Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TSE deve começar a ouvir testemunhas do caso do dossiê a partir da próxima semana


Agência O GloboBRASÍLIA - O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Cesar Asfor Rocha, afirmou há pouco que pode começar a ouvir nesta semana testemunhas sobre o episódio de suposta compra de um dossiê contra o PSDB. De acordo com Rocha, deverão ser chamadas cerca de 20 pessoas. Ele explicou também que os citados diretamente no caso, como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já fizeram suas defesas por escrito e não deverão ser chamados para depor. Ele evitou falar sobre prazos para o fim das investigações.O ministro disse ainda que novas informações serão repassadas pela Polícia Federal em breve e, a partir daí, completará seu julgamento. Rocha é relator da investigação aberta pelo TSE para apurar se a campanha à reeleição de Lula cometeu abuso de poder político e econômico no episódio ou se o presidente poderia ter sido beneficiado com o escândalo. Entre os investigados, além de Lula, estão o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e o ex-presidente do PT, Ricardo Berzoini.Questionado se o TSE poderia, dependendo de sua conclusão, acabar derrubando a vitória nas urnas de envolvidos no caso do dossiê, o ministro apenas afirmou que "o resultado das eleições não é o julgamento que está sendo feito pela Justiça."- O valor perseguido pela eleição não é o que persegue a Justiça - afirmou o ministro.Rocha informou ainda que, até o meio desta tarde, 243 prisões já tinham sido efetuadas neste segundo turno. Deste total, seis eram de pessoas que concorreram a algum cargo no primeiro turno das eleições. Nenhum candidato foi preso.De modo geral, as prisões ocorreram por conta da realização de boca-de-urna, propaganda eleitoral e transporte de eleitores, entre outros. O TSE não soube informar o nome das pessoas que foram detidas.

Mais Sobre Política - Nacional

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç

A solução no Brasil passa por amenizar o atual estágio de “é de direita sou contra” x “se for de esquerda estou contra”

A solução no Brasil passa por amenizar o atual estágio de “é de direita sou contra” x “se for de esquerda estou contra”

A sociedade brasileira vive um processo de antagonismo e radicalização política sem precedentes na história. O radicalismo é tão intenso que beira ao

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) criticou a proposta do relator da Reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), no que diz