Porto Velho (RO) domingo, 15 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Felicidade das 240 famílias retiradas da área de risco



 
Famílias retiradas das áreas de risco dos bairros Triângulo e Baixa da União durante a “Operação Sai D’água”, realizada pela prefeitura de Porto Velho, comemoram o fato de estarem nas novas moradias doadas pelo município. As 240 famílias retiradas literalmente do meio da lama estão instaladas em um condomínio construído na Estrada de Santo Antônio, próximo ao local das antigas casas.Felicidade das 240 famílias retiradas da área de risco - Gente de Opinião

A aposentada Marina Cartogena, 79 anos, que durante 25 anos conviveu com os perigos das inundações, disse que pela primeira vez passou o Natal longe da lama. “Essa moradia é ótima e para mim é uma grande alegria”, disse. Ela mora no apartamento 104 do bloco 5. A vizinha dela, Maria do Socorro Marques, 39 anos, ambulante que também durante 25 anos viveu no meio da lama, declarou: “É melhor do que eu imaginava, lá a água invadia a casa e eu vivia o tempo todo com medo. O Natal este ano foi bom demais, longe da lama. Não tenho do que reclamar”, comemorou sorrindo.

Laura Nogueira da Silva, 34 anos, que nasceu e se criou na área de risco temia por uma tragédia todas as noites. “Aqui minha casa não vai alagar, não vou passar noites de sono com medo de perder meus filhos”, afirmou.

Para Conceição Ramos, 75 anos, a vida agora é só felicidade. Durante 50 anos ela morou no Baixa da União e passou por muitos perigos durante o inverno. O novo endereço dela é apartamento 101, bloco 1. “Eu agora estou no céu, estou na glória. Natal sem lama foi ótimo e eu agradeço ao prefeito Roberto Sobrinho”, disse.

O servidor público Francisco Feitosa, 35 anos, que também nasceu e se criou no Baixa da União, agradeceu o prefeito Roberto Sobrinho. “Agora temos moradia digna. Isso aqui é uma maravilha. Na antiga casa eu tinha seis meses de alegria e seis de tristeza, só com prejuízos e muita dor de cabeça. Agora tá bom demais”, comemorou.

Alegria também para Francisco Barroso da Silva, auxiliar de serviços gerais, 66 anos, que há dez anos morava na região de risco e foi contemplado com um apartamento doado pela prefeitura. “Estou muito contente. Finalmente saímos de dentro daquele igapó”, comentou. A mulher dele, a dona de casa Maria da Conceição dos Santos, 40 anos, é outra que fez questão de falar da nova casa. “Aqui está muito melhor”, acrescentou. O casal mora no apartamento 101, bloco 4.

Atendimento continua

Mesmo após, a conclusão da “Operação Sai D’água”, a prefeitura mantém equipes no condomínio para atender os moradores. “Estamos aqui para atender às necessidades dessas pessoas em tudo o que pudermos ajudar”, afirmou a diretora do departamento de habitação da Semur, Solange Carvalho. As técnicas de assistência social, Helenyr Nunes e Doralice Conceição orientavam os moradores do condomínio quanto aos cuidados com o lixo e esclareciam as dúvidas.

Munidas de uma máquina de xerox, outra equipe auxiliava os moradores preparando documentos para a regularização dos serviços de água e energia elétrica. Por sua vez, a secretaria municipal de Transportes e Trânsito (Semtran) providenciou instalação de redutores de velocidade em frente ao condomínio, para evitar acidentes. Servidores municipais vão continuar trabalhando no condomínio durante os próximos seis meses, prestando todo auxílio necessário aos moradores, com o objetivo de diminuir os impactos da mudança.

Fonte: Augusto José
 

Mais Sobre Política

Biometria obrigatória encerrará no mês de setembro, em oito municípios de Rondônia

Biometria obrigatória encerrará no mês de setembro, em oito municípios de Rondônia

A Justiça Eleitoral em Rondônia encerrará, no mês de setembro de 2019, a última fase do processo de revisão biométrica do eleitorado do estado, com co

Cristiane Lopes fiscaliza demandas de Extrema e União Bandeirantes

Cristiane Lopes fiscaliza demandas de Extrema e União Bandeirantes

A vereadora Cristiane Lopes (PP) esteve nos Distritos de União Bandeirantes e Extrema para realizar o levantamento das demandas dos moradores das comu

Rondônia é o primeiro estado do Brasil a implementar Programa Criança Protegida

Rondônia é o primeiro estado do Brasil a implementar Programa Criança Protegida

Em busca de efetivar políticas públicas que, de fato, beneficiem a sociedade rondoniense, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e a primeira

Assembleia Legislativa aprova lei que garante o piso nacional aos professores da rede estadual

Assembleia Legislativa aprova lei que garante o piso nacional aos professores da rede estadual

Em duas votações, a Assembleia Legislativa aprovou, por unanimidade, na sessão desta terça-feira (10), o Projeto de Lei Complementar 31/19, de autor