Porto Velho (RO) quarta-feira, 26 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Escolas de Ponta do Abunã estão Fechadas sem ônibus e sem estradas

Follador pede providências do prefeito Hildon Chaves e da Seduc


Escolas de Ponta do Abunã estão Fechadas sem ônibus e sem estradas - Gente de Opinião

Em pronunciamento da abertura dos trabalhos da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (9), o deputado Adelino Follador (DEM) chamou atenção das autoridades estaduais da educação e do prefeito municipal, Hildon Chaves, para o desespero da comunidade estudantil, dos pais e professores do Distrito de Nova Califórnia e região, cujas escolas estão todas fechadas.

O parlamentar disse que recebeu do pastor IIzaias Mendes, da Assembleia de Deus, um vídeo estarrecedor que descreve a situação na região. Segundo ele, a comunidade (pais de alunos) decidiu trancar os portões das escolas municipais e estaduais Maria Jacira e Bandeirantes, em Nova Califórnia, e todas as outras em Vista Alegre do Abunã e Extrema, em protesto contra a falta do transporte escolar e as péssimas condições de tráfego das estradas vicinais da região que atendem a esse sistema de transporte, muitas das quais já completamente interditadas, por falta de manutenção.

Segundo o que foi apurado, a comunidade decidiu fechar os portões das escolas desde dia 1º de abril, e só retomará as atividades, com aulas regulares, após a chegada do ônibus para transportar os estudantes, e também após a realização de um bom trabalho de recuperação e manutenção das estradas, já que sem elas não há como chegar às escolas.

 

BR-364 FECHADA 

O pastor Iazaias disse ainda que autoridades da educação municipal, mesmo sem levar a solução dos problemas, tentaram participar esta semana de uma reunião em Nova Califórnia, mas retornaram da cidade de Extrema devido a um protesto da comunidade local que fechou a BR-364, para chamar atenção das autoridades para a gravidade dos problemas em toda a região de Ponta do Abunã.

Adelino Follador pediu ao prefeito Hildon Chaves medidas urgentes tanto em relação ao transporte escolar quanto à situação das estradas da região de Ponta do Abunã que, no geral, estão em estado de miséria, “um desrespeito à comunidade”, disse o deputado destacando que a gerência da educação municipal e sua operacionalização são de responsabilidade do gestor municipal, assim como a manutenção das condições da malha rodoviária municipal. “O gestor não pode fugir de suas responsabilidades, especial com a educação, sob pena de ser responsabilizado legalmente”, disse.

O deputado fez coro com o pastor Izaias Mendes, cobrando também a responsabilidade da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) que, mergulhada numa inércia sem precedente, emperra todo o sistema, tanto nos atos, na gerência dos programas, quanto na operacionalização das unidades de ensino, que sofrem com o desatino de alguns auxiliares da gestão.

 

Mais Sobre Política

Cristiane Lopes vai a SML para fiscalizar o processo de licitação de massa asfáltica

Cristiane Lopes vai a SML para fiscalizar o processo de licitação de massa asfáltica

Desde março que a prefeitura de Porto Velho vem enfrentando problemas relacionados a Operação Tapa Buracos por conta da falta de Massa Asfáltica. Por

Projeto dos aeroportos de Ji-Paraná e Ariquemes precisam ser concluídos até julho

Projeto dos aeroportos de Ji-Paraná e Ariquemes precisam ser concluídos até julho

O senador Marcos Rogério se reuniu com o diretor de investimentos da Secretaria de Aviação Civil, Eduardo Bernardi, nessa terça-feira (25/06), para ac

  Ponte do Abunã vai se chamar Moacyr Grechi

Ponte do Abunã vai se chamar Moacyr Grechi

Foi apresentado na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº. 3.704/2019 de autoria do Dep. Federal Mauro Nazif, que denomina a Ponte do Abunã, preste

Deputado Adelino Follador comemora manutenção de recursos do Fitha

Deputado Adelino Follador comemora manutenção de recursos do Fitha

O deputado estadual Adelino Follador (DEM) usou a tribuna na sessão extraordinária desta segunda-feira (24), para reconhecer a ação do governador Marc