Porto Velho (RO) sexta-feira, 15 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Crédito Carbono para hidrelétricas de Rondônia


Senador Raupp e a deputada Marinha
participam de reunião sobre  implantação do
Crédito Carbono para hidrelétricas de Rondônia

Uma reunião ocorrida no Ministério da Ciência e Tecnologia entre o ministro Sérgio Machado Rezende, o líder do PMDB  no Senado, Valdir Raupp(RO), a deputada Marinha Raupp(PMDB-RO) e o presidente da Hidroluz Centrais Elétricas, Eroná Lopes  serviu para discutir a viabilidade de aprovação do projeto Crédito Carbono para as hidrelétricas que operam no estado de Rondônia  com a finalidade de reduzir o efeito estufa na camada de ozônio.

Durante o encontro, Eroná Lopes expôs a necessidade de aprovação desse crédito que integra as políticas do Programa Mecanismo de  Desenvolvimento Limpo, coordenado pelas Organização das Nações Unidas (ONU) nos países industrializados, em relação ao ambiente que integra as normas do Protocolo de Kyoto  sobre as mudanças climáticas.

Segundo ele, as empresas precisam apresentar projetos em vários setores, a exemplo das pequenas usinas hidrelétricas para ter acesso as Reduções Certificadas de Emissão e vender tais créditos aos países que poluem o meio ambiente.

O senador Raupp e a deputada Marinha anunciaram que apóiam integralmente o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo(MDL| que se destina a reduzir a poluição ambiental no mundo e que conta com o aval da Organização  das Nações Unidas.

Entenda os créditos de carbono

O Protocolo de Kyoto, um adendo da Convenção da ONU sobre as Mudanças Climáticas, foi aprovado em 1997 e entrou em vigor em 16 de fevereiro de 2005. Foi ratificado pela grande maioria dos países industrializados – com exceção dos Estados Unidos e da Austrália – e por muitos países em desenvolvimento.

Seu objetivo consiste em melhorar o clima do planeta na próxima década. Para isso, determina que os países desenvolvidos – principais responsáveis pela emissão de gases causadores do efeito estufa (GHG) – devem implantar, até 2008, medidas que reduzam em pelo menos 5% o total de emissão de gases. A base de comparação é o total emitido em 1990. O prazo para comprovar a redução expira em 2012.

Para alguns países, como o Japão e a Alemanha, é praticamente inviável alcançar essa meta. Assim, foram criados mecanismos de flexibilização, por meio dos quais os países ricos podem promover a redução fora de seu território. Essa alternativa ficou conhecida como Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL), sendo a negociação de créditos de carbono sua forma transacional.

 

 

Mais Sobre Política

Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia

Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia

Na última terça-feira (12) foi sancionada pelo Governo de Rondônia e publicada no Diário Oficial, a Lei Nº 4.939, de autoria do Deputado Estadual Al

Cirone Deiró defende plano emergencial para o enfrentamento da Covid-19

Cirone Deiró defende plano emergencial para o enfrentamento da Covid-19

Em reunião com o secretário de saúde do estado, Fernando Máximo e o chefe da casa civil, Júnior Gonçalves, o deputado Cirone Deiró cobrou a execução d

De autoria do deputado Ezequiel Neiva, Projeto CNH Social é a promulgado pela Assembleia Legislativa

De autoria do deputado Ezequiel Neiva, Projeto CNH Social é a promulgado pela Assembleia Legislativa

Deputado Ezequiel Neiva (PTB) é o autor do projeto de emissão e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) gratuita a pessoas com baixa renda

Deputada Mariana Carvalho destaca expectativa na análise das vacinas pela Anvisa

Deputada Mariana Carvalho destaca expectativa na análise das vacinas pela Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne no domingo (17) para definir sobre a autorização emergencial para as vacinas do Butantan