Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Camurça e Acir se comprometem a rever arrocho fiscal


Um Estado que não tem projetos em Brasília e muito menos qualquer perspectiva desenvolvimentista não tem como amparar a classe produtiva, hoje literalmente humilhada. As afirmações são do candidato a governador pela Coligação JUNTOS POR RONDÔNIA (PDT/PTB/ PL/PSB), Carlinhos Camurça (40-PSB), que juntamente com o senador da chapa, Acir Gurgacz (123-PDT) finalizaram a série de reuniões no Cone Sul rondoniense. Camurça recebeu de representantes do comércio e sindicatos de Cerejeiras e região, denúncias que a classe produtiva está indo a falência pela forma como é tratada pelo atual Governo. A principal reclamação é com relação a mal fadada antecipação do ICMS, que faz com que os empresários e comerciantes recolham aos cofres públicos antes que vendam. "Eles nem sabem se irão mesmo negociar suas mercadorias, mas mesmo assim, o Governo faz com que paguem", disse Camurça, que prometeu rever a situação.

Para Acir Gurgacz, o Governo optou por essa forma de cobrança do imposto pela falta de investimentos externos no Estado, uma vez que o Governo não tem projetos e preocupa-se mais em criar atritos com a bancada federal. "As gestões de Acir e Camurça em Brasília serão conjuntas, porque sabemos que o Estado não pode ser mantido simplesmente com seu produto de arrecadação, arrecadação está que é injusta aos empresários e comerciantes", afirmou.

Cone Sul sofrido

Duas das principais lideranças políticas do Cone Sul, os ex-deputados estaduais Daniel Pereira e Nilton Schramm, além da vice-governadora Inês Zanol, participaram dos encontros de Camurça e Acir nas cidades, praticamente abandonadas sem nenhuma presença governamental. Daniel Pereira, em rápidos pronunciamentos explica que está ao lado de Acir e Camurça pela seriedade e respeito dos dois. "Na vida pública demonstraram que de fato estão preocupados com a comunidade, em grandes projetos e ações necessárias". Já Nilton Schramm tem o mesmo pensamento e vai mais além. "São empresários competentes e bem sucedidos que hoje estão dispostos a deixar seus negócios pelo bem de Rondônia. Isso deve ser amplamente analisado pelo eleitorado", considerou.

Em Ji Paraná

Na região de Ji Paraná desde esta quinta feira, Acir e Camurça deram início a uma nova fase da campanha, ampliando os contatos políticos em suas bases eleitorais. Permanecem nos municípios próximos até o domingo.

Nesta quarta feira os dois estiveram reunidos com lideranças comunitárias que respaldam as pretensões de mudança para Rondônia e receberam novas adesões. Por onde passa, Acir faz questão de retribuir o apoio recebido, explicando que sua principal bandeira, a geração de empregos também é uma das grandes metas da gestão Camurça no Governo a partir de 2.007.

Agenda

Camurça e Acir permanecem na região de Ji Paraná nesta sexta feira.

Mais Sobre Política

MP 873/2019 é inconstitucional e visa aniquilar os sindicatos para retirar direitos dos trabalhadores

MP 873/2019 é inconstitucional e visa aniquilar os sindicatos para retirar direitos dos trabalhadores

RETICÊNCIAS JURÍDICAS  -  Por Itamar Ferreira*No seu afã de atacar os sindicatos, afim de evitar mobilizações e reduzir direitos dos trabalhadores, o

Adelino Follador apresenta projeto de Lei que dispensa licenciamento ambiental na extração de cascalho

Adelino Follador apresenta projeto de Lei que dispensa licenciamento ambiental na extração de cascalho

O deputado Adelino Follador (DEM) apresentou na sessão ordinária da última terça-feira (19), o projeto de Lei que acrescenta ao dispositivo da Lei Nº

Léo Moraes afirma que pontos da Reforma da Previdência não correspondem à vontade da sociedade

Léo Moraes afirma que pontos da Reforma da Previdência não correspondem à vontade da sociedade

Durante entrevista realizada pela TV Câmara nesta quinta-feira (21), o deputado federal Léo Moraes afirmou que a Reforma da Previdência precisa ser “a

Audiência pública na Assembleia vai discutir a atuação de profissionais de assistência social, psicologia, nutrição e fonoaudiologia nas escolas

Audiência pública na Assembleia vai discutir a atuação de profissionais de assistência social, psicologia, nutrição e fonoaudiologia nas escolas

Proposta é do deputado estadual Anderson Pereira, autor do Projeto de Emenda Constitucional n. 001/2019A atuação profissional de assistentes sociais,