 1,85; Fortaleza (2.447.409 habitantes) R$ 1,80; Goiânia (1.243.732 habitantes) e Manaus (1.802.525 habitantes) R$ 2,25; Rio Branco (335.796 habitantes) R$ 1,90, e em Cuiabá (823.966 habitantes) R$ 1,90”.

Fonte: Adilson Siqueira
 


 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom