Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Vantagem de Lula é maior entre eleitores com renda mais baixa e menos escolaridade


Raquel Miura, Agência O GloboBRASÍLIA - A pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta quinta-feira mostra que a maior vantagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o tucano Geraldo Alckmin se dá entre a população com renda mais baixa e menos escolaridade. Entre os eleitores com até a quarta série do ensino fundamental, Lula tem 63,5% das intenções de voto, contra 26,5% de Alckmin. Essa faixa representa 35% do eleitorado. Já entre os eleitores de nível superior, que corresponde a 11% do eleitorado, Alckmin tem 53,2% e Lula, 35,8%.Entre os eleitores com renda de até um salário-mínimo, Lula tem 69,7% das intenções de voto e Alckmin, 22,66%. O tucano vence entre os eleitores que ganham mais de 10 salários-mínimos. Entre os que ganham entre 10 e 20 salários, Alckmin tem 47,9% e Lula, 42,9%. Acima de 20 salários, a diferença aumenta: Alckmin tem 55,7% e Lula, 31,4%. Entre os eleitores com ensino médio completo, Lula aparece com 52,8% das intenções, contra 38,6% de Alckmin. Entre os eleitores que concluíram a oitava série, o presidente tem 63,9% e o tucano, 28,6%.

Mais Sobre Política - Nacional

AROEIRA: RELAÇÃO ENTRE JAIR BOLSONARO E RODRIGO MAIA É DE AMOR E ÓDIO

AROEIRA: RELAÇÃO ENTRE JAIR BOLSONARO E RODRIGO MAIA É DE AMOR E ÓDIO

O chargista Aroeira, do Jornalistas pela Democracia, divulgou nesta segunda-feira (25) nova charge em que retrata a crise política protagonizada pelo

Presidente Jair Bolsonaro autoriza celebração do 31 de março de 1964

Presidente Jair Bolsonaro autoriza celebração do 31 de março de 1964

O presidente Jair Bolsonaro aprovou a mensagem que será lida em quarteis e guarnições militares no próximo dia 31 de março, em alusão à mesma data no

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor