Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

ELEIÇÕES 2008: Senadora Fátima Cleide faz discurso de avaliação


 

Senhor Presidente, 

Senhoras e Senhores Senadores

Muitos de meus colegas senadores se manifestaram ontem sobre as eleições de domingo. Registraram nesta tribuna suas impressões e o balanço de mais um evento democrático, mais um encontro entre eleitores e candidatos através do voto. 

Também quero registrar minhas impressões. Estive, por determinação partidária, envolvida na campanha, e pude testemunhar fatos positivos e negativos no processo eleitoral deste ano em Rondônia.
Minhas impressões positivas:

1) O eleitor está sim bastante atento ao que o prefeito pode fazer ou deixar de fazer por sua cidade. E não lhe fez falta alguma na campanha os showmícios, out-doors e brindes, permitidos de forma desregrada antes das eleições de 2006, para atrair o eleitor. Testemunhei encontros com milhares de pessoas, interessadas na solução dos problemas de seu município. Um exemplo se deu em São Francisco do Guaporé, município com apenas 10.389 eleitores: ali, num só encontro, 3 mil eleitores se dispuseram a deixar seus afazares para ouvir o nosso candidato; 

2) A consciência sobre o valor do voto. Percebo que essa consciência se amplia entre setores da sociedade que imaginamos apáticos e desatentos à política. Uma clara demonstração disso é a enorme renovação na Câmara de Vereadores de Porto Velho. 

Essa consciência posso destacar também no trabalho cidadão feito desde o inicio de agosto por 38 jovens patrulheiros eleitorais, uma iniciativa inovadora de juízes e funcionários da Justiça comprometidos com a cidadania. 

Em Machadinho do Oeste eles receberam treinamento do chefe do cartório eleitoral, Bruno dos Anjos, e posteriormente da juíza eleitoral Márcia Cristina Masioli para atuar como fiscais das campanhas da região, combatendo os abusos e atos que contrariam a lei eleitoral. 

Eu não vi iniciativa semelhante em outro lugar do Brasil, e considero muito positiva a proposta, pois envolve mais diretamente nossos jovens no processo político-eleitoral, conhecendo a legislação, valorizando a democracia. 

Nós do Partido dos Trabalhadores em Rondônia estamos felizes pela reeleição do prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, que obteve 59,51% dos votos válidos. É uma das seis capitais ganhas pelo PT já no primeiro turno. 

Também festejamos a eleição do Padre Franco no município de Cacoal, que, coligado com o PMDB, teve 60,75% dos votos válidos. É um município importante, na região central de Rondônia, responsável por parcela importante do PIB do Estado. 

Reelegemos ainda os prefeitos de Alto Alegre dos Parecis, padre Tom, e de Teixeiropólis, Toninho Zotesso, a quem parabenizo. Parabenizo também os 62 vereadores eleitos. Aliás, elegemos o maior numero de vereadores dentre todos os partidos. 

Mas não podemos deixar de registrar fatos negativos ocorridos na campanha. Fatos que atingiram dois de nossos candidatos eleitos e alguns outros que não lograram êxito na campanha. 

Padre Franco, de Cacoal, recebeu carta ameaçadora poucos dias antes das eleições. Dava um ultimato: ou deixava a campanha ou morria. Foi intimidado nas ruas, nos momentos finais de campanha, feita com pouquíssimos recursos. Enquanto do outro lado a candidata do governador foi apanhada distribuindo combustível, uma clara violação à lei. 

Toninho Zotesso foi constrangido nas ruas, e por conta disso teve que limitar sua presença aos eventos noturnos de campanha nos últimos 30 dias. Na noite do dia 5 de outubro, após o anúncio de sua eleição, teve a casa cercada por motoqueiros armados. 

A outra face negativa do processo, Senhoras e Senhores Senadores, é a compra de votos, verificada em diversos municípios. É cada vez maior o número de cidadãos que repudia a prática, mas ela persiste. 

E persiste porque o poder econômico torna cruelmente desigual as candidaturas. Há abundância de recursos para uns, e quase nada para outros. Diversos candidatos foram vítimas de abuso do poder econômico, praticado durante toda a campanha pelos adversários. 

Por isso, há que se aprovar neste Congresso a Reforma Política com urgência e garantir o financiamento público de campanhas. Não acredito que vá desmobilizar estruturas privadas de captação de recursos, mas com certeza irá oferecer tratamento mais equânime aos candidatos. 

Nós, do PT, esperamos que a Justiça Eleitoral de Rondônia, que tem sido exemplar e atuante, possa punir com rigor os desmandos ocorridos. 

Quero saudar nossos 26 destemidos candidatos em Rondônia, que com vontade e coragem enfrentaram obstáculos diversos, promovendo uma eleição limpa e transparente. 

Registro ainda que nosso partido teve o maior número de candidatas, seis ao todo, e isso demonstra, mais uma vez, o valor dado pelo PT à política de afirmação da mulher na política. 

Apesar dos pontos negativos registrados, e da efusiva manifestação de nossos adversários, a respeito do resultado das eleições em Rondônia, quero demonstrar que os números não mentem. 

Se o PT não elegeu muitos prefeitos, conforme gostaria, politicamente é o partido que mais ganhou em Rondônia. Vai administrar cinco cidades que totalizam 319.250 eleitores. Aumentamos em 5% o número de votos. O PMDB, nosso aliado em diversos municípios, vai governar cidades que somam 224.199 eleitores. É a base do governador é de 281 mil eleitores. 

Pelos números, a verdade, simples e fácil de constatar, é uma só: a população de Rondônia rejeitou a política praticada pelo atual governo do Estado. PT e PMDB conquistaram quase dois terços do eleitorado rondoniense, o que é muito significativo e sinaliza mudança a passos largos. 

Estive durante a campanha nos 52 municípios de meu Estado. Constatei grande descontentamento com o atual governo, e uma esperança e uma satisfação sincera de saber que o Partido dos Trabalhadores tem boa acolhida e respeito. 

O encerramento das apurações no Brasil mostra que o PT elegeu 545 prefeitos, o que representa crescimento de 33% em relação ao total de eleitos em 2004 (411). E um crescimento de 43% sobre o número atual de administrações do partido (382). 

Com isso, conforme levantamento feito pelo partido, passamos da 6ª para a 4ª posição no ranking de prefeituras. O PMDB manteve-se o partido com o maior número de prefeitos: 1.201. Quero, aliás, saudar o apoio do PMDB na eleição de Porto Velho e de outros municípios de Rondônia – sua força sem dúvida fortaleceu a campanha e possibilitou o êxito eleitoral das duas legendas.

O PT também aumentou o número de vereadores no país, saltando de 3.679 em 2004 para 4.166, um crescimento de 13%.

Eu acredito, Senhoras e Senhores Senadores, que ao contrário da descrença na democracia, a população brasileira, nestas eleições, demonstrou vivamente o espírito desejoso de participação, de presença na vida política nacional. Uma participação coincidentemente casada com o aniversário de 20 anos de nossa Constituição. 

Naquele momento, houve, digamos assim, uma catarse nacional. Saíamos da ditadura, ávidos por participação. A Constituinte recebeu 120 propostas de emendas constitucionais populares, com um total de 12 milhões de assinaturas. 

Nestas eleições, houve o comparecimento de 110 milhões e 45 mil eleitores às urnas do Brasil, do total de 128 milhões e 806 mil eleitores aptos a votar. 

É número expressivo o bastante para que eu não tenha dúvida em afirmar que o presidente Lula, com 80% de fantástica popularidade, e seu governo, têm parcela significativa nesse boom de participação. 

Isso porque o nosso presidente tem tido a capacidade inconteste de injetar na alma brasileira, conciliando interesses divergentes e posições antagônicas, o sentimento de esperança sempre, de ânimo, de otimismo, de solidariedade. Para a construção de um Brasil melhor para todos os brasileiros.

Por fim, quero parabenizar todos os militantes do PT em Rondônia e no Brasil pela campanha que empreenderam a favor de nossos candidatos, mostrando à sociedade, com suas camisetas e bandeiras vermelhas, o grande partido que é o PT. Um partido que deixa frutos de cidadania, inovação e dignidade nas cidades que administra, e, por isso, só faz crescer o número de prefeituras nas eleições das quais participa.

Era o que tinha a dizer.

Muito Obrigada.

Mais Sobre Política

Sessão Solene marcou a entrega da honraria a 30 homenageados, no Dia da Consciência Negra

Sessão Solene marcou a entrega da honraria a 30 homenageados, no Dia da Consciência Negra

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) comandou na tarde desta quarta-feira (20), no auditório da Assembleia Legislativa, Sessão Solene para homenagear

Presidente Laerte Gomes ressalta importância da união entre os poderes para o cumprimento do Teto de Gastos de 2019

Presidente Laerte Gomes ressalta importância da união entre os poderes para o cumprimento do Teto de Gastos de 2019

Na tarde desta segunda-feira (18), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), participou da reunião com o Colegiado Superior do Es

Adelino Follador parabeniza presidente Bolsonaro por obra na BR-319

Adelino Follador parabeniza presidente Bolsonaro por obra na BR-319

O deputado Adelino Follador (DEM) recebeu com alegria o anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), sobre o asfaltamento da BR-319,

Vencedores de concursos recebem premiação durante grande evento na Assembleia

Vencedores de concursos recebem premiação durante grande evento na Assembleia

Ao longo de 36 anos, a promulgação da Constituição Estadual de Rondônia foi lembrada de forma trivial pelos Poderes, mas no ano de 2019 a data de 6