Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Tropas do Exército para 12 estados


Agência O GloboBRASÍLIA - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, na noite de quinta-feira, o envio de tropas do Exército para mais três estados. São Rio Grande do Norte, Sergipe e Paraíba.Com isso, sobem para 12 o número de estados que terão auxílio de tropas, ou para garantir segurança ou para auxílio no processo de votação, como transporte de urnas.Para garantir segurança ou apoio, os soldados estarão presentes em Alagoas (20 municípios), Amazonas (17), Amapá (1), Pará (60), Piauí (17) e Tocantins, em três aldeias indígenas. Agora também no Rio Grande do Norte (1), Sergipe (5) e Paraíba (2).Além desses estados, a assessoria de comunicação do Exército informa que um efetivo de apoio também atuará nos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Roraima. Nestes locais, as tropas vão dar apoio à votação, oferecendo transporte para as urnas e integrantes da Justiça Eleitoral. Ao todo, serão empregados cerca de 5 mil militares durante as eleições.Os municípios atendidos para garantir segurança são Pedro Avelino, no Rio Grande do Norte; Canindé do São Francisco, Itabaiana, Japaratuba, Carira e Própria, no Sergipe; e Campina Grande e Goianinha, na Paraíba.Em Alagoas, os militares atuarão nos seguintes locais: Arapiraca, União dos Palmares, Ibateguara, Olho D'Água das Flores, Atalaia, Piranhas, Palmeira dos Índios, Traipu, Estrela de Alagoas, Roteiro, Senador Rui Palmeira e São Miguel dos Campos.No Amazonas, vão estar em: Manaus, Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tefé, Uarini, Humaitá, Novo Aripuana, Apuí, São Gabriel da Cachoeira, Alvarães, Coari, Ipixuna, Guajará, Boca do Acre, Labrea e Maués.No Amapá, só o município de Oiapoque receberá reforço.O Pará receberá o maior efetivo, que atuará nos seguintes muncípios: Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Vigia, São Caetano de Odivelas, Colares, Viseu, Cachoeira do Piriá, Breves, Bagre, Melgaço, Afuá, Anajás, Altamira, Brasil Novo,Vitória do Xingu, Conceição do Araguaia, Floresta do Araguaia, Santa Maria das Barreiras, Belém, Icoaraci, Itaituba, Jacareacanga, Moju, Oriximiná, Tomé-Açú, Tucuruí, Breu Branco, Ourém, Santa Luzia do Pará, Mãe do Rio, Ipixuna do Pará, Aurora do Pará, São Félix do Xingu, Curionópolis, Eldorado do Carajás, Redenção, Cumaru do Norte, Pau D´Arco, Xinguara, Água Azul do Norte, Sapucaia, São Geraldo, Piçarra, Barcarena, Santa Maria do Pará, Rurópolis, Aveiro, Placas, Capitão Poço, Paraupebas, Canaã dos Carajás, Garrafão do Norte, Nova Esperança do Piriá, Dom Eliseu, Ulianópolis, Concórdia do Pará, Acará, Bujaru, Limoeiro do Ajuru, Terra Santa e Faro Novo Progresso.O Piauí terá tropas federais nas seguintes localidades: Corrente, Aroazes, Canto do Buriti, Pajeú do Piauí, Tamboril do Piauí, Brejo do Piauí, Joaquim Pires, Murici dos Portelas, Picos, Paquetá, Aroeira do Itaim, Parnaíba, Altos, Campo Maior, Nossa Senhora de Nazaré, Regeneração e Marcos Parente.E o estado de Tocantis requisitou reforço militar em aldeias indígenas Xavante, (Krahô) Manoel Alves Pequeno e Santa Cruz, no município de Itacajá.Na Região Amazônica, devido às grandes distâncias e às dificuldades de acesso a determinados municípios, as tropas já iniciaram o deslocamento. O 61º Batalhão de Infantaria de Selva (Cruzeiro do Sul-AC), iniciou na quarta-feira uma viagem de dois dias pelo rio Juruá, com cerca de 300 homens, para apoio ao pleito eleitoral no município de Ipixuna.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.