Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

De 15 a 18 de agosto, TRE-RO suspende regularização de títulos eleitorais no Tudo Aqui e Fórum Eleitoral de Porto Velho



A Justiça Eleitoral suspenderá a expedição de títulos eleitorais na próxima semana, no período de 15 a 18 de agosto de 2017. Em razão dessa paralisação não será possível aos eleitores de Porto Velho, Candeias do Jamari e Itapuã do Oeste tirar novo título eleitoral, transferir, atualizar dados ou regularizar títulos cancelados.

A medida decorre da Resolução nº 23.512/2017, editada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que em 16 de março de 2017 resolveu alterar os requisitos de instalação de zonas eleitorais nas capitais e municípios com mais de 200.000 eleitores.

Por força dessa nova regra estabelecida pelo TSE, os cidadãos da capital rondoniense não contarão mais com os Cartórios da 22ª, 23ª e 24ª Zonas Eleitorais de Porto Velho, os quais foram extintos formalmente em 1º agosto de 2017.

Visando realizar diversos ajustes e adequações necessárias no cadastro dos eleitores das zonas extintas, a Justiça Eleitoral suspenderá os serviços relacionados a títulos eleitorais no referido período (15 a 18), no Fórum Eleitoral e Tudo Aqui, em Porto Velho.

Nesses dias de paralisação do atendimento, o cadastro eleitoral de Porto Velho, Candeias do Jamari e Itapuã do Oeste será ajustado com a nova divisão em apenas quatro zonas eleitorais (2ª, 6ª, 20ª e 21ª), redistribuindo entre essas os eleitores das zonas extintas (22ª, 23ª e 24ª), sendo necessária a transferência dos municípios, bairros e locais de votação dos cidadãos envolvidos. Durante a efetivação dessas alterações cadastrais, não poderá haver pedido em processamento no sistema.

Essas medidas não trarão prejuízos ao eleitor dos respectivos municípios envolvidos, que continuará votando na mesma escola e permanecerá com o mesmo número de título eleitoral.

Fonte: Ascom /  TRE-RO

Mais Sobre Política

Garçon cobra escolas e creches para os Residenciais do Minha Casa Minha Vida

Garçon cobra escolas e creches para os Residenciais do Minha Casa Minha Vida

Os residenciais, acima relacionados, comportam 9.453 famílias, fazem parte do Programa Federal “Minha Casa Minha Vida”, mas não contam com equipamento

Sala do Empreendedor consegue avanços com boas práticas

Sala do Empreendedor consegue avanços com boas práticas

Com apoio do Sebrae, atendentes são avaliados pelos empreendedores