Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

VARIG: custo das rescisões será de R$ 170 milhões


Erica Ribeiro (Agência O Globo) RIO - O advogado da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), Álvaro Quintão, considerou improdutiva a reunião desta segunda-feira entre os representantes dos trabalhadores e a direção da Varig. Segundo ele, não foram definidos prazos para a demissão dos empregados e nem o número de trabalhadores que ficarão na nova empresa.Ainda segundo Quintão, foi apresentada aos trabalhadores uma planilha mostrando que o custo das rescisões contratuais ficaria em torno de R$ 170 milhões.Nesse total, estão incluídos salários atrasados dos meses de abril, maio e junho, que somam R$ 58 milhões.Na apresentação feita pela Varig aos representantes dos trabalhadores, também foi exposto que os recursos para pagamento das rescisões deverão vir de creditos de ICMS que a Varig tem a receber dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, no valor de R$ 130 milhões.Segundo Quintão, a empresa também informou que tem uma frota disponível de 13 aviões e 800 aeronautas, entre pilotos e comissários, que estão trabalhando até que o certificado de homologação para a nova Varig seja expedida pela Anac.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul