Porto Velho (RO) segunda-feira, 13 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Vale interrompe produção em Carajás por invasão indígena


Agência O Globo RIO - A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) informou nesta quarta-feira que interrompeu sua produção de minério-de-ferro em Carajás. A propriedade da empresa foi invadida nessa terça-feira por cerca de 150 índios Xikrin, da Terra Indígena Catete. A empresa produz no local 250 mil toneladas de minério-de-ferro por dia. No ano passado, das 255,171 milhões de toneladas embarcadas pela empresa, 72,5 milhões de toneladas foram produzidas em Carajás. Segundo a Vale, a invasão aconteceu de forma violenta. "Não sabemos o motivo da invasão. Informações não oficiais dão conta de que a intenção é pressionar a Companhia Vale do Rio Doce para aumentar os recursos financeiros destinados à comunidade indígena", disse a empresa em nota. "A CVRD utilizará de todos os meios legais para defender os seus direitos - especialmente, a integridade de seus empregados e o patrimônio da empresa."

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu