Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TRF-4 terá feriado no dia do julgamento de Lula


Gente de Opinião

Rio Grande do Sul 247 - Os servidores que não irão atuar no julgamento do ex-presidente Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no próximo dia 24 ganharam um dia de folga. O presidente do TRF4, Carlos Eduardo Thompson Flores, determinou nesta quinta-feira por meio de uma portaria que não haverá expediente administrativo e judicial para os funcionários do tribunal que não estão envolvidos com o julgamento do ex-presidente. Além disso, na véspera, o trabalho será das 8 às 12 horas.

Todos os processos ficam parados, em função da decisão do tribunal de acelerar o processo contra Lula, para tentar retirá-lo, por meio de uma manobra judicial, da próxima disputa presidencial.

Abaixo, nota do TRF:

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) informa que os prazos processuais e as intimações nos processos físicos e eletrônicos em trâmite no tribunal estarão suspensos nos dias 23 e 24 de janeiro de 2018. O expediente também será alterado nessas datas.
 
A suspensão leva em conta as medidas que estão sendo adotadas pelos órgãos de segurança pública do Estado do Rio Grande do Sul e pela Polícia Federal para garantir a segurança do público interno e externo durante a realização do julgamento da Apelação Criminal nº 5046512-94.2016.4.04.7000 no dia 24 de janeiro, às 8h30, pela 8ª Turma.
 
A portaria nº 32/2018, assinada hoje pelo presidente do TRF4, desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores, estabelece que o expediente no tribunal no dia 23 de janeiro de 2018 será das 8h às 12h. No dia 24 de janeiro, não haverá expediente administrativo e judicial, exceto para os servidores diretamente envolvidos com a realização e apoio da sessão de julgamento.
 
Inscreva-se na TV 247 e confira o Bom dia 247:

Gente de Opinião

Mais Sobre Política - Nacional

Batochio sobre Lula: o sol da liberdade vai nascer

Batochio sobre Lula: o sol da liberdade vai nascer

O advogado José Roberto Batochio passou pela Vigília no momento do ato de boa tarde ao ex-presidente Lula desta terça feira. "Viemos visitar nosso pre

STF determina que senador Ivo Cassol cumpra pena de imediato

STF determina que senador Ivo Cassol cumpra pena de imediato

O Supremo condenou o parlamentar, com base no voto da relatora Cármen Lúcia, em 2013

Gleisi absolvida: nada apaga o sofrimento

Gleisi absolvida: nada apaga o sofrimento

Inocentada por 5 a 0 no Supremo Tribunal Federal após quatro anos de uma perseguição implacável, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) celebrou de forma

Decisão da OMS sobre identidade trans deve reforçar políticas públicas

“É apenas o início de tudo”. Assim Keila Simpson, presidenta da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), refere-se à decisão da Organiz