Quinta-feira, 25 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TSE deve começar a ouvir testemunhas do caso do dossiê a partir da próxima semana


Agência O Globo BRASÍLIA - O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Cesar Asfor Rocha, afirmou há pouco que pode começar a ouvir nesta semana testemunhas sobre o episódio de suposta compra de um dossiê contra o PSDB. De acordo com Rocha, deverão ser chamadas cerca de 20 pessoas. Ele explicou também que os citados diretamente no caso, como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já fizeram suas defesas por escrito e não deverão ser chamados para depor. Ele evitou falar sobre prazos para o fim das investigações. O ministro disse ainda que novas informações serão repassadas pela Polícia Federal em breve e, a partir daí, completará seu julgamento. Rocha é relator da investigação aberta pelo TSE para apurar se a campanha à reeleição de Lula cometeu abuso de poder político e econômico no episódio ou se o presidente poderia ter sido beneficiado com o escândalo. Entre os investigados, além de Lula, estão o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e o ex-presidente do PT, Ricardo Berzoini. Questionado se o TSE poderia, dependendo de sua conclusão, acabar derrubando a vitória nas urnas de envolvidos no caso do dossiê, o ministro apenas afirmou que "o resultado das eleições não é o julgamento que está sendo feito pela Justiça." - O valor perseguido pela eleição não é o que persegue a Justiça - afirmou o ministro. Rocha informou ainda que, até o meio desta tarde, 243 prisões já tinham sido efetuadas neste segundo turno. Deste total, seis eram de pessoas que concorreram a algum cargo no primeiro turno das eleições. Nenhum candidato foi preso. De modo geral, as prisões ocorreram por conta da realização de boca-de-urna, propaganda eleitoral e transporte de eleitores, entre outros. O TSE não soube informar o nome das pessoas que foram detidas.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 25 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quinta-feira, 25 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)