Porto Velho (RO) segunda-feira, 26 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Conselho Nacional de Saúde terá participação na liberação de novos cursos de Odontologia


A garantia foi dada pelo ministro da Educação Fernando Haddad ao presidente do CFO - Conselho Federal de Odontologia, Miguel Nobre. De acordo com o anunciado, o Ministério da Educação editará uma nova portaria incluindo a obrigatoriedade de parecer favorável do Conselho Nacional de Saúde para a abertura de novos cursos de Odontologia. Medida deve se estender às demais profissões de saúde.

Estiveram com o ministro, o presidente do CFO, Miguel Nobre;o vice-presidente, Ailton Diogo Rodrigues; o representante do CFO no Fórum dos Conselhos Federais, Samir Najjar; o procurador jurídico da autarquia, José Alberto Cabral, e o superintendente executivo, Márcio Coimbra, também participou o deputado federal Pedro Henry (PP-MT), que solicitou a audiência com o ministro, também esteve presente.

De acordo com a presidente do Conselho Regional de Odontologia de Rondônia, cirurgiã-dentista Sandra Menezes, a portaria publicada pelo MEC exige apenas a obrigatoriedade de parecer da Ordem dos Advogados do Brasil e do Conselho Nacional de Saúde para a abertura de novos cursos de graduação em Direito e Medicina. O ministro disse que o processo de inclusão é gradativo e que iniciou com os dois cursos de maior procura.

Entre os membros titulares da atual gestão do CNS está a conselheira Graciara Azevedo, como representante do Conselho Federal de Odontologia.

O presidente Miguel Nobre saiu bastante otimista do encontro. "A participação de uma entidade tão representativa dos profissionais e usuários da saúde vai ajudar a garantir a qualidade dos cursos. Assim, a população terá a tranquilidade de que o profissional que ela escolheu está realmente preparado", disse.

CARGA HORÁRIA DA ESPECIALIZAÇÃO

Outro assunto tratado na reunião, da qual também participou o secretário de Educação Superior, Manuel Fernando Palácios, foi a normatização das cargas horárias dos cursos Lato Sensu. O CFO reivindica a autonomia para determinar as cargas horárias dos cursos de especialização. No próximo dia 28, em Brasília, os dirigentes do CFO terão novo encontro com o secretário de Ensino Superior para voltar a discutir a questão.

Fonte: Lenilson Guedes

Mais Sobre Política

Governo usa assessores para mentir e atacar prefeito sobre caso da rodoviária; entenda o caso

Governo usa assessores para mentir e atacar prefeito sobre caso da rodoviária; entenda o caso

Causou estranheza um vídeo postado nas redes sociais na manhã deste domingo no perfil do advogado Lauro Fernandes Junior, que se diz assessor técnico

Vereador Waldemar Neto protocola projeto de lei que cria “Meu emprego, Vaga certa”.

Vereador Waldemar Neto protocola projeto de lei que cria “Meu emprego, Vaga certa”.

Esta semana foi protocolado na Câmara Municipal dos Vereadores o Projeto de Lei nº. 4093/2020, proposto pelo Vereador Waldemar Neto que institui a P

Assembleia instala Conselho de Ética e define presidente e vice

Assembleia instala Conselho de Ética e define presidente e vice

A Assembleia Legislativa de Rondônia instalou, na última semana, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa. Nesta quarta-feira o Ato 042/2020 d

Vereadora Cristiane Lopes presta contas de atividades em meio à pandemia

Vereadora Cristiane Lopes presta contas de atividades em meio à pandemia

Sem parar os trabalhos legislativos, desde que começou a pandemia pelo coronavírus.  A vereadora Cristiane Lopes (Progressistas), protocolou na Câmara