Porto Velho (RO) quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Celebração da Páscoa para os Militares


 

Gente de Opinião

 

Faltam ainda 145 dias para a celebração da páscoa no Brasil por cristãos de todas as denominações. Em 2016, a comemoração da ressureição de Jesus Cristo será no dia 27 de março, como sempre acontece, num domingo. Para quem ainda não sabia ou não sabe, existe outra data em que um grupo de cristãos comemora a páscoa fora do calendário cristão. É a chamada pascoa Páscoa para Militares, evento de iniciativa das Forças Armadas Brasileira  para cristãos católicos, evangélicos e espíritas.

Participam Militares do Exército da Guarnição de Porto Velho; da Marinha do Brasil; Força Aérea Brasileira; Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Polícia Militar do Estado de Rondônia; Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Civil, com celebrações religiosas espíritas, católicas e evangélicas. O significado é o mesmo do calendário cristão, com a reflexão sobre a ressurreição de Jesus Cristo, com a finalidade de permitir que militares reafirmem a fé cristã e os compromissos de devoção. 

Gente de Opinião

Mas a data oficial da celebração para os militares foi definida logo depois da 2ª Guerra Mundial, quando oficiais da Força Expedicionária Brasileira (FEB), estavam em campo de batalha e por este motivo não puderam comemorar a Páscoa, celebrada depois do carnaval em países cristãos. Em Porto Velho a Páscoa foi comemorada no dia 30 de outubro, cada Igreja em seu templo, porém simultaneamente às 8 horas da manhã.

Os católicos comemoraram na Catedral Metropolitana Sagrado Coração de Jesus, na Rua Dom Pedro Segundo, 825 bairro Caiari, às 8 horas da manhã. A missa foi Celebrada por dom Moacir e seguiu a liturgia e os rituais católicos. Com o tema “Pastoreio Militar”, a celebração lembrou que páscoa significa passagem da morte para a vida; do egoísmo para a doação de si; do rancor para o perdão; da discórdia para a paz. A catedral, superlotada, presenciou o rito apresentado pelos militares que é a entrada pela porta principal do templo, formando o Teto de Aço. 

Gente de Opinião

O ritual é uma parte da cerimônia em que o militares formam duas alas, estendem os braços e cruzam as espadas de uma ala para a outra, e as autoridades passam por baixo. O teto de aço foi formado por oficiais do Exército, Aeronáutica e PMRO, comandado com muito entusiasmo e galhardia, pelo coronel PM Santos.

O comandante da Polícia Militar, coronel PM  Kisner, participou da missa. Ao seu lado, o general Costa Neves, também participou da celebração. O comandante geral da PM disse que “a atividade militar é muito estressante. Portanto se faz necessário revigorar o equilíbrio entre corpo, mente e espírito”.  

 Evangélicos celebraram na Primeira Igreja Batista de Porto Velho  

Gente de Opinião

Os evangélicos celebraram a Páscoa dos Militares na Primeira Igreja Batista, na Avenida Presidente Dutra, 3296, também no bairro Caiari. O evento foi organizado pelo tenente coronel PM Marriele, capelão da Polícia, onde participou também, o coronel PM Clairton, subcomandante geral da Polícia Militar.

Major Capelão, do 4º BIS, veio de Rio Branco do Acre   

 De Rio Branco do Acre, veio o major Bolla, pastor e capelão do 4º BIS do Exército Brasileiro de Fronteira. Durante a pregação, para um templo lotado, o pastor Bolla disse que a Igreja não pode fechar os olhos para os mais pobres e menos favorecidos.

Gente de Opinião

“Precisamos aliviar a dor daquele que precisa de nossa palavra”. Major Bolla, que é do Exército de Fronteira no Acre, acrescentou ainda, “a fé é ação e movimento. Ela precisa mudar nossa postura e conduta para melhor, em relação ao irmão”. E continuou dizendo que o cristão pode ter toda a fé do mundo, mas se não tiver amor ao próximo, esta fé não é verdadeira para Cristo. Ao fazer esta afirmação o pastor lembrou a carta do Apóstolo Paulo aos Coríntios, que fala sobre a importância do amor verdadeiro.

Além da palavra com embasamento teológico, o capelão revelou outra preocupação. Aproveitou para passar um pouco do que estudam os cientistas sociais com ênfase em antropologia: “precisamos pregar a palavra, mas acima de tudo, é necessário respeitar a cultura do outro. Conviver com as diferenças”, disse o pastor. Para ele, dentre outras coisas, esta é a mensagem que Jesus deixou ao passar pelo mundo.

Gente de Opinião

A reportagem do PORTAL PMRO, se deslocou até onde foi realizada a cerimônia dos cristãos espíritas, mas não conseguiu cobrir o evento. Por ser no mesmo  horário e devido à distância, o evento já havia terminado. No caso das Igrejas, Católica e Batista, só foi possível a cobertura devido à proximidade entre os eventos. O PORTAL PMRO conversou com o Major Souza Matos, um dos coordenadores do evento espírita. Ele informou que a celebração foi marcada por uma palestra e que fará contato com a palestrante para que o conteúdo possa ser divulgado.

REPORTAGEM: VALDIR ALVES 
FOTO: SARGENTO PM SERGIO
             SOLDADO PM EDILEUSA

Mais Sobre Política

Follador denuncia cartel dos laticínios de Rondônia

Follador denuncia cartel dos laticínios de Rondônia

Tema será levado à comissão de Agricultura e Pecuária da Assembleia LegislativaÀs voltas com uma grave denúncia de formação de cartel envolvendo a i

Pimenta Bueno: Emenda de Luiz Claudio garante iluminação de elevado na BR 364

Pimenta Bueno: Emenda de Luiz Claudio garante iluminação de elevado na BR 364

Os recursos são parte de suas emendas parlamentares, onde de forma organizada é distribuída em todos municípios rondonienses. Luiz Claudio comemorou

Deputado Adelino Follador participa de reuniões no fim de semana

Deputado Adelino Follador participa de reuniões no fim de semana

Parlamentar tratou de assuntos como inauguração de delegacia, manutenção das estradas estaduais e participou de eventos.O deputado Adelino Follador

General Mourão ignora Bolsanaro e prega paz com a China, Árabes, Mercosul e Venezuela

General Mourão ignora Bolsanaro e prega paz com a China, Árabes, Mercosul e Venezuela

O vice-presidente eleito Hamilton Mourão vai se apresentando surpreendentemente como uma voz ponderada em meio às tensões que têm caracterizado a fo