Porto Velho (RO) sábado, 23 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Aleitamento materno é tema de jornada multidisciplinar na São Lucas


Palestra sobre o tema “Aleitamento materno: uma abordagem nutricional”, ministrada pela nutricionista Domitila Skowronski, abriu, na manhã desta terça-feira (29 de agosto), a I Jornada Multidisciplinar em Aleitamento Materno, realizada no auditório da Faculdade São Lucas, em Porto Velho (RO). Com abordagens sobre a importância do leite materno para a saúde do bebê, Domitila destacou que o aleitamento materno deve ser exclusivo até os 6 meses de vida do bebê. “Às vezes a falta de conhecimento contribui para o desmame precoce”, alertou a nutricionista. Ela orientou que a mãe não deve interromper a mamada do bebê, esclarecendo que isso prejudica a absorção da proteína e da qualidade do leite. “O bebê deve parar de forma espontânea”, acrescentou. Segundo Domitila Skowronski, todo leite possui quantidade de proteína suficiente para o crescimento e o desenvolvimento do bebê.

Sob o aspecto fonoaudiológico, a especialista Viviane Castro Araújo destacou a importância do aleitamento materno, que contribui para exercitar o bebê. Coordenado pela Gerência de Programas Estratégicos de Saúde da Sesau, através do Núcleo de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente, o evento teve como proposta básica incentivar o processo de adesão das mães ao aleitamento materno exclusivo até os 6 primeiros meses de vida do bebê. Ao longo do dia, especialistas mostraram que o leite materno proporciona ao bebê uma nutrição saudável, fornecendo água adequada para hidratação, protege contra infecções e alergias, ajuda no crescimento da criança favorecendo o vínculo afetivo e o desenvolvimento.

A Jornada ainda teve palestras ministradas pela enfermeira Maria do Socorro Araújo de Almeida Tavares, médica Fátima Sankari, odontopediatra Ramiro Borba Porto, fisioterapeuta Simone Pedroso Fragoas, professora Maria do Socorro Echalar Martins, psicóloga Camilla Alessandra Scarabel, enfermeira Edilene Cordeiro de Macedo, médica Ida Peréa e biomédica Verônica Nascimento Silva.

Na abertura do evento, o professor Antônio Nogueira, diretor Administrativo da Faculdade São Lucas, destacou a iniciativa. “É importante esse tipo de atividade, principalmente porque vemos os alunos conscientizados quanto a atividades sócio-educativas, buscando uma formação profissional comprometida com o ser humano e conscientes de seu papel na sociedade. A coordenadora estadual do programa de saúde da criança e do adolescente, Vanessa Prado, destacou a parceria com a Faculdade São Lucas e alertou sobre a importância do aleitamento materno. “É preciso difundir o incentivo à humanização do atendimento às crianças e às mães nas unidades de saúde”, completou.

Fonte: Chagas Pereira - Registro Profissional 165 DRT/RO

Mais Sobre Política

MP 873/2019 é inconstitucional e visa aniquilar os sindicatos para retirar direitos dos trabalhadores

MP 873/2019 é inconstitucional e visa aniquilar os sindicatos para retirar direitos dos trabalhadores

RETICÊNCIAS JURÍDICAS  -  Por Itamar Ferreira*No seu afã de atacar os sindicatos, afim de evitar mobilizações e reduzir direitos dos trabalhadores, o

Adelino Follador apresenta projeto de Lei que dispensa licenciamento ambiental na extração de cascalho

Adelino Follador apresenta projeto de Lei que dispensa licenciamento ambiental na extração de cascalho

O deputado Adelino Follador (DEM) apresentou na sessão ordinária da última terça-feira (19), o projeto de Lei que acrescenta ao dispositivo da Lei Nº

Léo Moraes afirma que pontos da Reforma da Previdência não correspondem à vontade da sociedade

Léo Moraes afirma que pontos da Reforma da Previdência não correspondem à vontade da sociedade

Durante entrevista realizada pela TV Câmara nesta quinta-feira (21), o deputado federal Léo Moraes afirmou que a Reforma da Previdência precisa ser “a

Audiência pública na Assembleia vai discutir a atuação de profissionais de assistência social, psicologia, nutrição e fonoaudiologia nas escolas

Audiência pública na Assembleia vai discutir a atuação de profissionais de assistência social, psicologia, nutrição e fonoaudiologia nas escolas

Proposta é do deputado estadual Anderson Pereira, autor do Projeto de Emenda Constitucional n. 001/2019A atuação profissional de assistentes sociais,