Porto Velho (RO) sábado, 25 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Política

AMIR: Pólo industrial é saída para evitar êxodo rural


Prosseguindo com os compromissos de campanha na Região do Café, o senador Amir Lando (PMDB-15), candidato ao Governo de Rondônia pela coligação RONDÔNIA MAIS HUMANA, defendeu  a implantação de um pólo industrial em Cacoal como saída para falta de emprego e renda. “Governar é planejar. Vou trazer a usina de biodiesel para que o produtor tenha renda com o cultivo de mamona, produto essencial para a usina, evitando assim o êxodo rural”, explicou o candidato ao lado da prefeita de Cacoal, Sueli Aragão (PMDB). Amir citou o exemplo de Rio Branco, onde o atual governador Jorge Viana está garantindo junto ao Governo Federal a usina de biodiesel, graças a sua influência em Brasília. “E nós também temos condições de fazer tudo isso”, acrescentou.

Em Andreazza, também em carreata, o candidato a vice-governador Hamilton Casara (PSDB) reforçou o evento, lembrando das propostas para saúde e educação. Amir também  comentou sobre matéria publicada em um jornal sobre seu desempenho na CPI dos Sanguessugas. “Não vou decepcionar o país e nem meu Estado”, disse Amir, rechaçando ilações na imprensa sobre o assunto. “Basta lerem meu relatório”, prevê o candidato. Para Sueli Aragão, são críticas infundadas porque Amir representa a mudança de Rondônia. “Existe poucas oportunidades na vida e essa é a oportunidade de mudar, mudar para melhor. A decisão certa é Amir Lando” afirmou a prefeita.

IBAMA

Amir disse ontem que o acordo de cooperação técnica celebrado esta semana entre o IBAMA e o Estado de Rondônia para a gestão de florestas, revela o descaso do atual governo estadual em relação a suas competências para o desenvolvimento do setor madeireiro. “Com o convênio, enquanto o Estado ainda se organiza para aprovar a exploração de florestas em áreas de domínio privado e de domínio público sob sua jurisdição, a aprovação de projetos de manejo para exploração florestal nestas áreas continua dependendo do IBAMA, embora o art. 83 da Lei 11.284, de 2 de março de 2006, tenha estabelecido esta competência ao Estado”, disse Amir. “Se houvesse mais diligência, o Estado já estaria exercendo esta competência, facilitando a vida do setor madeireiro”, registra.

O senador acrescentou ainda que em seu governo vai procurar delegar a aprovação para exploração florestal aos Municípios que se prepararem, e buscar efetivar a transferência das áreas sob domínio da União para o Estado, conforme determina Decreto-Lei de 1987, que até hoje não foi cumprido em Rondônia. “Vamos priorizar a política florestal, este é um setor de grande importância para a economia regional, e vai ser tratado com o respeito e a consideração que merece”, salientou Amir.

O senador registrou ainda que aguarda para os próximos dias a assinatura do ato do Poder Executivo Federal que reconhece a reserva legal de 50% para fins de recomposição, nas propriedades rurais situadas na zona 1 do Zoneamento Ecológico-Econômico de Rondônia, constituídas quando este era o percentual previsto na legislação. “Esta medida vai revolucionar nossa agricultura, permitir mais financiamentos para as propriedades rurais, abrir novas atividades econômicas com projetos de recomposição envolvendo a produção de óleos vegetais e espécies arbóreas frutíferas e industriais, e encaminhar a inclusão de Rondônia no zoneamento agrícola nacional, com mais crédito, mais assistência técnica, cadeias produtivas, e seguro rural”, esclareceu.

Mais Sobre Política

Ex-presidente Lula é contra o fora bolsonaro neste momento

Ex-presidente Lula é contra o fora bolsonaro neste momento

Consultado pela direção do Partido dos Trabalhadores, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que neste momento é contra a palavra de ordem Fo

Crise no setor leiteiro é debatida durante audiência pública na Assembleia Legislativa

Crise no setor leiteiro é debatida durante audiência pública na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa realizou na manhã desta quinta-feira (16) audiência pública para tratar dos avanços e desafios da cadeia produtiva em Rondô

Laerte Gomes denuncia cartelização e combinação de preços pelos laticínios

Laerte Gomes denuncia cartelização e combinação de preços pelos laticínios

Durante a audiência pública, realizada na manhã desta quinta-feira (16), para debater os desafios da cadeia produtiva do leite, o presidente da Asse

Vereadora Cristiane Lopes requer asfalto para ruas do bairro Igarapé

Vereadora Cristiane Lopes requer asfalto para ruas do bairro Igarapé

A vereadora Cristiane Lopes (PP), esteve no bairro Igarapé, desta vez no cruzamento das ruas Maria de Lurdes com Alba, zona Leste da cidade, para conv