Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Crescimento do PIB de RO supera Sudeste e Sul


Crescimento do PIB de 2005 de Rondônia
supera os das regiões Sudeste e Sul

A divulgação oficial da nova série do Produto Interno Bruto (PIB) dos estados pelo IBGE comprova o que o governador, Ivo Cassol, vem afirmando nos últimos anos: Rondônia é o Estado que em franco desenvolvimento. O PIB do Estado 2005 foi de R$ 12.902 (doze bilhões, novecentos e dois milhões de reais), representando 12,1% do total da região Norte e o 0,6% do Brasil. Com esse valor o PIB de Rondônia foi o 3º colocado em comparação com os estados da região Norte (respectivamente Pará – 2º e Amazonas 3º) e 22º em relação aos demais estados do País. No mesmo período, Rondônia foi o 11º colocado em crescimento em relação aos outros estados brasileiros, um índice superior a todos os estados da região Sudeste e Sul.

O Produto Interno Per Capita de Rondônia em 2005 foi de R$ 8.408 (oito mil, quatrocentos e oito reais), com crescimento de 16,6% comparado com o ano de 2004.Em relação ao Brasil a sua posição em 2004 era a 13ª mantendo o ranking em 2005. Comparada com a região Norte, sua colocação foi a 2ª em 2005. No ano anterior era a 3ª.

As contas regionais do Brasil foram revisadas adotando o ano de 2002 como referência. Essa escolha foi baseada na disponibilidade de dados suficientes para a construção, a partir de uma metodologia homogênea, da Conta de Produção de todos os estados. Em Rondônia, o trabalho foi elaborado pela gerência de Pesquisa e Estatística, da Secretaria Estadual de Planejamento – Seplan e homologada pelo IBGE.

Setores em destaque 

O setor que mais cresceu no Estado foi o da indústria (25,96%). Dentro dele, a atividade com aumento mais expressivo novamente foi o da indústria de Transformação com 75,1% em atividades como: fabricação de produtos alimentícios, bebidas, vidro, preparação de carne e de pescado, couro, confecções, artigos do mobiliário, laticínios, ferros ligas, desdobramentos de madeiros e etc.

Em seguida estão os setores de Serviço – com crescimento de 15,24%, proporcionado pela atividade de Serviços Prestados às Empresas (60,25%); Construção com 16,3%; Serviços de Informação com 30,06% e Intermediação Financeira, Seguros e Previdência Complementar com 26,67%.

A Agropecuária teve crescimento de 6,45%, no ano de 2005, sendo que a agricultura (10,78%) obteve crescimento maior que a pecuária (3,62%).O setor teve a 2ª participação na economia do PIB estadual, comprovando sua importância como geradora de matérias primas para a agroindústria e de empregos. Os produtos que mais se destacaram, no período, foram à cultura da cana-de-açúcar com crescimento de 66,0% e a soja com 43,1%.

A pecuária alcançou um patamar elevado de competitividade perante o mercado nacional e internacional. A pecuária de corte participa com 59% do rebanho bovino e a pecuária de leite com 41%. O secretário de Planejamento, João Carlos Ribeiro reafirmou a importância da união dos pecuaristas para manter e elevar, no próximo ano, este índice. “Um exemplo de trabalho, nesse sentido foi a recente assinatura do Pacto da Pecuária” destacou o secretário.

Setores com menores índices

A atividade extrativista mineral apresentou a maior queda do período, 46,7%, nela estão incluídas: exploração de calcário, cassiterita, diamante, granito, ouro, platina, pedra, areia e outros. A queda da comercialização da cassiterita foi atribuída aos elevados custos de produção. O segundo lugar foi ocupado pela construção civil, em 2005, com queda de 23,9%. A nova série do PIB dos municípios será divulgada no próximo dia 21 de dezembro.

Fonte: Decom

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi