Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Tráfico de medicamentos movimentou R$20 milhões em um ano, segundo PF


Agência O GloboPORTO ALEGRE - A quadrilha que traficava remédios pela internet presa nesta sexta-feira na operação Tráfico.com movimentou US$ 20 milhões em um ano, de acordo com a Polícia Federal. A organização vendia medicamentos que são de uso controlado no Brasil, como calmantes e antidepressivos - contendo substâncias como codeína, morfina e outros entorpecentes - pela internet e remetia pelo correio. Um e-mail, com provedor na Ásia, era usado para a aquisição dos medicamentos. Segundo a PF, uma conta com US$ 2,5 milhões está bloqueada nos Estados Unidos.Com o apoio da Receita Federal e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a operação, realizada em duas etapas, prendeu 15 pessoas no Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina, incluindo um norte-americano e um uruguaio.O líder do grupo foi preso no Rio Grande do Sul. Com ele, havia 10 mil cápsulas vazias de remédios. Foi encontrado também um laboratório clandestino, e um quarto envolvido está foragido. Depois das prisões de 12 pessoas em julho deste ano, na primeira fase da operação no interior paulista, a polícia descobriu a conexão com o Sul. O crime organizado também tinha pontos no Rio de Janeiro, onde uma universidade era usada como laranja para forjar uma aquisição lícita dos medicamentos.Três empresas de distribuição de medicamentos gaúchas estão sendo investigadas pelo suposto envolvimento no esquema, já que os remédios saíam do Rio Grande do Sul. Uma delas é a distribuidora de medicamentos Medex. O dono da distribuidora, Alvacir Batista, negou irregularidades e afirmou que a investigação diz respeito a um cliente da empresa e se colocou à disposição da PF, da Receita e da Anvisa. A primeira fase da operação ocorreu em 26 de julho, em conjunto com a entidade Drug Enforcement Administration, dos Estados Unidos. Na ocasião, foi preso um grupo criminoso que utilizava um site na internet para remeter drogas por via postal a diversos países do mundo. Na primeira fase, foram emitidos 10 mandados de busca e apreensão e sete de prisão em São José do Rio Preto. A Anvisa informou que os remédios vendidos são controlados no Brasil por conterem entorpecentes e psicotrópicos.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por