Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TSE mantém participação de Lula em propaganda eleitoral de senadora


Agência O GloboBRASÍLIA - O espaço utilizado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, na propaganda eleitoral da candidata ao Senado Luci Choinacki, por Santa Catarina, é legal. O ministro Marcelo Ribeiro, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rejeitou a representação da coligação estadual "Todos por Toda Santa Catarina" que alegava "invasão do horário" no programa da candidata pelo presidente Lula.O ministro Marcelo Ribeiro afirmou que "não houve pedido de voto para o atual candidato à Presidência". Admitiu, no entanto, que foram feitas referências a ações do presidente Lula e referência indireta a um futuro governo Lula, o que, porém, "não parecem suficientes para permitir impugnar a propaganda".De acordo com a denúncia, o programa da candidata Luci Choinacki infringiu a Lei Eleitoral ao divulgar: "Quer ver como o governo Lula melhorou a vida dos catarinenses? Então fique com a gente ...". O restante do programa, segundo a coligação, se deteve somente em promover o candidato à reeleição.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que