Porto Velho (RO) quarta-feira, 29 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Construção do hospital da Zona Leste é prioridade, assegura Cahulla


Construção do hospital da Zona Leste é prioridade, assegura Cahulla - Gente de Opinião 
O candidato a governador João Cahulla reafirmou neste domingo, durante visitas e gravações de programas eleitorais em Porto Velho, que a construção de um novo pronto-socorro na Zona Leste da capital será prioridade, para atender a mais populosa região da cidade e desafogar o atendimento no João Paulo II. “Quero iniciar a obra ainda em 2011, pois quando assumo compromisso tenho a determinação de cumprir. Quero também a parceria da prefeitura para nos ceder a área para a obra, mas não sendo possível, vamos adquirir um terreno e iniciar a obra para beneficiar a população ”, disse Cahulla.

Para o candidato, o momento econômico atual permite que o Estado planeje ações em todas as áreas, e as maiores demandas serão assistidas em seu Governo. “A casa está arrumada e agora podemos planejar, definir com segurança as prioridades. E a saúde é uma prioridade e vamos construir essa nova unidade para facilitar o atendimento, especialmente dos moradores da Zona Leste”, declarou.

Para a nova unidade, com 150 leitos, além da estrutura física, deverão ser contratados cerca de 1.500 servidores e adquiridos equipamentos para cuidar da saúde das pessoas. “Na atual gestão, investimos quase R$ 12 milhões na reforma, ampliação e aquisição de equipamentos para o João Paulo. Sabemos que as condições hoje não são as melhores, mas lá não faltam médicos, medicamentos e aumentamos o tratamento de ortopedia em mais de 300%, a maioria vítima de acidentes de trânsito”, completou.

Segundo Cahulla, essa sua proposta é um compromisso firmado com a população da capital. “Não faço promessas, mas sim firmo compromissos que vamos cumprir na integra, pois sabemos como fazer e temos disposição para fazer”.

João Cahulla reforçou que o Sistema Único de Saúde define as responsabilidades de cada gestor no tratamento da saúde, ficando a cargo do Estado os casos de média e alta complexidade e aos municípios o atendimento básico, ambulatorial. “Infelizmente hoje, a capital não conta com uma unidade de pronto-socorro que garanta o atendimento básico. Por exemplo, se uma pessoa sofre um pequeno corte na mão, deveria ser atendido numa unidade municipal e não ter que ir ao João Paulo, que é um pronto-socorro para traumatismo, acidentados, ferimentos de natureza grave”, explicou.

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Política

Deputado indica necessidade da continuação do pagamento do auxílio-covid aos profissionais da segurança pública e saúde

Deputado indica necessidade da continuação do pagamento do auxílio-covid aos profissionais da segurança pública e saúde

Preocupado com o crescimento dos casos de infecção pela Covid-19, o deputado estadual Anderson Pereira (Republicanos) encaminhou ao governador do es

Recursos serão investidos em construção e melhorias de espaços para a prática de esporte e lazer nos municípios

Recursos serão investidos em construção e melhorias de espaços para a prática de esporte e lazer nos municípios

O deputado Cirone está liberando mais de R$ 8 milhões para execução de obras. “Os espaços destinados a prática do esporte e lazer dão vida à cidade,

Em Vilhena, Deputado entrega benefícios para atender os pequenos produtores rurais

Em Vilhena, Deputado entrega benefícios para atender os pequenos produtores rurais

Na manhã deste sábado, 25 de junho, o deputado estadual Luizinho Goebel (PSC), juntamente com o governador de Rondônia coronel Marcos Rocha, deputad

Pontes no distrito de São Domingos serão substituídas por tubos corrugados, através de emenda parlamentar

Pontes no distrito de São Domingos serão substituídas por tubos corrugados, através de emenda parlamentar

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, Alex Redano (Republicanos), esteve neste domingo no distrito de São Domingos, pertence