Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TJ interrompe edital suspeito de ajudar coronel amigo de Temer


Gente de Opinião

247 - O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, suspendeu novamente uma licitação de R$ 260 milhões, suspeita de direcionamento para favorecer um amigo de Michel Temer, o coronel PM aposentado João Baptista Lima Filho, alvo de delação da JBS.

O antecessor de Calças, desembargador Paulo Dimas Mascaretti, havia prorrogado um contrato —firmado em 2013 com o consórcio Argeplan-Concremat— para elaborar projetos e fiscalizar obras nos fóruns.

Em outubro de 2017, a desembargadora Maria Lúcia Pizzotti pediu o cancelamento da licitação e acusou Mascaretti de omissão, por não investigar supostas irregularidades que apontou no contrato.

Na ocasião, em sessão do Órgão Especial, Calças manifestou apoio e solidariedade dos pares a Mascaretti. Em nota, o então presidente condenou a despropositada e leviana, em suas palavras, afirmação de que houve omissão.

Um mês atrás, Calças recebeu a desembargadora em audiência. Pizzotti apresentou dados sobre a impugnação ao contrato ainda vigente. Dias depois, ela se reuniu com assessores do presidente, quando questionou valores, considerados vultosos, e serviços pagos e não executados.

As informações são de reportagem da Folha de S.Paulo.

Mais Sobre Política - Nacional

STF julga hoje ação penal contra Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo

No processo, os cinco ministros do colegiado vão decidir se condenam ou absolvem os acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, na Operaçã

Ação pode custar mais R$ 17 bilhões à Petrobras

Ação pode custar mais R$ 17 bilhões à Petrobras

Petrobras pode ter que pagar mais R$ 17 bilhões por conta de uma ação no Tribunal Superior do Trabalho...

Taxa de ocupação dos presídios brasileiros é de 175%, mostra CNMP

Taxa de ocupação dos presídios brasileiros é de 175%, mostra CNMP

A lotação é mais acentuada na região Norte do país, onde algumas unidades acomodam cerca de três vezes mais detentos do que sua estrutura permite.

Sem pressa contra Aécio, PGR pede mais 60 dias

Sem pressa contra Aécio, PGR pede mais 60 dias

Em dos inquéritos tem como relator o ministro Gilmar Mendes e apura o suposto pagamento de vantagens indevidas "prometidas e/ou efetuadas" pela Odebre